1

O Prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, Prefeito de Rio Claro enviou para a Câmara Municipal, o Projeto de Lei nº 184/2017, que trata da Politica Municipal de Fomento e Apoio ao Desenvolvimento Local e a Economia Solidária. No Artigo 24 ele pede a extinção do Fundo Municipal de Fomento a Economia Solidária.

 

Será que a Câmara Municipal de Rio Claro – SP vai concordar com esta proposta?

A primeira votação do Projeto de Lei foi aprovada pela maioria dos vereadores nessa segunda (16).

Segunda-feira que vem (23) tem a segunda votação.

 

“Nós Empreendimentos Econômico Solidários e Conselheiros do Conselho Municipal de Rio Claro (nem fomos consultados), não podemos permitir isso!” afirma Tatiana Silva, envolvida na Economia Solidária, revoltada com a situação.

 


1

Antes, divulgação da lista estava a cargo de área técnica do Ministério do Trabalho. Em nota, ministério afirmou que portaria ‘aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado’.

 

Uma portaria publicada pelo governo nesta segunda-feira (16) estabelece que a divulgação da chamada “lista suja“, que reúne as empresas e pessoas que usam trabalho escravo, passará a depender de uma “determinação expressa do ministro do Trabalho”.

 

A portaria anterior, de maio de 2016, não fazia menção à necessidade de aprovação pelo ministro. Ela definia que a organização e a divulgação do Cadastro ficaria “a cargo da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae)”.

 

De acordo com a nova portaria, assinada pelo ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho), “a organização do cadastro ficará a cargo da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), cuja divulgação será realizada por determinação expressa do Ministro do Trabalho”.

 

Em nota, o Ministério do Trabalho afirmou que mudança promovida pela portaria “aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado Brasileiro” (veja a íntegra da nota ao final desta reportagem).

 

A nova portaria também altera as regras para a inclusão de nomes de pessoas e empresas na lista suja de trabalho escravo e os conceitos sobre o que é trabalho forçado, degradante e trabalho em condição análoga à escravidão (veja mais abaixo, neste texto).

 

O QUE MUDOU NA FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO

 


ANTES AGORA
>> ‘Lista suja’ era organizada e divulgada pela Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae) >> Organização fica a cargo da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) e divulgação será realizada por “determinação expressa” do ministro do Trabalho.
>> Para a comprovação da condição análoga à escravidão o auditor fiscal deveria apenas elaborar um Relatório Circunstanciado de Ação Fiscal >> Exigência de anexar um boletim de ocorrência policial ao processo que pode levar à inclusão do empregador na “lista suja”.
>> Fiscais usavam conceitos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Código Penal para determinar o que é trabalho escravo. >> Portaria estabelece quatro pontos específicos para definir trabalho escravo: submissão sob ameaça de punição; restrição de transporte para reter trabalhador no local de trabalho; uso de segurança armada para reter trabalhador; retenção da documentação pessoal.

 

MPT critica mudanças

 

 

O texto foi duramente criticado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O vice-coordenador nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo, Maurício Ferreira Brito, afirmou que as mudanças “esvaziam a lista suja”.

 

“A divulgação deixa de ser feita por critérios jurídicos e passa a ser feita por critérios políticos do ministro do Trabalho”, afirmou.

 

Brito também criticou outra mudança promovida pela portaria publicada nesta segunda: a exigência de anexar um boletim de ocorrência policial ao processo que pode levar à inclusão do empregador na lista suja.

 

Segundo ele, é mais burocracia para dificultar o combate ao trabalho escravo.

 

Definição

 

A portaria também altera os conceitos que devem ser usados pelos fiscais para identificar um caso de trabalho escravo. Até então, os fiscais usavam conceitos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do código penal.

 

De acordo com a portaria, será considerado trabalho análogo à escravidão:

 

  • a submissão do trabalhador a trabalho exigido sob ameaça de punição, com uso de coação, realizado de maneira involuntária;
  • o cerceamento do uso de qualquer meio de transporte por parte do trabalhador com o fim de retê-lo no local de trabalho em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto, caracterizando isolamento geográfico;
  • a manutenção de segurança armada com o fim de reter o trabalhador no local de trabalho em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto;
  • a retenção de documentação pessoal com o fim de reter o trabalhador no local de trabalho.

 

Brito, do MPT, criticou as restrições aos conceitos do que seria, ou não, condição de trabalho análogo à escravidão. Ele afirma que hoje o Código Penal traz conceitos amplos, mas a nova portaria atrela o trabalho análogo à escravidão à ideia de restrição de liberdade.

 

“É um conceito totalmente ultrapassado”, disse Brito.

 

Os conceitos definidos pela portaria serão usados na concessão de seguro-desemprego pago para quem é resgatado de regime forçado de trabalho ou em condição similar à escravidão. Mas o novo texto também norteará a atuação dos auditores do trabalho, que são os responsáveis pelas fiscalizações.

 

Veja a íntegra da nota do Ministério do Trabalho:

 

O Ministério do Trabalho publicou, na edição de hoje do Diário Oficial da União, Portaria nº 1.129, de 13 de outubro de 2017, que aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado Brasileiro, ao dispor sobre os conceitos de trabalho forçado, jornada exaustiva e condições análogas à de escravo, para fins de concessão de seguro-desemprego ao trabalhador que vier a ser resgatado em fiscalização promovida por auditores fiscais do trabalho, bem como para inclusão do nome de empregadores no Cadastro de Empregadores que tenham submetido trabalhadores à condição análoga à de escravo, estabelecido pela PI MTPS/MMIRDH nº 4, de 15.05.2016.

 

O combate ao trabalho escravo é uma política pública permanente de Estado, que vem recebendo todo o apoio administrativo desta pasta, com resultados positivos concretos relativamente ao número de resgatados, e na inibição de práticas delituosas dessa natureza, que ofendem os mais básicos princípios da dignidade da pessoa humana.

 

Reitera-se, ainda, que o Cadastro de Empregadores que submeteram trabalhadores à condição análoga à de escravo é um valioso instrumento de coerção estatal e deve coexistir com os princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório.

  

Foto: BBC

Fonte: G1


1

O que é caráter?

 

Caráter é um conjunto de características e traços relativos à maneira de agir e de reagir de um indivíduo ou de um grupo. É um feitio moral. É a firmeza e coerência de atitudes.

 

O conjunto das qualidades e defeitos de uma pessoa é que vai determinar a sua conduta e a sua moralidade, o seu caráter. Os seus valores e firmeza moral definem a coerência das suas ações, do seu procedimento e comportamento.

 

O que é falha de caráter:

 

As falhas de caráter são características naturais do ser humano. Errar faz parte do desenvolvimento e é graças aos erros que muitas de nossas aprendizagens, e mesmo evolução como pessoas, acontece. A falha está relacionada com consciência e busca sincera por mudanças.

 

A falta de caráter é percebida quando, mesmo errando repetidamente com os outros, causando prejuízo a terceiros, e ferindo sentimentos através de manipulações e mentiras, a pessoa insiste no ato. A falta de caráter é característica de pessoas com baixa consciência moral, uma vez que essas pessoas não objetivam melhorar, pelo menos não sinceramente.

 

Alguns exemplos de FALTA de caráter:

 

Mentiras:

 

Todos nós mentimos, quer admitamos, quer não. As mentiras podem ser coisas banais do dia a dia, como dizer que vamos para casa, quando realmente não queremos sair com alguém. (nesse caso, até uma maneira de tentar abrandar um mal-estar), como podem ser mentiras mais graves, e que envolvem consequências importantes.

 

Entretanto, como eu disse no começo, todos estamos sujeitos a um erro grave. A diferença entre uma mentira acontecer em uma pessoa normal (cheia de falhas, mas que tem consciência), e em uma pessoa com falta de caráter, será a repetição e a não correção do ato, mesmo após ter passado por situações delicadas com as mentiras anteriores. Uma, duas mentiras são aceitáveis. Entretanto, um mentiroso (a) frequente mostra sérios sinais de falta de caráter.

 


Traição:

 

Longe de ser um tópico moralista, a traição pode ser entendida como falta de caráter, quando também acontece recorrentemente em uma relação em que o pacto do casal é de fidelidade. A traição também deve ser lembrada nos contextos de sociedade, no trabalho e amizade, em que o raciocínio é o mesmo: quebra de acordos e confiança.

 

Dívidas:

 

Uma coisa é a pessoa passar por situações complexas e que impossibilitem o pagamento de suas contas, outra coisa é a má administração do dinheiro, o consumismo desnecessário e o “comprar sem ter a intenção de pagar”. Um exemplo que deve ser observado são as pessoas que emprestam dinheiro de familiares e/ou amigos e não se veem na obrigação de pagar, aproveitando-se do vínculo afetivo existente. Mais uma vez, a falta e caráter será observada na frequência das ações.

 

Tratamento diferenciado:

 

O que motiva alguém a tratar bem algumas pessoas em detrimento de outras? O que pensar de alguém que só trata bem àqueles que têm dinheiro ou que podem lhe oferecer algo em troca? A arrogância, a hipocrisia e comportamento interesseiro também são, sem dúvidas, sinais de falta de caráter.

 

Manipulação:

 

Tentar convencer alguém a pensar ou fazer algo de maneira diferente são coisas completamente diferentes de manipular pessoas a fazerem coisas que elas, se estivessem em plena consciência de seus atos, talvez não fizessem. A manipulação é um comportamento egoísta, uma vez que tira o direito de escolha do outro, e mostra falta ou total ausência de consideração pelo outro. O manipulador sempre visa driblar vontades e regras para favorecimento pessoal.

 

Falta de palavra:

 

A falta de palavra pode caminhar próximo à mentira e à manipulação. Quando alguém combina algo ou assume um compromisso, a espera social é que o mesmo seja cumprido. Mais uma vez, descartando os casos isolados, uma “Palavra” quebrada com frequência oferece sérios indícios de falta de caráter.

 

Não assumir as próprias responsabilidades:

 

Um dos maiores sinais de maturidade que pode ser encontrado em alguém é a capacidade de assumir as próprias responsabilidades. A falta de caráter pode ser observada se uma pessoa repetidamente atribui a outros a responsabilidade por atos que deveriam ser assumidos pessoalmente, principalmente, no que se refere às quebras de regras e leis que infringem com frequência.

 

Nota da página: Não é por acaso que as características acima são frequentes em sociopatas, pessoas com ausência de consciência e consideração pelos outros.

 

Fonte: Bem mais Mulher


1

Documento foi enviado aos deputados e senadores após divulgação do vídeo de Funaro

 

BRASÍLIA – O presidente Michel Temer encaminhou, nesta segunda-feira, uma carta aos deputados e senadores do Legislativo na qual diz ser vítima, desde maio, de “torpezas e vilezas” e que, apesar de “jamais” ter acreditado haver uma conspiração para o retirar do cargo de presidente da República, agora enxerga esses fatos como “incontestáveis”. Um dos argumentos utilizados pelo presidente é uma entrevista concedida pelo ex-deputado Eduardo Cunha à revista “Época”. (LEIA AQUI A ÍNTEGRA DA CARTA)

 

“Começo pelo áudio da conversa entre os dirigentes da JBS. Diálogo sujo, imoral, indecente, capaz de envergonhar aqueles que o ouvem. (…) Quem o ouviu verificou urdidura conspiratória dos que dele participavam demonstrando como se deu a participação do ex-procurador-geral da República (Rodrigo Janot), por meio de seu mais próximo colaborador, Dr. Marcelo Miller”, avalia Michel Temer.

 

No texto, o presidente se diz “indignado” por ser “vítima de gente tão inescrupulosa”. Na entrevista à “Época”, Cunha diz que sua tentativa de fechar um acordo de delação premiada junto à força-tarefa da Operação Lava-Jato não foi bem sucedida porque o procurador-geral exigia que ele incriminasse o presidente da República.

 

“Esta negativa levou o procurador Janot a buscar alguém disposto”, pondera Temer no documento ao se referir às delações de Lúcio Funaro, apontado como operador do PMDB no esquema de propina: “Ressaltando que ele, Funaro, sequer me conhecia”, destaca.

 

O presidente também cita o vazamento dos áudios com conversas dos dirigentes da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud, em que avalia ficar claro o objetivo de “derrubar o presidente da República”. Temer pontua ainda que nos áudios Joesley diz que, “no momento certo, e de comum acordo com Rodrigo Janot, o depoimento já acertado com Lúcio Funaro ‘fecharia a tampa do caixão'”.

 

“Tudo combinado, tudo ajustado, tudo acertado, com o objetivo de: livrar-se de qualquer penalidade e derrubar o presidente da República. (…) Afirmações falsas, denúncias ineptas alicerçadas em fatos construídos artificialmente e, portanto, não verdadeiros, sustentaram as mentiras, falsidades e inverdades que foram divulgadas”, critica Michel Temer.

 

O peemedebista aproveitou para exibir índices que apontam a retomada do crescimento do país. Entre eles estão a queda da taxa Selic – que em maio de 2016 marcava 14,25% e, em setembro deste ano, chegou a 8,25% -, e o aumento do valor exportado, que acumulou US$ 164,603 bilhões desde janeiro de 2017.

 

“O Brasil não parou, apesar das denúncias criminosas que acabei de apontar”, pondera Temer ao ressaltar a agenda de reformas propostas pelo seu governo: “O País avança com o teto de gastos públicos, lei das estatais, modernização trabalhista, reforma do ensino médio, proposta de revisão da Previdência, simplificação tributária”.

 

Temer ressalta ainda que a carta tem tom de “desabafo”, e afirma que a “armação está sendo desmontada”. “É uma explicação para aqueles que me conhecem e sabem de mim. É uma satisfação àqueles que democraticamente convivem comigo”, destaca sobre o teor do documento.

 

A carta, com quatro páginas, foi enviada aos parlamentares na semana em que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara se prepara para votar o parecer de Bonifácio Andrada (PSDB-MG) pelo arquivamento da segunda denúncia feita contra o presidente pelo Ministério Público (MPF) por obstrução à Justiça e organização criminosa.

  

Foto: Presidente Michel Temer no Palácio do Planalto – Ailton de Freitas / Agência O Globo

Foto: O Globo


1

Votos a favor de disciplinar o comércio e o porte de armas de fogo em território nacional são maioria, até a tarde desta segunda-feira

 

RIO – O Senado Federal abriu uma consulta pública em seu site para tratar do Estatuto do Desarmamento. A enquete coloca em discussão o projeto de lei 378/2017 – que sugere “disciplinar a fabricação, importação, comercialização, registro, posse e porte de armas de fogo e munição no território nacional”, perguntando ao internauta se ele concorda ou não com a proposta.

 

Até as 16h desta segunda-feira, mais de 4,5 mil pessoas já haviam votado a favor da ementa, enquanto cerca de 500 haviam se manifestado contra o projeto.

 

O projeto foi protocolado em 5 de outubro pelo senador Wilder Morais (PP-GO) e tem o objtivo de revogar o Estatuto do Desarmamento para criar o Estatuto do Armamento no Brasil. Entre outras mudanças, estabelece 18 anos como idade mínima para ter arma (hoje é 25 anos) e “validade mínima” de 10 anos para o registro (atualmente de cinco anos).

 

O texto vai na mesma linha que outro projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento da Câmara. Essa proposta já passou em comissão especial e aguarda ser pautada no plenário. Entre outras mudanças, amplia as categorias profissionais com acesso à arma, reduz a idade mínima para ter arma de 25 para 21 anos e torna a posse permanente (sem necessidade de revalidação).

 

O Senado e a Câmara dos Deputados têm sites voltados para a consulta pública de diferentes projetos de lei e outras medidas em discussão no Congresso. Os resultados não têm impacto direto na matéria em questão, a ideia é envolver a população nas propostas.

 

Mas as consultas não deixam de ser uma ferramenta para que os parlamentares conheçam a opinião da sociedade sobre um determinado assunto, como este que versa sobre a segurança pública.

 

 

Foto: Porte de arma diverge opiniões – Pedro Kirilos / Agencia O Globo

Fonte: O Globo


2

O Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro convocou a 13ª Conferência Municipal de Saúde de Rio Claro/SP, que será realizada no dia 02 de Dezembro de 2017, em Rio Claro.

 

TEMA DA CONFERÊNCIA:
“Responsabilidade do Controle Social no SUS”.

 

Os eixos temáticos da 13ª Conferência Municipal de Saúde de Rio Claro/SP serão:

I – Entendendo melhor o Controle Social;
II – Fortalecimento da Participação Social; e
III – A população como protagonista no SUS.

 

As pré-conferências poderão ser realizadas no período de 09 de Outubro a 11 de Novembro de 2017, para tanto, pedimos a gentileza que nos informe qual a melhor data de realização enviando e-mail para: conselho@saude.rc.sp.gov.br ou conselho@saude-rioclaro.org.br

 

CONTAMOS COM A SUA PARTICIPAÇÃO!

 

1


rio-corumbatai

convite


_DSC9628

O fotografo Rioclarense Renato Hoffmann participará  uma exibição fotográfica “The London Photo Show” de 18 a 22 de outubro e irá exibir 9 fotos de Rio Claro, com foco na Floresta Estaual Navarro de Andrade.

 

Renato  nascido em Rio Claro em 1978 é apaixonado por fotografia e já participou de palestras e workshop de fotografia em Rio Claro. Ele se considera um fotografo semi profissional, por ter a fotografia como um hobby e porque   utiliza principalmente uma camera semi profissional para fazer suas fotos.

 

Hoje Renato mora na Inglaterra, mas anualmente vem para Rio Claro para visitar sua familia e amigos e aproveita o tempo para atualizar suas fotos na região. Na Europa, ele procura viajar e registrar seus momentos em fotos. Todas as aventuras de Renato podem ser conferidos no site de viagem Viajario (www.viajar.io)

 

Renato recebeu com muito orgulho o convite para participar da exposição “The London Photo Show” que ocorre de 18 a 22 de outubro na Strand Gallery, 32 John Adam St, (WC2N 6BP) em Londres das 11h até as 18h. A Exposição é organizada por fotografos e conta com cerca de 30 expositores de todo o mundo e não possui um assunto específico a ser abordado. “Escolhi fotos de Rio CLaro, principalmente da Floresta Estadual, para mostrar as belezas da minha cidade natal  as pessoas da Europa. Assim como quando eu cheguei fiquei impressionado com muitas coisas aqui por serem diferentes,  desejo impressionar os Ingleses com a natureza do nosso país e da nossa cidade.”

 

_DSC9621


Site

No processo de amadurecimento e aprendizado! Deus esta lado a lado com seus filhos!! Creia e prossiga sempre!
Abençoada e produtiva semana à todos.
Pastora
Márcia Valéria Borges Marçal

22491966_527353894281987_4568146361553569763_n


uparc

Toda a renda será revertida em prol dos animais carentes – Participe!

uparc

Saiba mais no Link do Evento – Clique aqui!


005

Em meio aos rumores de que a Coreia do Norte prepara o lançamento de múltiplos mísseis para as próximas semanas, dois bombardeiros supersônicos dos Estados Unidos sobrevoaram a península ao lado de caças da Coreia do Sul para dar uma demonstração de força ao regime de Pyongyang.

 

Os jatos partiram na tarde da última terça-feira (10) de Guam, território ultramarino norte-americano já ameaçado por Kim Jong-un, e entraram na chamada Zona de Identificação de Defesa Aérea Coreana (Kadiz) por volta de 20h50 (horário local).

 

Segundo o Comando do Estado-Maior de Seul, os bombardeiros B-1B dos EUA simularam ataques ar-terra no Mar do Japão com dois aviões militares sul-coreanos modelo F-15K. Em seguida, os jatos fizeram manobras na parte ocidental do Mar Amarelo. Os caças ficaram na região da península até 23h30.

 

Os mesmos bombardeiros já haviam realizado atividades similares com a Aeronáutica do Japão, em manobras definidas pelos EUA como “missões bilaterais nas proximidades da Coreia”. Além disso, em julho passado, os caças sobrevoaram a península após o disparo de um míssil intercontinental por Pyongyang.

 

Segundo a imprensa local, militares norte-americanos e sul-coreanos detectaram o transporte de 30 foguetes Scud para a cidade de Nampo, que abriga o maior porto da Coreia do Norte. A movimentação pode indicar a preparação para um possível lançamento múltiplo de mísseis de curto alcance.

 

Existe a expectativa de que Kim Jong-un ordene novos disparos em 18 de outubro, quando deve começar o 19º congresso do Partido Comunista da China. O lançamento simultâneo de foguetes seria incomum, mas não inédito. Em março de 2014, por exemplo, Pyongyang disparou 71 mísseis em uma única semana.

 

Essa seria uma forma de a Coreia do Norte mostrar que é capaz de diferentes tipos de ameaças, após o país ter passado os últimos meses concentrado em projéteis balísticos de longo alcance e testes nucleares.

 

005

 

Fonte: ANSA


004

Há cinco anos, o mundo conhecia a história da paquistanesa Malala Yousafzai, que em 2012 foi baleada na cabeça pelo Talibã e sobreviveu para se tornar um símbolo da luta pela defesa das mulheres à educação.

 

Malala começou a ganhar fama e ser perseguida em seu país pelo grupo fundamentalista quando tinha entre 11 e 12 anos, por escrever um blog para a emissora britânica “BBC” sobre seu cotidiano na cidade em que morava.

 

No dia 9 de outubro de 2012, na época com 15 anos, a jovem voltava para casa em um ônibus escolar quando um homem disparou três tiros contra ela, um deles atingindo sua cabeça. Malala chegou a ficar em estado crítico, mas conseguiu se salvar e desde então é uma ativista pelos direitos das mulheres.

 

Em 2014, aos 17 anos, Malala, que hoje vive no Reino Unido, venceu o Prêmio Nobel da Paz por causa de sua “luta contra a supressão das crianças e jovens e pelo direito de todos à educação” e se tornou a pessoa mais nova a receber a honraria.

 

004

 

Fonte: ANSA


003

Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia estão classificadas para a Copa do Mundo 2018, na Rússia. Na última rodada das Eliminatórias sul-americanas, realizada nesta terça-feira, 10 de outubro, a seleção brasileira, comandada pelo técnico Tite, derrotou o Chile, que está fora do Mundial. Já a equipe do Peru vai tentar a classificação na repescagem diante da Nova Zelândia.

 

Veja os resultados dos jogos desta terça-feira e a tabela de classificação das equipes sul-americanas para a Copa do Mundo de futebol do ano que vem:

 

Resultados dos jogos da 18ª rodada (1o de outubro)

Brasil 3 x 0 Chile

Paraguai 0 x 1 Venezuela

Equador 1 x 3 Argentina

Peru 1 x 1 Colômbia

Uruguai 4 x 2 Bolívia

 

CLASSIFICAÇÃO:

Brasil (41 pontos) – classificado

Uruguai (31 pontos) – classificado

Argentina (28 pontos) – classificado

Colômbia (27 pontos) – classificado

Peru (26  pontos) – vai para repescagem contra a seleção da Nova Zelândia

Chile (26 pontos) – fora do Mundial

Paraguai (24 pontos)

Equador (20 pontos)

Bolívia (14 pontos)

Venezuela (12 pontos)

 

003

 

Fonte: El País


002

Em 8 de outubro de 1967, o exército boliviano, com o apoio de agentes da CIA, capturou Ernesto Guevara de la Serna, o Che, num lugar chamado Quebrada del Churo.

 

Ferido numa perna, o guerrilheiro foi levado a uma escola abandonada do vilarejo de La Higuera, onde passou sua última noite. No dia seguinte, foi executado.

 

A imagem de seu cadáver, exibida aos jornalistas e curiosos, deu a volta ao mundo e lhe garantiu um lugar permanente na História, consolidando seu status de mito revolucionário.

 

002

 

Fonte: El Pais


001

O Brasil derrotou o Chile por 3 a 0 nesta terça-feira no Allianz Parque, em São Paulo, pela última rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo 2018. Com o resultado, os chilenos estão fora do Mundial na Rússia, já que o Peru empatou com a Colômbia e ficou com a quinta colocação. Na repescagem, os peruanos, graças ao gol salvador de Paolo Guerrero, enfrentarão a Nova Zelândia.

 

No início do segundo tempo, a seleção brasileira abriu o placar com Paulinho. De volta à antiga casa, o ex-palmeirense Gabriel Jesus marcou os outros dois gols. Enquanto isso, em Quito, a seleção argentina, comandada por Lionel Messi, que anotou um hat-trick, fez 3 a 1 no Equador e arrancou uma sofrida classificação.

 

Além de Brasil e Argentina, Colômbia e Uruguai, que bateu a Bolívia por 4 a 2, também conseguiram vaga direta no Mundial. O Paraguai, que precisava de uma vitória para tomar o lugar do Peru na repescagem, perdeu em casa para a Venezuela por 1 a 0.

 

001

 

Fonte: El País


II Encontro Para Homens 08.11.2017

II Encontro Para Homens 08.11.2017


Site

Eu vejo o tempo passar e a cada dia meu coração arde de ansiedade para ver e viver a eternidade com meu Jesus!
Não falo de morte, falo de certeza absoluta de VIDA ETERNA com Deus! Eu falo da paz infindável que me espera.
Se você não tem esta certeza e convicção de Jesus; você poderá acha-lo ainda hoje…
Fale com Ele e O convide para ser o Dono, Autor e Consumador de sua vida.
Deus nos abençoe.
Pastora
Márcia Valéria

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


1

Qual a diferença entre calúnia, difamação e injúria?

 

Calúnia, difamação e injúria são crimes contra a honra das pessoas, previstos judicialmente pelo Direito Brasileiro, no Código Penal (CP) e submetidos a sanções, como penas de reclusão e multas.

 

A diferença entre cada um dos crimes contra a honra está no conceito de honra que sofre acusação. A calúnia ofende a honra enquanto cidadão que é acusado de um crime, a difamação ataca a honra objetiva que é a reputação, e a injúria a honra subjetiva, que trata das qualidades do sujeito.

 

Calúnia

 

A calúnia é acusar alguém publicamente de um crime. É o artigo 138 do Código Penal Brasileiro, e prevê reclusão de 6 meses a 2 anos, além do pagamento de multa. Se o crime for comprovado, não existe condenação.

 

Difamação

 

A difamação, artigo 139, é o ato de desonrar alguém espalhando informações inverídicas. A pena é de 3 meses a 1 ano de prisão, com multa. E mesmo se a informação for verdadeira, a pessoa que sofreu a difamação ainda pode processar o outro.

 

Injúria

 

A injúria é quando uma das partes diz algo desonroso e prejudicial diretamente para a outra parte, como chamar de ladrão. É o artigo 140 do Código Penal, e tem de 1 a 6 meses de prisão, mais multa. Neste caso, a veracidade da acusação também não afeta o processo.

 

Exemplo de calúnia, difamação e injúria

 

A calúnia, a difamação e a injúria podem ser cometidos todos juntos de uma só vez. Por exemplo, em um debate na televisão durante a campanha para presidente, um dos candidatos dizer que o concorrente cometeu determinado crime, sem provas do ocorrido, e usando de palavras de calão para se referir à atitude do outro candidato. No caso, seria calúnia por espalhar publicamente, a difamação é o abalo da imagem do outro candidato, e a injúria pelos xingamentos proferidos diretamente ao envolvido, que era o adversário no debate.

 

Diferença entre os crimes contra a honra e os danos morais

 

A principal diferença entre os crimes contra a honra e os danos morais está em qual tribunal ou vara vai apreciar o processo.

 

Calúnia, difamação e injúria são crimes e estão previstos no Código Penal Brasileiro. Quem comete qualquer um dos três pode ir para a prisão, e é julgado por uma vara criminal.

 

Danos morais fazem parte do direito civil, são passíveis de indenização financeira e são julgados por uma vara cível. Mas o réu deste tipo de processo não é preso.

 

O que pode vir a acontecer é uma acusação de calúnia virar um processo de danos morais. Depois de julgado enquanto processo penal, e sentenciado a determinado tempo de reclusão, é possível que a acusação também vire um processo civil, com pedido de indenização por danos morais. Assim são dois processos, julgados por dois foros diferentes.

 

Os danos morais são situações que prejudicam a moralidade de uma pessoa. A indenização por danos morais é uma reparação pedida judicialmente pelos ataques pessoais que não sejam de forma física.

 

Calúnia 
Art. 138. Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: Pena — detenção, de 6(seis) meses a 2 (dois) anos, e multa.§ 1- Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.§ 2- É punível a calúnia contra os mortos.§ 3- Admite-se a prova da verdade, salvo: I – se, constituído o fato imputado crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível;II – se o fato é imputado a qualquer das pessoas indicadas no n. I do art. 141;III – se do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi absolvido por sentença irrecorrível.
 

Difamação
Art. 139. Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:Pena — detenção, de 3(três) meses a 1(um) ano, e multa.
Parágrafo único. A exceção da verdade somente se admite se o ofendido é funcionário público e a ofensa é relativa ao exercício de suas funções.
 

Injúria 
Art. 140. Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro: Pena — detenção, de 1(um) a 6(seis) meses, ou multa.§ 1. O Juiz pode deixar de aplicar a pena:I – quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.§ 2. Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes:Pena — detenção, de 3(três) meses a 1(um) ano, e multa, além da pena correspondente à violência.

 

1


1

Cargos são de níveis médio e superior. Salários vão de R$ 1,8 mil a R$ 4,9 mil.

 

Os Correios abrem nesta segunda-feira (9) as inscrições do concurso público para 88 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis médio/ técnico e superior. Os salários vão de R$ 1.876,43 a R$ 4.903,05. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) é a organizadora responsável pela seleção.

Os cargos de nível superior são para enfermeiro do trabalho júnior, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho júnior.

As vagas de nível médio são para auxiliar de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho.

Do total das oportunidades, 10% são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para negros.

As inscrições devem ser feitas de 9 a 20 de outubro pelo site www.iades.com.br. A taxa é de R$ 50 para nível médio e R$ 70 para nível superior.

As oportunidades são para Brasília, Rio Branco, Maceió, Manaus, Macapá, Salvador, Fortaleza, Vitória, Goiânia, São Luís, Belo Horizonte, Campo Grande, Belém, João Pessoa, Recife, Teresina, Curitiba, Rio de Janeiro, Natal, Porto Velho, Boa Vista, Porto Alegre, São José (SC), Aracaju, Bauru (SP), São Paulo e Palmas. Não há vagas para o estado do Mato Grosso.

A prova está prevista para o dia 26 de novembro, no turno da tarde, e terão duração de quatro horas.

Segundo os Correios, a seleção tem como objetivo repor o quadro de profissionais técnico-especializados, em cumprimento às exigências de norma regulamentadora do Ministério do Trabalho. Essa norma estabelece, dentre outros critérios, a exigência legal mínima de um quantitativo de cargos para compor o SESMT (Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho) da empresa.

Fonte: G1


1

Corpo de Bombeiros controlou as chamas na tarde deste domingo (8), no Jardim São Paulo. Local estava vazio no momento que as chamas começaram e ninguém se feriu.

 

O incêndio destruiu parcialmente um buffet na manhã deste domingo (8), em Rio Claro (SP). O Corpo de Bombeiros controlou as chamas e ninguém ficou ferido. Imagens feitas por moradores flagraram o momento que o fogo destruía o local.

Incêndio no Buffet Pacheco's em Rio Claro (Foto: Vc no G1)

Incêndio no Buffet Pacheco’s em Rio Claro (Foto: Vc no G1)

As chamas começaram no final da manhã no Buffet Pacheco’s, que fica na esquina da Avenida 14 com a Rua 24, no Jardim São Paulo. O incidente assustou os vizinhos do local.

Um evento foi realizado entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo, mas não havia ninguém no local quando o fogo começou.

Os bombeiros foram chamados e controlaram as chamas durante a tarde. As causas ainda são desconhecidas e serão investigadas. Um morador fez fotos do local após o controle do fogo. (veja abaixo). A estrutura do local pode ter ficado comprometida e passará por avaliação.

Incêndio destruiu o Buffet Pacheco's parcialmente em Rio Claro (Foto: Tiago Tomazelli)

Incêndio destruiu o Buffet Pacheco’s parcialmente em Rio Claro

(Foto: Tiago Tomazelli)

Incêndio destruiu o Buffet Pacheco's em Rio Claro (Foto: Tiago Tomazelli)

Incêndio destruiu o Buffet Pacheco’s em Rio Claro (Foto: Tiago Tomazelli)

Fonte: G1


Revista Colaborativa

O seu maior objetivo é diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vidas para um caminho mais rápido ao alcance do conhecimento, divulgar ideias, movimentos, e ações através de uma nova mídia colaborativa na cidade, com informações de causa social, uma revista eletrônica que tem como público alvo internautas com médio e alto potencial ideológico e de consumo para interagir e desenvolver a sua própria subsistência em diversas esferas da comunidade para o bem comum.