Autor: Redação Rio Claro Online

cultura-rioclaro-sp
18 de janeiro de 2018

A Rio Claro Online através da sua Editora Chefe e cidadã Leila Pizzotti, que representa diversos movimentos sociais na cidade de Rio Claro/SP, deu entrada no mês de Dezembro de 2017 em 2 processos no Atende Fácil:

 

N° Processo: 42571
N° Processo: 42572

 

O que esses dois processos solicitam para a gestão atual? Segue abaixo:

 

Solicitação de Informações:
– Cópia das Atas de todas as reuniões do Concult que essa Secretaria se fez presente

 

– Cópia da agenda de reuniões com datas e horas do Concult 2017

 

– Cópia de todos os documentos relacionados ao Cuncult, ex: Estatuto, Lei 215 que foi para a Câmara e etc.

 

Solicitação de Valores/Recursos empregados em cada projeto desenvolvido pela Secretaria de Cultura no ano de 2017, assim como, a estimativa/detalhes de abordagens, técnicas utilizadas e público.

 

Segue abaixo alguns dos Projetos que a Rio Claro Online fez o levantamento independente que foram realizados no ano de 2017 pela Secretaria de Cultura, existem outros:

 

NOV – 26 – 2017
Fortalecendo a Cena: Belize e Bermudas, Blues et al., Sexy Jazz

 

NOV – 5 – 2017
Mobilização Cultural – Cultura Já!

 

SET – 23 – 2017
Oficina de Políticas Culturais

 

SET – 3 – 2017
Festival Paulista de Circo – Esquenta em Rio Claro

 

JUN – 24 – 2017
Show com Jeneci – Aniversário de Rio Claro SP (Oficial)

 

MAI – 27 – 2017
Mix Cultural – Rio Claro SP

 

MAI – 3 – 2017
Festival 100 Anos Dalva de Oliveira

 

ABR – 26 – 2017
Apresentações Culturais: Congada e Oro Ari | Roda de Capoeira

 

ABR – 25 – 2017
Oficina de Percussão | Apresentação de Dança Cia Afro Abayomi’n

 

ABR – 24 – 2017
Samba De Roda – Escola Cantar De Oxum e Palestra

 

ABR – 23 ao dia 28 – 2017
Semana “Ogum e Suas Origens Culturais”

 

MAR – 18 – 2017
Mostra Artística de Mulheres

 

O resumo dos processos são sobre solicitações á informações sobre documentos importante referentes ao CONCULT e sobre os Valores/Recursos, assim como a estimativa/detalhes de abordagens, técnicas utilizadas e público, dos Eventos realizados pela Secretaria de Cultura no ano de 2017, a cidadã não sendo respondida por email e nem pelo canal de comunicação da Prefeitura (Atende Fácil), solicitou ajuda ao sistema e-SIC e ao Órgão Destinatário: CGU – Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União para ter acesso as informações solicitadas através da Lei nº 12.527/2011 que regulamenta o direito constitucional de acesso às informações públicas.

 

Protocolo Acesso à Informação – e-SIC: 00075.000077/2018-43

 

A cidadã  e requerente das informações citadas, se posiciona da seguinte forma: “Se temos que implorar para os gestores nos repassarem informações básicas, que faz parte do nosso direito civil em buscar, a respeito do que se anda realizando e promovendo na cidade com o dinheiro dos nossos impostos, a dica para a população em geral que eu quero passar é, conforme a resposta fornecida (vide resposta na íntegra abaixo) pela responsável e secretária atual da secretaria de Cultura de Rio Claro/SP, a Sra. Daniela Ferraz , é mais fácil pedir informações e atendimento DIRETO para a Procuradoria Geral do Município, ou abrir Protocolo de Acesso à Informação no e-SIC mesmo (http://www.acessoainformacao.gov.br/), uma vez que o Atende Fácil, nesse caso e em muitos outros, serve apenas para repassar o problema sem apresentar solução, e de verdade eu achei que o Atende Fácil era para facilitar e integrar os serviços municipais, suas respectivas secretarias e a própria Procuradoria Geral do Município, acho que me enganei né?! Sem comentar o tempo que demora para obter respostas simples…

 

A prezada secretária é omissa e detentora de um total despreparo para continuar gerindo, liderando e ocupando um cargo em uma secretaria de extrema importância, que é a Secretaria de Cultura. Informações básicas que são necessárias e solicitadas pelos fazedores independentes de cultura na cidade, continuam sendo omitidas e escondidas debaixo dos panos…o que é que a população e as partes interessadas não podem saber? No momento continuamos sem um plano de cultura e sem uma luz no fim do túnel, é um escândalo atrás do outro, só não vê quem não quer, e de fato, é só isso que vemos e revemos na secretaria de Cultura de Rio Claro/SP infelizmente, pobre Cidade Azul…a sua Cultura continua abandonada para as traças, e o pior do pior, o dinheiro público está sendo queimado por uns e outros que apenas visam sua autopromoção”.

 

 

cultura


1
18 de janeiro de 2018

A cabeça da estátua da deusa Diana, que fica no Jardim Público, em Rio Claro (SP), foi arrancada no primeiro final de semana de agosto de 2017 e ainda não foi substituída.

 

A pergunta que fica é: “Será só a Estátua que está sem cabeça no Jardim Público?”, até quando a Cidade vai permanecer nesse descaso absoluto com o patrimônio público e com a população rioclarense?

 

A prefeitura registrou um boletim de ocorrência em 2017 e, com as imagens das câmeras que ficam nas imediações, esperava identificar quem cometeu o ato de vandalismo. Contudo, os responsáveis não foram localizados e ninguém foi punido até o momento.

 

O final de ano na cidade de Rio Claro/SP também foi bem triste e alvo da criminalidade em massa, a gestão atual não realizou nenhum enfeite na cidade e os eventos que foram desenvolvidos, foram muito pouco divulgados.


11
17 de janeiro de 2018

Denuncia ao MP – Caso Cultura
A NEGLIGENTE, INÚTIL E DESNECESSÁRIA
7ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE RIO CLARO
Jenyberto Pizzotti

As linhas que você vai ler abaixo foram escritas por um cidadão que ainda acredita em determinados valores éticos e morais, por um cidadão que ainda acredita que a Lei e a Justiça deve e precisa ser igual para todos, por um cidadão, e que embora muito distante da cidade e do pais que o acolheu quando criança e onde ali constituiu família com filhos, netos e bisneto, e onde passou grande parte de sua vida amando, lutando e construindo coisas importantes para a cidade que seus antepassados ajudaram a construir, ainda se preocupa com a cidade que traz guardada em seu coração.


Esse artigo antecede um ofício e “Carta Aberta” dirigida ao digno Conselho Superior do Ministério Público, aos Exmos. Procurador-Geral de Justiça, a 9 Procuradores e ao Corregedor-Geral do Ministério Público, todos integrantes e presidente respectivamente do Conselho Superior do Ministério Público, além da Corregedoria de Justiça, da Ouvidoria de Justiça, da Promotoria de Cidadania e da Promotoria de Direitos Humanos, todos organismos em nível Estadual. Assim como, aos oito Exmos. Promotores Públicos da cidade de Rio Claro.
Não apenas como cidadão que exerce seus plenos e inalienáveis direitos previstos na Constituição, não apenas como um idealista e ativista na área de Direitos Humanos, mas sobretudo, como um intransigente defensor da Promotoria de Justiça em nível Nacional, sinto-me perfeitamente a vontade para realizar qualquer tipo de análise e/ou crítica a essa mesma Promotoria Pública que defendo com “unhas e dentes”, e que considero a última reserva e trincheira moral dentro do Brasil.


Em 11 de abril de 2013 participei ativamente e criei páginas nas Redes Sociais da Campanha “Diga Não a Pec 37” e escrevia na ocasião: “Deputados pretendem rasgar a Constituição e tirar do Ministério Público o Direito e o Dever Constitucional de Investigar a Corrupção e outros crimes. Isso é um Atentado à Democracia ! O MP, O STF e a PF são reservas morais do Brasil !”, 2 meses após em 25 de junho de 2013 tive o prazer e o orgulho de escrever: “Vencemos mais essa Batalha ! Mas a Luta Continua e vamos ganhar a Guerra !”


Dessa forma, repito, sinto-me a vontade para realizar uma crítica específica e pontual sobre uma situação que venho constatando na Justiça da cidade de Rio Claro/SP, e que muito me deixa indignado, irritado, e que, em absoluto, vejo como inaceitável e inadmissível dentro da brilhante e gloriosa História da Justiça de Rio Claro, e de seu honrado corpo de Juízes, Promotores e Advogados que durante décadas honraram essa História.


O caso que me refiro, e que é o objeto da minha comunicação ao Conselho Superior do Ministério Público, se refere inicialmente a uma denúncia sobre VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS, CONSTRANGIMENTO MORAL, COAÇÃO PARA A PRÁTICA DE ATO ILÍCITO, NEPOTISMO CRUZADO E PRÁTICA DE TRÁFICO DE INFLUÊNCIA, NA SECRETARIA DE CULTURA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO/SP.


A denúncia referida foi recebida pela 5ª Promotoria de Justiça de Rio Claro em 04/04/2017 e transferida para a 7ª Promotoria de Justiça em 11/04/2017.


Após 7 meses de negligência e irresponsabilidade na atuação da 7ª Promotoria na investigação e apuração do caso denunciado, em 16 de novembro de 2017 solicitei via ofício e via Redes Sociais esclarecimentos e informações a Promotoria citada sobre o andamento do caso.


Em apenas 5 dias (21 de novembro) o Exmo. Promotor (substituto) Dr. Renato Mendes de Oliveira envia ao Conselho Superior do Ministério Público, uma recomendação (Promoção) de ARQUIVAMENTO da denúncia apresentada, com argumentos os mais primários, rudimentares e desprovidos de raciocínio lógico e racional, incompatíveis com o conhecimento, experiência e absoluta imparcialidade que se espera de um Promotor de Justiça, e que com certeza eram características do Dr Renato Mendes de Oliveira. Uma peça jurídica “alienígena” (uma promoção de arquivamento de um inquérito civil) produzida a “toque de caixa” e incompatível com o histórico e com a inteligência desse promotor.


Após exatos 27 dias desse estranho pronunciamento, o Exmo. Promotor Dr. Renato Mendes de Oliveira, é vitima de trágico acidente após bater na traseira de um caminhão na Rodovia Antonio Romano Schincariol, que liga Itapetininga à Tietê/SP.


Assim sendo, diante de todos esses fatos, estou solicitando ao Conselho Superior do Ministério Público uma revisão ampla e irrestrita ao caso específico da denúncia apresentada ao Ministério Público, com todos os possíveis desmembramentos que o caso possa oferecer, assim como uma ampla investigação na situação que provocou o trágico falecimento do Exmo. Promotor Público Dr. Renato Mendes de Oliveira.


Existe incoerência e inconsistência nos argumentos apresentados no pedido de arquivamento da denúncia, e a estruturação dos argumentos apresentados são primários.


O texto supostamente de autoria do Exmo. Promotor Dr. Renato e encaminhado ao Conselho Superior do Ministério Público, inicia omitindo a gravidade da denúncia apresentada de Violação de Direitos Humanos, Constrangimento Moral, Coação para a Prática de Ato Ilícito, Nepotismo Cruzado e Prática de Influência na Secretaria de Cultura de Rio Claro, e desvia e foca o tema como se tratasse apenas da exoneração da funcionária MCCF que ocupava o cargo de Diretora de Departamento de Políticas Especiais (exonerada em 22 de março) com base num suposto depoimento da atual Secretária de Cultura, Daniela Martinez Figueiredo Ferraz, (fls. 68/79) de que “a exoneração da funcionária MCCF se deu por esta não apresentar, ao longo do período em que se encontrou exercendo o cargo, quaisquer das qualidades necessárias ao exercício das funções”.


Em nenhum momento do texto o citado Promotor citou o depoimento gravado em áudio e transcrito e divulgado na mídia onde a funcionária MCCF relata (inclusive mencionando diversas testemunhas) as reais razões e circunstâncias de sua exoneração, ou seja, de que sua exoneração se deu ao ter corajosamente recusado pedido da Secretaria de Cultura Daniela Martinez Figueiredo Ferraz para a liberar verba pública sem análise.


Durante todo o tempo transcorrido desde a denúncia apresentada ao MP, não foram ouvidos a funcionária exonerada, a repórter que recebeu a denuncia em primeira mão, o cidadão que apresentou a denúncia ao MP (eu), nem os funcionários testemunhas dos acontecimentos e nem os novos contratados em comissão para se verificar quem os indicou e contratou e porque. 


Óbviamente, nem o atual prefeito foi ouvido, pois segundo o depoimento prestado pelo vereador Geraldo Voluntário (cunhado da secretaria), e que é a pessoa (com o total consentimento do prefeito) realmente responsável pela indicação e nomeação da Secretaria de Cultura, Daniela Martinez Figueiredo Ferraz e de mais aproximadamente 15 funcionários, e segundo o Exmo. Promotor, o vereador disse “aduziu o Sr Geraldo em resposta ao ofício – fls. 64/66 – de forma sucinta, serem inverídicos os fatos alegados na representação, apontando, ainda, serem os cargos de secretários, bem como os de confiança, e comissão de livre nomeação e exoneração do Prefeito Municipal, competindo tão somente a este.”


O vereador citado diante do pedido de informação do Promotor, transferiu a total responsabilidade dos fatos citados na denúncia ao atual prefeito.


E isso tudo é muito estranho, pois em relação a Secretaria de Cultura do Município, a mesma foi entregue como “recompensa” e “presente”, e como uma espécie de Feudo e com “carta branca”, ao vereador reeleito Geraldo Luis de Moraes, Geraldo Voluntário, que foi e é um dos principais apoiadores e “conselheiros” do prefeito eleito.
Por sua vez, o vereador citado indicou e fez ser empossada como Secretária, Daniela Martinez Figueiredo Ferraz, esposa de um parente direto (irmão), passou a administrar de forma indireta a Secretaria de Cultura, assim como indicou, e fez ser empossados em cargos comissionados nessa Secretaria, quem o apoiou em sua campanha como vereador, assim também como integrantes e participantes de sua crença e organização religiosa, que tem como “guia e mentor espiritual”, esse seu parente ligado a atual Secretaria de Cultura, o que obviamente, coloca todos os funcionários da Secretaria sob diversos tipos de coação e de dependência de ordem profissional, moral, psicológica e religiosa, e isso é ignóbil e inaceitável.


E logo no início dessa desastrosa administração, a Secretaria de Cultura não só se transformou num feudo e num cabide de empregos, como também passou a ser fonte de conflitos internos na nova administração, gerou um confronto entre evangélicos e umbandistas, conforme divulgado na mídia, e priorizou e prioriza a distribuição de verbas de acordo com os interesses pessoais e religiosos de sua Secretária, Daniela Martinez Figueiredo Ferraz, e de seu tutor. 


A Secretária de Cultura, Daniela Martinez Figueiredo Ferraz passou a administrar, não baseada em gestão administrativa racional e técnicas gerenciais, e de forma independente e na defesa dos reais interesses de Rio Claro, mas sob a influência de “conselhos” e “orientações” de “entidades espirituais”, dos auto denominados “pais de santo”, que tem ingerência externa em funções pertinentes e específicas apenas dos funcionários da Secretaria de Cultura.


Tudo isso e muito mais foi amplamente denunciado e fundamentado a 7ª Promotoria de Justiça, que tinha e tem o dever e a obrigação de apurar os fatos de forma racional e profissional, e por total irresponsabilidade e negligência, e manchando de forma negativa a gloriosa e honrada História dos homens e mulheres que representaram e representam a Justiça em Rio Claro (Juízes, Promotores e Advogados), até o momento não o fez.


Rio Claro está na Contra Mão em vários setores, e o que acontece na 7ª Promotoria de Justiça demonstra só a ponta do iceberg. Existe um RODÍZIO DE PROMOTORES NA 7 PROMOTORIA DE JUSTIÇA e isso BLINDA A CORRUPÇÃO E A IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA em Rio Claro.


Acontecem e existem situações nessa nossa amada cidade de Rio Claro, que nem os filmes do Expressionismo Alemão como Nosferatu (filme de 1922) do diretor Friedrich Wilhelm Murnau, conseguiriam expressar melhor em termos de insano, maléfico e grotesco. Acredito que nem mesmo o pintor catalão e artista plástico surrealista espanhol Salvador Dalí, conseguiria retratar melhor essa nossa Rio Claro no que ela tem de pior, de obscuro, e de surreal.


Feita essa introdução meio antológica e analógica, vamos aos FATOS.


Pasmem todos aqueles que tomarem conhecimento disso, que a FUNDAMENTAL E IMPORTANTÍSSIMA Sétima Promotoria de Justiça do Ministério Público de Rio Claro tem funcionado há meses com seu digno e brilhante promotor Dr. André Vitor de Freitas, ainda efetivado no cargo de Promotor da Sétima Promotoria (e autor de várias denúncias de improbidade, concussão e estelionato envolvendo políticos de Rio Claro e região que tramitam na Justiça local, muitas delas em fase final de sentença, em primeira instância), afastado de suas funções, sob “convite” direto do Procurador-Geral de Justiça para trabalhar em sua assessoria, inicialmente na área de Patrimônio Público, no Centro de Apoio Operacional – CAO no Ministério público de São Paulo.


E o que na prática isso significa ? Simples. A implantação de um “RODIZIO” de promotores no cargo, em substituição ao brilhante e digno promotor Dr. André Vitor de Freitas, e prosseguindo no raciocínio, o que isso significa ? Simples… a BLINDAGEM de todos os políticos corruptos dessa cidade, a BLINDAGEM nas ações que denunciam IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO PÚBLICO. E como esse processo se dá ? Simples… Nenhum Promotor Publico, por mais corajoso, honesto e bem intencionado que seja consegue estudar, analisar e arriscar decisões e pareceres em ações em andamento ficando aproximadamente 15 dias no cargo nesse sistema maquiavélico e insano de “rodízio”. 


Quem planejou, articulou e executou um plano desses ? Ou isso tudo é uma mera casualidade jurídica ? O que está oculto atrás de uma aparente e simples ação burocrática ? Quem são os NOSFERATUS dessa cidade ? Quem nos destrói nas sombras ? Até quando o povo rioclarense ficará nesse estado de catalepsia mental e sem reagir, sem opinar, e sem se posicionar diante de forças que lhe trata como gado ?


É de FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA, é ético e moral, que o digníssimo Promotor e Defensor Público Dr. André Vitor de Freitas reassuma IMEDIATAMENTE suas funções, e que de continuidade as suas brilhantes e corajosas ações, ou então que RENUNCIE ao cargo, possibilitando que outro Promotor se efetive na função e cumpra seu papel. 


Esse “RODÍZIO” de Promotores na digna e importantíssima Sétima Promotoria Pública de Rio Claro, pode ser legal, mas é imoral. O povo rioclarense que confia, defende, e apoia integral e apaixonadamente TODOS os Promotores que estão atuando em Rio Claro, não merecem esse tipo de “jogada” maligna, insana, e maquiavélica. Isso deve ser resolvido e logo ! 


Nesse caso/denúncia específico, a 7ª Promotoria de Justiça de Rio Claro se mostrou NEGLIGENTE, INÚTIL E DESNECESSÁRIA, e isso envergonha a gloriosa e honrada História do Ministério Público Rioclarense.
Fica assim registrada, para quem possa interessar, essas tristes páginas da História de Rio Claro, páginas essas que devem ser viradas o mais rápido possível.


Dedico esse artigo a dois ilustres, honrados e brilhantes juristas rioclarenses, que eu tive a honra e o privilégio de conhecer e de chamar de amigo: 


Dr. Luiz Gonzaga de Arruda Campos, Juiz da Comarca (falecido)
Dr. Orlando de Pilla Filho, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB (falecido)

Jenyberto Pizzotti
jenyberto@yahoo.com.br
Todos os ofícios e informações encaminhados ao Ministério Público, e todos os fatos narrados nesse artigo podem ser melhor analisados no link da Revista Eletrônica Rio Claro Online que de forma absolutamente corajosa, imparcial e profissional divulgou a denúncia apresentada e os ofícios encaminhados ao Ministério Público:

 

http://rioclaroonline.com.br/?s=secretaria+de+cultura

 


senac
16 de janeiro de 2018

Cursos estão com 30% de desconto e são indicados para quem está em busca de melhores oportunidades no mundo do trabalho

 

O Senac Rio Claro está com inscrições abertas para cursos de curta duração na área de tecnologia da informação. Além de contribuir para a reciclagem profissional, as qualificações podem fazer a diferença para quem está em busca de novas oportunidades na carreira.

 

Entre as formações ofertadas pela unidade, estão Ilustrator CC, Corel Draw X8 e Autocad 2018 Básico – Projetos em 2D. As aulas terão início em fevereiro e serão realizadas aos sábados. De acordo com Diego João de Ramos, docente da área de tecnologia da informação do Senac Rio Claro, os dois primeiros cursos permitem ao aluno aprender e desenvolver trabalhos de imagem vetorial, tais como criação de logomarca, cartazes, folders e projetos gráficos, essenciais para o cotidiano das empresas que atuam com comunicação.

 

O docente orienta que os interessados nessas qualificações precisam ter conhecimentos básicos em informática. Ele também explica que o Corel Draw é um software com uma interface mais simples e amigável para iniciantes que queiram trabalhar com edição gráfica. Já o Illustrator é um pouco mais complexo – pelo menos para quem não utiliza outros softwares da família Adobe. “O ideal é que o aluno tenha conhecimento em ambos. Hoje, o domínio desses programas é pré-requisito para se trabalhar em gráficas e agências de publicidade”, destaca.

 

Já o curso Autocad 2018 Básico – Projetos em 2D é indicado para quem precisa desenvolver projetos técnicos com medidas exatas. O programa é muito utilizado por profissionais das áreas de arquitetura, engenharias mecânica, elétrica, ambiental e civil, além de empresas de marcenaria que fabricam móveis planejados. Para se inscrever, é necessário ter conhecimentos em informática e desenho técnico.

 

“Estamos situados em uma região com grande potencial de empregabilidade nas áreas citadas, mas só vão se destacar aqueles profissionais que acompanharem as atualizações do mercado, finaliza Diego.

 

Para se inscrever, os interessados devem procurar a unidade ou acessar o Portal Senac: www.sp.senac.br/rioclaro. É possível, ainda, aproveitar a campanha do Senac São Paulo que oferece 30% de desconto em todos os cursos livres e técnicos presenciais.

 

 

Serviço:

 

Ilustrator CC

Data: de 3 de fevereiro de 2018

Carga horária: 36 horas

Horário: sábado, das 8h30 às 12h30

 

Autocad 2018 Básico – Projetos em 2D

Data: 3 de fevereiro de 2018

Carga horária: 42 horas

Horário: sábado, das 8h30 às 12h30

 

Corel Draw X8

Data: 10 de fevereiro de 2018

Carga horária: 34 horas

Horário: sábado, das 13 às 17 horas

 

Senac Rio Claro

Avenida Dois, 720 – Centro

Informações e inscrições: www.sp.senac.br/rioclaro


1
16 de janeiro de 2018

Nesta quinta-feira (18) será realizada no paço municipal a posse dos novos integrantes do Conselho Municipal de Assistência Social de Rio Claro para o biênio 2018-2019. O decreto definindo a nova formação da entidade foi assinado pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. A solenidade de posse será às 9 horas.

 

A entidade é formada por representantes de secretarias municipais, representantes dos usuários ou organizações de usuários da rede de assistência social, representantes de entidades e organizações de assistência social e representantes de trabalhadores do setor. São 36 membros entre efetivos e suplentes.

 

Tomam posse pelas secretarias municipais Rita Cassia Lima e Leila Costa (titular e suplente pela Secretaria de Desenvolvimento Social); Daniel Buchdid e Larissa Zeminian (Desenvolvimento Social); Juliana Eigenheer e Keila Santos (Educação); Mafalda Ribeiro e Lara Zandonadi (Saúde); Alessander Marrich e Lauro Britisqui Neto (Negócios Jurídicos); Luciana Engle e Andrea Zuculotti (Gabinete do Prefeito); Elizabete Vieira e Marcia Regina do Nascimento (Economia e Finanças); Angela Maria de Oliveira e Marli Righi (Habitação); Rosimeire Rodrigues e Nathalia Cais Costa (Esportes).

 

Tomam posse como representantes dos usuários ou organizações de usuários da Assistência Social, Maria Luiza Camotti (titular) e Cristina Toledo (suplente); Regiane Xavier e Maria Valdenice Dutra; Paloma Vitalli e Davi Nunes de Oliveira.

 

Pelas entidades e organizações de Assistência Social serão empossados como titular Marco Aurélio Campos (Educandário) e como suplente Rosalina Nadai Bernardinelli (Lar Bethel); Claudia Aparecida Lopes (Adra) e Maria Aparecida Baptista Juliano (IVC); Augusto Pedro Prochnon Junior (Casa das Crianças) e Carla Andreza Andreatto (Abrigo São Vicente de Paula).

 

Os representantes de trabalhadores do setor de assistência social são Solange Savareze (titular) e Patricia Naitzki (suplente); Taís Inforzato e Miriã de Araújo; Cinthia Scatolin da Silva e Rosangela Deliberali da Fonseca.


1
11 de janeiro de 2018

A Família do rapaz Kleber Felipe, que foi brutalmente assassinato em Rio Claro/SP pede Justiça Rio Claro/SP!

 

O Juiz mandou soltar o casal que matou e enterrou Kleber Felipe ao lado da churrasqueira, alegando que os acusados agiram em legítima defesa, diante disso, a família entrou em contato com a Revista Colaborativa Rio Claro Online e solicitou ajuda na divulgação do caso e da situação injusta e lamentável que enfrentam.

 

Segue pronunciamento da irmã do rapaz:

 

Gostaria de que algumas pessoas pudessem me responder urgente?!

Você encontra o corpo da pessoa na casa enterrado morto a facadas após 2 dias após seu desaparecimento, familiares que iniciaram as buscas, pois as autoridades não poderiam fazer nada pois não poderia entrar na casa sem mandato ok. Daí você não descobre uma casa e algumas informações, pois bem as informações todas foram passadas pela mulher que dizia ser esposa do morto, ela mesmo falou que ele tava la dentro morto, mas enfim no domingo a família decide entrar na casa e ao entrarem lá, avistam um buraco com sangue um fedo e muitos mosquitos, é óbvio que alguma coisa tinha ali, ligam pra autoridades…veio polícia no local pra preservar a cena do crime… com informações de vizinhos, a PM tem a informação de que os donos da casa estariam em um bar cinco ruas pra cima do local mais a polícia não poderia sair do local do crime, então algumas pessoas foram ate lá e perguntaram pra os acusados o que eles fizeram lá e eles responderam: “matamos mesmo e se precisar matamos mais um”.

A polícia onde eles falaram tudo que fizeram, eles contaram e assumiram tudo e foram presos.

Contudo, na segunda-feira (08) os assassinos foram soltos, pois eles alegaram que o assassinato foi em legítima defesa…Legítima defesa não, mais de 30 facadas e muito menos enterrado dentro da sua casa e por falta de provas e por não ter pego em flagrante tá onde e nao foi flagrante? Os acusados assumiram o crime e mesmo assim não tem provas? Se já não bastasse o corpo estar enterrado na casa deles? Se já não bastasse vizinhos terem informado que eles entraram ali após uma briga e não sairam?

Cadê a justiça desse Brasil? Os assassinos estão livres! E nós pessoas de bem estamos presas nesse terrível pesadelo que assola a nossa família com a perda do nosso querido Kleber…

Cadê as pessoas que estão dizendo que querem acabar com o crime em Rio Claro? Como deixam uma coisa dessa, de  tamanha brutalidade sem justiça?! Agora me respondam o que vocês acham?! Está certo esses criminosos serem solto?! Como fica a segurança da família neste momento hein autoridades de Rio Claro/SP.

 

 

1


1
11 de janeiro de 2018

Marido e mulher donos do imóvel foram presos pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver em Rio Claro (SP).

 

O corpo de Kleber Felipe dos Santos, que estava desaparecido desde sexta-feira (5) em Rio Claro (SP), foi encontrado enterrado na cozinha de uma casa na tarde de domingo (7). O casal dono do imóvel foi detido.

 

Marido e mulher foram encaminhados à delegacia e acabaram presos pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

 

  • Família de jovem está em choque: ‘achado como bicho’, diz irmã

 

As causas que levaram o casal a praticar o crime ainda serão apuradas por meio de inquérito policial. O G1 ainda não conseguiu falar com o delegado responsável pelo caso.

O casal aguarda a audiência de custódia que será realizada no Fórum de Rio Claro na tarde desta segunda-feira.

 

Polícia Militar encontrou corpo em Rio Claro neste domingo (Foto: Arquivo pessoal)

Polícia Militar encontrou corpo em Rio Claro neste domingo (Foto: Arquivo pessoal)

 

Enterrado na cozinha

 

Segundo a PM, o cadáver estava na residência localizada na Avenida 13, no Jardim Esmeralda. O rapaz de 23 anos foi morto a facadas.

 

A namorada da vítima fez contato com o sogro, que chamou a polícia, pois existia a suspeita de que o marido estivesse na casa vizinha desde a data de seu desaparecimento.

 

Ainda de acordo com a PM, familiares decidiram entrar na casa e lá perceberam um buraco na cozinha ao lado do tanque com terra e sangue.

 

 

Escavações

 

Com a suspeita de que o jovem pudesse estar enterrado no local, a PM acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil com a perícia técnica.

 

Os bombeiros iniciaram as escavações e encontraram o cadáver, que estava em estágio avançado de decomposição. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

 

No momento das escavações os donos da casa não estavam no local, mas chegaram posteriormente. De acordo com a PM, o marido de 48 anos assumiu o homicídio, e a mulher de 35 foi cúmplice na ocultação do corpo.

 

Fonte: G1


1
10 de janeiro de 2018

Presidenciável tem imóvel desde 1998 e recebe benefício há mais de duas décadas

 

RIO – Mesmo sendo dono de um apartamento em Brasília, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) recebe auxílio-moradia de R$ 3.083 da Câmara. O presidenciável possui um imóvel de dois quartos na capital federal desde 1998 e recebe o benefício desde 1995. A informação foi publicada pelo jornal “Folha de S.Paulo” e confirmada pelo GLOBO.

 

O auxílio-moradia é pago a deputados que não ocupam apartamentos funcionais em Brasília. Não há imóveis suficientes para todos. O pagamento pode ser feito por meio de reembolso, para quem apresenta recibo de aluguel ou de gasto com hotel em Brasília; ou em espécie, sem necessidade de apresentação de qualquer recibo, mas nesse caso com desconto de 27,5% relativo a Imposto de Renda. Bolsonaro optou por essa segunda opção.

 

ACERVO O GLOBOBolsonaro constrói carreira política ancorado em polêmicas
O GLOBO entrou em contato com a assessoria do deputado no final da manhã desta segunda-feira, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

 

Segundo a matéria da “Folha de S.Paulo”, em novembro, a listagem oficial da Câmara mostrava 336 parlamentares ocupando apartamentos funcionais fornecidos pela Casa, 81 recebendo reembolso após apresentarem comprovante de gasto com moradia e 69 recebendo o valor em espécie, descontado o Imposto de Renda, sem necessidade de apresentar qualquer recibo de gasto com moradia, entre eles Bolsonaro.

 

Assim, pelas informações da Câmara, 27 dos atuais 513 parlamentares abriram mão de receber o dinheiro ou apartamento da Câmara.

 

O apartamento de Bolsonaro, de 69m² e localizado no bairro Sudoeste da capital, não é o único imóvel em nome do possível candidato à presidência, que tem propriedades pelo estado do Rio de Janeiro.

 

Em sua declaração de bens, o deputado apresentou dois imóveis à beira-mar na Barra da Tijuca; um no bairro de Bento Ribeiro; e outro na cidade de Angra dos Reis.

 

Além disso, no documento, o político declarou diversas contas correntes e poupanças, uma pequena quantidade de ações na Oi, um veículo aquático, um carro e um microônibus. O montante significou que ele tem R$2.074.692,43 em bens no seu nome.

 

LEIA MAISBolsonaro quer controle de verba eleitoral e partidária do PSL

LEIA TAMBÉMBolsonaro empregou ex-mulher e parentes dela no Legislativo

 

Fonte: O Globo

Foto: O deputado federal Jair Bolsonaro, em evento na cidade de São Paulo

Marcos Alves / Agência O Globo


RioClaro_3
10 de janeiro de 2018

O Trabalho Voluntário do Grupo Voz & Violão existe desde 2001 e tem como proposta levar a Música aos Hospitais, pois cremos que a mesma contribui para a recuperação dos pacientes, além de trazer momentos de alegria aos acompanhantes e funcionários, respeitando sempre a individualidade e religião de cada um.

 

Hoje em dia realizamos este trabalho nos hospitais de Campinas e região:

 

- Hospital Mario Gatti

- Hospital Celso Pierro – Pucc Campinas

- Hospital Samaritano

- Hospital Centro Médico

- Hospital Estadual de Sumaré

- Hospital e Maternidade Santa Casa de Valinhos

- Hospital Augusto de Oliveira Camargo

- Hospital Samaritano Santa Ignes 

- Hospital Casa de Saude de Campinas

- Hospital Beneficiencia Portuguesa de Campinas

- Hospital Irmaos Penteado

- Hospital HC da Unicamp

- Hospital CAISM

- Hospital Madre Theodora de Campinas

- Hospital Santa Casa de Rio Claro

- Hospital e Maternidade Galileo – Valinhos

 
RioClaro_2

 

Deseja participar também?

Nos reunimos as quintas-feiras as 20:00 hs e aos domingos as 19:00

Endereço: Rua 10-A, No: 2353 – Vila São Miguel – Rio Claro / SP

Pode tambem acessar nosso site: http://www.grupovozeviolao.com.br

 

RioClaro_1


gettyimages-902342752
9 de janeiro de 2018

Ontem foi o dia do GLOBO DE OURO, e os looks glamourosos e imponentes sempre rolam a solto!

 

Mas, vimos mulheres que vestiram uma campanha de FIM de abuso sexual contra mulheres na indústria cinematográfica.

 

E, podemos nos dizer representadas por elas, pois mesmo que não sejamos desse segmento, em todo o local, em todo o mundo, vemos dia após dia mais assédio. O bom é que movimentos como este trazem coragem as mulheres para irem à frente, não abaixar mais a cabeça e denunciar quem quer que seja.

 

E nesse sentido compreendemos que você deve vestir aquilo que te representa. Ou seja, quais são seus valores, suas crenças, aquilo que você gosta ou não. Pois usar apenas para agradar alguém, isso sim é cafona e fora de moda!

 

E vamos aos looks totalblack:

 

big-little-lies gettyimages-902342752 nicole-kidman susan-kelechi-watson

 

E as tendências fashionistas seguem da mesma forma: transparência, fendas, cauda e exageros!

Mas, vamos combinar que o mais legal foi o motivo de vestirem o preto!

Pense nisso, e se você sofre algum tipo de abuso, não fique calada!

Um Beijo Xuxus, da Marcela Inocêncio, a Dilim.

 

______________________________________________________________

 

Corre nas minhas redes sociais me acompanhar:

  • Facebook: Marcela Inocêncio
  • Instagram: Mainocencio
  • Twitter: marcelainocen
  • Youtube: DilimTv
  • Blog: tenhamodosmenina.wordpress.com

Se você quiser que eu fale sobre um assunto específico, me escreva:

  • E-mail: marcelaa.i@hotmail.com

senac
9 de janeiro de 2018

Docente do Senac Rio Claro ensina como economizar e tornar a tarefa mais fácil e prazerosa  

 

Para quem tem filhos, um dos maiores gastos no início do ano é com a compra do material escolar. Muitas vezes por falta de tempo ou prática, o consumidor não pesquisa preços ou questiona o valor dos produtos. Para saber como economizar e até mesmo transformar essa atividade em um agradável programa familiar, Gabriella de Paiva Matos, docente da área de gestão e negócios do Senac Rio Claro, dá algumas dicas.

 

A primeira sugestão é fazer uma lista dos itens que a escola pediu antes de ir às lojas. Dessa maneira, fica mais fácil resistir aos impulsos consumistas. “É ideal conversar com os filhos previamente e alinhar o quanto poderão gastar com os materiais”, explica a docente. Nem sempre o item mais sofisticado é o de melhor qualidade ou o mais adequado. Evite escolher cadernos com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque geralmente os preços são mais elevados.

 

Outra orientação é conversar com outros pais para realizar a compra em conjunto. As lojas concedem descontos maiores para vendas de mercadoria em grande quantidade. Também vale a pena analisar o material escolar do ano anterior e verificar o que pode ser reutilizado. “Na maioria das vezes, é possível reaproveitar livros didáticos do filho mais velho para o mais novo, trocar materiais com colegas de escola e vizinhos. Precisa apenas ficar atento se o exemplar é o mesmo”, orienta Gabriella.

 

Se a prioridade é economizar ainda mais, as lojas on-line são sempre uma alternativa interessante. “Verifique o histórico das empresas conversando com conhecidos e acessando os sites do Procon e Reclame Aqui”, indica a docente do Senac Rio Claro. Nas lojas físicas, o consumidor deve preferir o pagamento à vista, deixando a prazo como última alternativa.

 

O ideal, segundo Gabriella, é guardar uma provisão, ao longo do ano, para a lista de material escolar. Também é importante adquirir o hábito de ir às compras no fim do ano, pois, em geral, as lojas recebem novas mercadorias em janeiro e os preços acabam sendo reajustados. “No caso dos livros didáticos, é possível reservá-los com antecedência. Dessa forma, o cliente adquire o produto com o preço vigente na época da encomenda”, explica.

 

Por último, exija nota fiscal e, ao recebê-la, cheque se os produtos estão devidamente descritos. É a garantia do cliente em caso de troca de produto.

 

 

Serviço:

Senac Rio Claro

Endereço: Avenida Dois, 720 – Centro

Informações: 19 2112-3400

www.sp.senac.br/rioclaro


25488168_1866126790067530_3922192995403893233_o
22 de dezembro de 2017

Seja sábio e Prudente! Estradas que levam ao Temor a Deus e ao absoluto discernimento do certo e errado.
Pastora
Márcia Valéria


1
22 de dezembro de 2017

Um tempo novo, Vinho Novo, Forças e Projetos Novos em Ordens Novas dados pelo Nosso Senhor Jesus!
É assim que iniciaremos o ano de 2018.

 

Em janeiro, nova sede da IGREJA BATISTA HORA NONA em frente ao Lago Azul.

 

Esta sendo tudo preparado para juntos em uma só voz, como Noiva do Cordeiro Santo, Engrandece-lo por Sua Grandeza e Cuidado…

 

Que todos os amados, tenham um Natal Excepcionalmente Repleto de Amor e um Ano Novo transbordante em Bênçãos, Saúde e muita Paz.

 

 

Pastora
Márcia Valéria

25551967_1867721929908016_7343924036955220860_n

 


1
18 de dezembro de 2017

Se você está entre os vinte e tantos anos, já deve ter se questionado sobre o seu dever na terra, o motivo de estar aqui entre os seres humanos, ou se não chegou nessa questão tão filosófica, ao menos já procurou pelo seu emprego dos sonhos.Eu não sou coach nem psicóloga e eu nem sei o que fazer da minha vida também. Mas nas minhas incansáveis buscas para descobrir meu propósito, acabei juntando algumas dicas que realmente acredito que possam nos trazer benefícios.

 

Esse texto não lhe dará uma resposta exata, mas talvez o ajude a clarear a mente e a perceber que esse sentimento que tanto perturba, não é só seu.

 

Recentemente, encontrei o blog da Paula Abreu, uma coach brasileira superdivertida e descolada. Depois de ler todos os posts do blog e assistir a todos os vídeos do seu canal no youtube, tomei coragem e enviei um e-mail para ela que, para a minha surpresa, em menos de dois dias foi respondido.Na verdade, foi a Vivi que trabalha com a Paula mas ela foi muito atenciosa. No e-mail perguntei o que fazer se eu não conseguia evoluir na minha área. O resumo do e-mail foi: agradecer, meditar e se movimentar. E lendo por cima parecem práticas superficiais, mas que, na verdade, fazem muito sentido.

 

A verdade é que somos folgados. Queremos as respostas prontas, de mão beijada. Mas, nesse caso, precisamos olhar para dentro de nós mesmos e ir nos conhecendo aos poucos.

 

Um jeito de fazer isso é meditar. E quando a gente ouve isso, logo pensa que precisa ir num parque, fazer posição de lótus e ficar lá por 45 minutos tentando não pensar em nada. Bom, era isso que eu achava que era meditar.Mas novamente num dos vídeos da Paula, ela desmistifica isso e conta que a partir do momento em que você para prestar atenção na sua respiração, você já está meditando. O que achei incrível e surpreendentemente libertador.

 

Hoje em dia, vivemos tão conectados que não paramos para ter um tempo só nosso.

 

Pode reparar. Mesmo se você estiver “descansando”, você está assistindo netflix, rolando o feed do facebook ou até mesmo lendo um livro. A meditação nos proporciona esse tempo para o cérebro, sem fazer absolutamente nada e só deixar a mente pensar o que ela quiser.Depois disso a gente pode tentar encontrar a resposta para esse temível dilema profissional. E não adianta esperar sentado porque a resposta não vai cair no seu colo.

 

 

Acredite, eu tentei fazer isso por mais de dez anos e olha no que deu: estou chegando aos trinta, sem saber o que eu quero. Um dos textos no blog da Paula ela explica que precisamos nos movimentar mesmo sem saber exatamente para onde ir. Encher sua rotina de atividades que lhe façam bem, que o inspirem. Se vai dar certo, eu não sei, mas, a essa altura do campeonato, melhor tentar do que continuar esperando.Outra coisa que percebi por conta própria é que esse assunto não tem fim. Mesmo achando algumas boas respostas (ou caminhos para seguir) eu continuava procurando textos e vídeos sobre o assunto. Assistia aos TED Talks, acompanhava vídeos e blogs de coaches, indicações de livros e me peguei vendo esse material sem fim que estava me desviando de praticar o que eu já tinha aprendido. Então, resumindo a sua, a minha, a nossa lição de casa é: praticar o nadismo!

 

Todos os dias, separe um tempinho do seu dia para não fazer absolutamente nada (dormir não conta!).

 

O que eu faço é ficar num lugar tranquilo, onde ninguém vá me atrapalhar (no quarto, no quintal, no banheiro), fecho os olhos e deixo a mente ir para onde ela quiser.

 

Fazer o que gosta

 

Praticar um esporte, tocar um instrumento, ler livros ou blogs, cozinhar, varrer a rua, pintar, costurar, viajar, não importa o que seja, mantenha a sua rotina recheada de atividades que você goste. Inscreva-se em cursos, vá passear no parque, converse com as pessoas, inspire-se e renove-se sempre! Confesso que esses últimos tempos eu tenho procrastinado bastante e só fico pesquisando sobre esse assunto que tanto me perturba. Mas agora que fiz esse texto, posso correr atrás das atividades que me inspiram (o blog, inclusive, é uma delas)!Eu poderia continuar escrevendo mais sobre o assunto, mas não faz sentido.Se você está perdido como eu, agarre-se ao que lhe faz bem e vá na fé. A cada ação que a gente praticar, mais perto de descobrir o nosso propósito estaremos.

 

E você, já descobriu o seu propósito? Tem alguma dica? Compartilha com a gente!

 

Por CLAUDIA HI

Fonte: O Segredo


1
18 de dezembro de 2017

A Operação do Gaeco de Campinas, chamada Operação Ouro Verde, liga o Prefeito de Rio Claro/SP em novos trechos das interceptações telefônicas, feitas com autorização da justiça, que levantam a suspeita de que um dos acusados de atuar no esquema contava com a ajuda importante dentro da Câmara dos Deputados para conseguir contratos em outras cidades. Em pelo menos duas ocasiões, um dos diretores da Vitale, Fernando Vítor, foi apresentado a prefeitos de municípios paulistas, Rio Claro/SP, Prefeito Juninho da Padaria, pelo Deputado Federal Luiz Lauro Filho, sobrinho do prefeito Jonas Donizette.

 

Interceptação da Justiça: “A gente já tá lá como serviços médicos”

Rio Claro/SP  – Campinas/SP

 

Fonte: Band Campinas

 

 

Hoje, 18/12/2017, o Presidente da Câmara Municipal de Rio Claro/SP, André Luis de Godoy a pedido do Secretário Municipal de Saúde cancelou a Sessão Extraordinária que ocorreria.

 

irton-moreira-saude-camara-rio-claro-sp

Foto: Irto Moreira 

1
18 de dezembro de 2017

Não teremos muitos feriadões no sentido mais “feriadão” do termo. Dia do Trabalhador e Proclamação da República serão os únicos que cairão terça ou quinta, o que significa quatro dias de descanso para os afortunados que conseguem enforcar trabalho ou aula. Além desses, Natal também cai terça, mas Natal tem um peso menor para enforcar, já que muita gente está de férias (de verão, concentradas, coletivas…).

 

Ainda assim, 2018 será um bom ano, na verdade um excelente ano, em se tratando de feriados. Independência, Nossa Senhora Aparecida e Finados serão em uma sexta-feira. Isso sem contar aqueles do primeiro semestre que caem em dias fixos da semana. Vamos lá:

 

 

1º de janeiro (Confraternização Universal) – segunda-feira
13 de fevereiro (Carnaval) – terça-feira
30 de março (Sexta-feira da Paixão) – sexta-feira (#cêjura?)
21 de abril (Tiradentes) – sábado
1º de maio (Dia do Trabalhador) – terça-feira
31 de maio (Corpus Christi) – quinta-feira (como sempre)
7 de setembro (Independência) – sexta-feira
12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida) – sexta-feira
2 de novembro (Finados) – sexta-feira
15 de novembro (República) – quinta-feira
25 de dezembro (Natal) – terça-feira

 

A aprovação do Dia da Consciência Negra como feriado nacional ainda está em trâmite no Congresso. Em 2018, ele também cairá em uma terça-feira. Então, caso você more em uma das mais de 1.000 cidades onde já é feriado (o que inclui São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e João Pessoa), ganhará mais um feriadão.

 

Sendo assim, os sortudos que emendarão todos os feriados possíveis terão36 dias de folga. Como “folga” entendemos o uso prático do termo “feriadão”: caiu terça ou quinta, quatro dias. Caiu no fim de semana, nenhum dia (pedimos desculpas a todos que trabalham sábado e/ou domingo pelo asterisco que não contempla os feriados que fazem, sim, diferença para vocês). Também esticamos o Carnaval a cinco dias de folga, considerando que o meio período da Quarta-Feira de Cinzas é um dia morto (você está lendo este post porque quer saber sobre os feriados de 2018, então não venha com papinhos de “sofrência”, que trabalha na quarta depois do Carnaval, que está sempre na correria etc.. Pra cima da gente não, pô!).

 

Vamos comparar. Em 2017, temos Ano-Novo no domingo, Dia do Trabalhador e Natal na segunda, República na quarta, Tiradentes na sexta e uma penca na quinta: Independência, Nossa Senhora Aparecida e Finados, além do de sempre (Corpus Christi). Um belo ano, mas, ainda assim, com dois dias a menos de folga que em 2018: 34.

 

Em 2016, a vida foi mais dura: só 26 dias na maciota, por causa daquele mundaréu de feriados na quarta. Já em 2015, 35 dias, com muitos feriados caindo segunda-feira. Mas, em 2014, foram só 22 dias. Tudo parecia bem até a Copa (em muitos sentidos). Aí veio o 7 a 1 e quatro feriados na sequência em fins de semana (Independência, Nossa Senhora, Finados e República). O ano de 2013 foi pior ainda: 21 dias (caía quase tudo em fim de semana). Veja a retrospectiva:

 

 

2018: 36 dias de folga
2017: 34
2016: 26
2015: 35
2014: 22
2013: 21
2012: 33
2011: 20
2010: 31
2009: 35
2008: 27
2007: 36
2006: 34
2005: 23
2004: 32
2003: 22
2002: 21
2001: 36

 

 

Ou seja, 2018 será o ano com mais feriadões do século até aqui, empatado com 2001 e 2007. Mas pode tomar a dianteira de vez caso o Dia da Consciência Negra vire feriado nacional.

 

E não custa lembrar que tem Copa: pegamos a Suíça em 17 de junho (15h no horário de Brasília, mas é domingo, então é bom para o churrasco, mas não para a nossa conta da preguiça). Depois, Costa Rica em 22 de junho (9h de uma sexta, pode rolar um meio período pra muita gente) e Sérvia dia 27 (15h de uma quarta-feira).

 

Se o time de Adenor, o Tite, passar adiante (e deve, convenhamos), podemos descolar mais uns dias. Passando em primeiro no grupo, o Brasil joga as oitavas em uma segunda-feira. Passando em segundo, joga na terça. Nas quartas, a classificação da seleção no grupo faz a diferença: se passar em primeiro, joga na sexta, 6 de julho (às 15h, maravilha, pode se despedir do chefe mais cedo e decretar o fim de semana). Se tropeçar e passar em segundo, enfrentará quem tiver que enfrentar no sábado. Já as semifinais serão terça e quarta (10 e 11 de julho). Disputa de 3º no sábado, final no domingo. Então, se tudo der certo e o Brasil passar em primeiro e chegar à final, teremos cinco dias de Copa que caem durante a semana, sendo que dois serão sexta-feira, e um, segunda.

 

Vem logo, 2018.

 

Fonte: Mundo Estranho


1
18 de dezembro de 2017

O grupo prometia interceder junto a autoridades públicas para resolver as pendências criminais das vítimas

 

Nesta terça (5/12), o Gaeco deflagrou a Operação Fumaça com o objetivo de desarticular organização criminosa que praticava extorsão, corrupção passiva e concussão, dentre outros crimes. A ação contou com apoio da Polícia Militar, da Corregedoria da Polícia Civil, e da Receita Federal.

 

Foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva em face de advogados, empresários e executivos, e três mandados de condução coercitiva, dois deles contra agentes públicos. Também foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Rio Claro, Piracicaba, Itu, Piraju, Avaré e São Paulo.

 

Ao longo da investigação descobriu-se que a organização criminosa identificava potenciais vítimas dentre empresários que eram investigados criminalmente. O grupo prometia que iria interceder junto a autoridades públicas do sistema de Justiça penal para resolver as pendências criminais de suas vítimas e forjava mandados de prisão e notícias sobre operações do Gaeco contra suas vítimas prometendo que as ordens de prisão e operações seriam suspensas caso os valores exigidos fossem pagos.

 

Ministério Público 


1
18 de dezembro de 2017

Agentes vinham sendo investigados por extorsão qualificada

 

Na manhã desta quarta-feira (13/12), foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de São Paulo e pela Corregedoria da Polícia Civil a Operação Abutre. O objetivo foi cumprir mandados de busca e apreensão domiciliar e de prisão contra alguns policiais civis lotados na cidade de Rio Claro. Eles vinham sendo investigados pela prática do crime de extorsão qualificada.

 

As investigações tiveram início após o recebimento de notícias de que alguns policiais civis de Rio Claro, após privar de liberdade três pessoas, haviam exigido e recebido dinheiro de uma delas, sob a ameaça de que, se a vítima não repassasse os recursos, eles iriam “arrumar para a cabeça dela”. Segundo as informações iniciais, após receber cerca de R$ 15 mil em dinheiro, os policiais, não satisfeitos, queriam receber mais, passando a pressionar e atemorizar a vítima e seus familiares.

 

Durante as investigações, foram coletadas diversas provas dos fatos, destacando-se imagens filmadas por câmeras de monitoramento, comprovantes de saques bancários e depoimentos testemunhais.

 

De posse destes elementos de prova, o Juízo da 3ª Vara Criminal de Rio Claro decretou a prisão preventiva de três dos quatro policiais investigados, bem como autorizou as buscas e apreensões nas residências e locais de trabalho de todos eles. Durante as buscas foram apreendidos R$ 16,5 mil em dinheiro, vários extratos de movimentação financeira, comprovantes de depósitos e investimentos em nome de terceiros, com valores ultrapassando a marca de R$ 300 mil. Além disso, foram localizados documentos de propriedade de veículos diversos, entre eles uma Mercedes Benz C 180, diversos objetos de valor como relógios, um drone e contratos e escrituras públicas de compra e venda de imóveis. Em poder de um dos investigados foram encontradas diversas munições de arma de fogo. Houve também a apreensão de 39 porções de maconha, embaladas individualmente.

 

Em poder de dois investigados foi encontrado arquivo digital com cópia integral do procedimento judicial que resultou na decretação de prisão preventiva e de buscas e apreensões realizadas em Rio Claro há alguns dias, no âmbito da Operação Fumaça. Além disso, o veículo Mercedes Benz C 180 foi adquirido por um dos investigados e se encontra no estabelecimento comercial de Cristiano Sorano, que foi preso em razão da mesma operação.

 

Os trabalhos de apuração e de adoção de medidas judiciais decorrentes da operação realizada nesta quarta-feira ainda prosseguem.

 

Todo o trabalho investigativo e de cumprimento dos mandados foi feito em conjunto pelo Ministério Público e pela Corregedoria da Polícia Civil em Piracicaba.

 

Ministério Publico


ministerio
18 de dezembro de 2017

Entre elas estão delegado, investigador e empresários Na última quarta-feira (13/12), o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) ofertou denúncia contra nove pessoas, em razão da Operação Fumaça, deflagrada em 5 de dezembro com o apoio da Polícia Militar, da Corregedoria da Polícia Civil e da Receita Federal. A organização criminosa, composta de delegado de polícia, investigador, empresários e advogados, atuava em Rio Claro. Os crimes imputados foram organização criminosa, corrupção passiva, extorsão e lavagem de dinheiro.

 

O delegado de polícia denunciado é apontado pelo Ministério Público como o instituidor e coordenador da organização criminosa. Foi ele quem indicou à pessoa que investigava, vítima dos fatos, um dos advogados presos e também denunciado. Por mais de dois anos, a organização criminosa exigiu de suas vítimas, entre elas uma idosa com quase 70 anos, valores que eram entregues para advogados e consultores integrantes da organização criminosa. Como forma de atemorizar suas vítimas, os membros do grupo exibiam notícias de operações do Gaeco e mandados de prisões falsos, exigindo o pagamento de quantias milionárias para evitar os cumprimentos. Os advogados e consultores integrantes da organização informavam que poderiam intervir junto a autoridades públicas do sistema de Justiça penal para resolver as pendências criminais das vítimas. Em caso de condenação, os fatos imputados ao delegado de polícia – afastado das funções por decisão judicial – podem gerar pena de 42 anos, enquanto ao advogado indicado por ele à vítima, a pena pode chegar a 78 anos.

 

A Secretaria de Segurança Pública já está ciente da decisão de afastamento. Entre os denunciados e presos está um ex-promotor de Justiça, exonerado por condenação penal, sendo apreendido com ele inclusive a carteira funcional. Há informações de que o acusado se identificava como promotor de Justiça aposentado. A Justiça indeferiu todos os pedidos de revogação das prisões preventivas.

 

 

Ministério Público


1
18 de dezembro de 2017

Nesta quinta-feira (14), por volta das 21h, morreu o promotor de justiça Dr. Renato Mendes de Oliveira, de 40 anos, após bater na traseira de um caminhão na Rodovia Antonio Romano Schincariol, que liga Itapetininga à Tietê.

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o promotor trafegava pela Rodovia, quando no KM 84, perdeu o controle do carro e bateu na traseira do caminhão. Com o impacto, o veículo foi parar embaixo do caminhão.

 

Ainda segundo os Bombeiros, o promotor chegou a ser socorrido e levado ao hospital da cidade de Tietê, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidades hospitalar. O motorista do caminhão não ficou ferido.

 

O trecho onde aconteceu o acidente precisou ser parcialmente interditado e as causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

 

Dr. Renato estava lotado na Sétima Promotoria de Justiça Civil de Rio Claro há aproximadamente seis meses e atualmente acumulando uma Promotoria de Santa Barbara D’Oeste. É natural de Cesário Lange, casado com dois filhos, sendo que sua esposa está gravida do terceiro filho e a cerca de dez dias tinha perdido seu pai.

 

O corpo foi velado no velório de Cesário Lange e enterrado no cemitério, local às 16 horas de sexta-feira (15).