Revista Colaborativa Rio Claro Online Contato WhatsApp: +55 19 99646.5260 | 3597.0881 contato@rioclaroonline.com.br


14 de maio de 2020

Prefeitura de Rio Claro cumpre decisão judicial e exonera 255 comissionados


Na tarde desta terça-feira (12) o prefeito João Teixeira Junior (DEM), o Juninho da Padaria, cumpriu a decisão judicial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) e exonerou 255 cargos comissionados da Prefeitura Municipal de Rio Claro e do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE).

 

A lista de exoneração foi publicada na edição do Diário Oficial do Município.

 

Os vereadores da Câmara Municipal de Rio Claro/SP derrubaram o projeto de lei que integrava a Reforma Administrativa. Os cargos em comissão na Fundação de Saúde foram aprovados e mantidos.

 

Confira abaixo a lista dos nomes dos servidores exonerados dos cargos:

 

1 – ANDREA VOLTOLINI TORQUATO ZUCULOTTI, Oficial de Gabinete – Gabinete

2 – JOSÉ RICARDO NAITZKE, Ouvidor – Gabinete

3 – JANETE GERCIANO, Diretora do Departamento de Atendimento – Gabinete

4 – ELIZETE PIZA TEIXEIRA LEITE, Diretora do Departamento de Expediente – Gabinete

5 – VIVALDO STEPHAN JUNIOR, Diretor do Departamento de Comunicação – Gabinete

6 – DAVID MAXWELL FERREIRA, Diretor do Departamento de Subprefeituras – Gabinete

7 – ALEXANDRE RIBEIRO MARQUES, Diretor do Departamento Administrativo e Executivo – Gabinete

8 – MAYCON JOAHNSON, Diretor do Departamento de Administração – Governo

9 – RENATA CRISTINA MURBACH, Diretora do Departamento de Emprego e Renda (PAT) – Governo

10 – REBECA CECCATO ALVES RODRIGUES, Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica – Governo

11 – SÉRGIO MONTENEGRO CARNEVALE, Diretor do Departamento de Desenvolvimento Econômico – Governo

12 – ANDERSON ROGÉRIO GOLUCCI, Diretor do Departamento de Planejamento e Desenvolvimento – Governo

13 – CARLOS EDUARDO TOLENTINO BACCO, Diretor do Departamento de Sistematização e Análise da Inf. Municipal – Governo

14 – FLAVIO LUCIANO BÍSCARO, Diretor do Departamento de Desenvolvimento Urbano e Gestão Territorial – Governo

15 – JOSÉ LUIZ MARQUES, Diretor do Departamento de Bens e Patrimônio – Administração

16 – ÉRIKA BINOTTO GODOY, Diretora do Departamento de Gestão de Pessoas – Administração

17 – SÉRGIO JOSÉ CHRISTOFOLETTI, Diretor do Departamento de Administração – Administração

18 – NEIDE HELOISA OUTEIRO PINTO, Diretora do Departamento Municipal de Saúde Ocupacional – DMSO – Administração

19 – JULIANA CRISTINA SIMÕES, Diretora do Departamento de Controle Orçamentário – SMEF

20 – ANDREIA CRISTINA PAZATO, Diretora do Departamento Financeiro – SMEF

21 – VALÉRIA MANGIAPANE DE CAMPOS SILVA, Diretora do Departamento de Fiscalização – SMEF

22 – JADER AUGUSTO MARQUES CERVEZAN, Diretor do Departamento de Atendimento ao Público – SMEF

23 – JIM KENJI MATSUSHITA, Diretor do Departamento de Logística da Central Geral de Compras – SMEF

24 – MARIA MARGARETE SOARES PISANI, Diretora do Departamento de Contratos da Central Geral de Compras – SMEF

25 – VALDEMAR NAIDHIG NETO, Diretor do Departamento Administrativo da Central Geral de Compras – SMEF

26 – ROMILDO DONIZETE MARINI, Diretor do Departamento de Tecnologia da Informação – SMEF

27 – SANDRA MARIA DOS SANTOS MENDONÇA, Diretora do Departamento de Controle de Pareceres Jurídicos – SMNJ

28 – LENIR MARIA DA SILVA LIMA, Diretora do Departamento de Controle Jurídico de Contas – SMNJ

29 – MARCOS DE CAMPOS SILVA, Diretor do Departamento de Cálculos e Precatórios – SMNJ

30 – DANIELA PRADO FUENTES FIORAVANTE, Diretora do Departamento Administrativo – SMNJ

31 – BENEDITO FERNANDES COSTA, Diretor do Departamento PROCON – SMNJ

32 – PAULO CESAR APARECIDO APOLARI, Diretor do Departamento de Planejamento, Convênios, TI e Comunicação TIC – Educação

33 – MARIO DAVI DO AMARAL VEIGA, Diretor do Departamento de Alimentação Escolar – Educação

34 – MONIQUE DE NEIVA, Diretora do Departamento de Acompanhamento de Obras e Setor Predial – Educação

35 – OSMAR ARRUDA GARCIA, Diretor do Departamento Pedagógico – Educação

36 – MONICA CRISTINA CRHISTOFOLETTI, Diretora do Departamento Administrativo – Educação

37 – JAILSON MALTA MIRANDA DA SILVA, Diretor do Departamento Financeiro e Patrimonial – Educação

38 – ALEXANDRE LUIS FALARARO, Diretor do Departamento de Projetos – SMO

39 – DANILO JOSÉ CAGNONI DA SILVA, Diretor do Departamento de Administração – SMO

40 – LIOMAR LUIZ CANOVA, Diretor do Departamento de Engenharia – SMO

41 – CARLOS EDUARDO MANFRINATTI, Diretor do Departamento de Serviços Municipais – FACUA – SMO

42 – KARINE ROSSI FAISTING, Diretora do Departamento de Obras Particulares – SMO

43 – LUIZ CARLOS LAUREANO JARDIM, Diretor do Departamento de Acompanhamento de Obras Habitacionais – Habitação

44 – VINICIUS PINHEIRO HOFLING, Diretor do Departamento de Habitação e Regularização Imobiliária – Habitação

45 – EDUARDO BARBOSA, Diretor do Departamento de Atividades Artísticas e Culturais – Cultura

46 – JOSÉ ROBERTO SANT’ANA, Diretor do Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural – Cultura

47 – CARLOS ALBERTO TREVISAN, Diretor do Departamento de Políticas Especiais – Cultura

48 – WILLIAM DE OLIVEIRA, Diretor do Departamento de Resíduos Sólidos – SMMA

49 – JONATHAN PERDIZA DE CAMPOS LEITE, Diretor do Departamento de Meio Ambiente – SMMA

50 – GISELE FERNANDA PFEIFER, Diretora do Departamento de Proteção de Animais – SMMA

51 – LUCIANA REGINA DOS SANTOS FERREIRA, Diretora do Departamento Administrativo e Financeiro – SMDS

52 – RITA DE CASSIA DALLA COSTA DE GODOY LIMA, Diretora do Departamento de Gestão Integrada do SUAS – SMDS

53 – DANIEL BASTOS BUCHIDID, Diretor do Departamento de Gestão de Programas Complementares – SMDS

54 – TALCIDIO DO CARMO LUCIANO, Diretor do Departamento de Turismo e Eventos – SMET

55 – ROBERTO MAXIMO FERREIRA, Diretor do Departamento Administrativo – SMET

56 – VINICIUS DIONE DOS SANTOS SOSSAI, Diretor do Departamento de Esportes – SMET

57 – TULIO ZUCULO, Diretor do Departamento de Vigilância Patrimonial – SMSDCMUSV

58 – LUIZ FERNANDO BUENO DE GODOY, Diretor do Departamento de Comando (Comandante da CGM) – SMSDCMUSV

59 – DECIO SOARES DE CAMARGO JUNIOR, Diretor do Departamento de Logística – SMSDCMUSV

60 – WAGNER MARTINS DE ARAUJO, Diretor do Departamento de Defesa Civil – SMSDCMUSV

61 – LUIZ ALBERTO IRIKURA, Diretor do Departamento de Administração – SMSDCMUSV

62 – ADILSON DA SILVA MARQUES, Diretor do Departamento de Mobilidade Urbana – SMSDCMUSV

63 – MARTA MARIA LITOLDO, Diretora do Departamento de Agricultura e Abastecimento – Agricultura

64 – SERGIO ZULMIRO LITHOLDO, Diretor do Departamento de Silvicultura – Agricultura

65 – FELIPE HABIB TAUK, Diretor do Departamento de Inspeção Sanitária – Agricultura

66 – ANTONIO TADEU OLIVETTI FERREIRA, Diretor do Departamento de Manutenção e Conservação Urbana – Agricultura

67 – JOSÉ ROBERTO ARGENTO, Diretor do Departamento Administrativo – FSS

68 – WELLINGTON CARLOS DE OLIVEIRA, Diretor do Departamento de Compras – FSS

69 – ROSEMEIRE APARECIDA RODRIGUES, Gerente de Atendimento – Gabinete

70 – TIAGO AUGUSTO TRAINA, Gerente de Midia Institucional – Gabinete

71 – ANDRE JULIANO CARDOSO, Gerente de Notícias – Gabinete

72 – EVELIM DAIANE COVRE, Gerente Administrativa – Gabinete

73 – TAMIRAMIS DA COSTA DE LIMA ESTEVES, Gerente de Subprefeituras – Gabinete

74 – MARIA ROSA LEITE DE ALMEIDA, Gerente Administrativa – Gabinete

75 – DHESSY PALOMA DE MORAES ZERBO CECAGNO, Gerente de Apoio Administrativo – Governo

76 – MARINA CASTANHO, Gerente do Banco do Povo – Governo

77 – MARIANGELA DE LOURENÇO BERZAGHI DAGNONI, Gerente de Desenvolvimento Econômico – Governo

78 – MARIA TEREZA BERTONCIN MONTEIRO, Gerente de Captação de Recursos e Convênios – Governo

79 – LETICIA LOCATELLI DE CARVALHO, Gerente de Regularização de Áreas Públicas – Governo

80 – ARI KOJI SHIMIZU, Gerente de Georreferenciamento – Governo

81 – FABRICIO FERREIRA – Gerente de Informação Municipal – Governo

82 – THAIS HELENA DA SILVA DINIZ, Gerente de Posturas e Atividades – Governo

83 – LAURO BRITISQUI JUNIOR, Gerente de Cadastro Imobiliário – Governo

84 – PEDRO HENRIQUE BISSON DE MOURA, Gerente de Assuntos Regulatórios – Governo

85 – PEDRO HENRIQUE COSTA, Gerente de Gestão Territorial – Governo

86 – ELIAS BISPO DA PAIXÃO, Gerente de Próprios Municipais – Administração

87 – REINALDO ALUIZIO POMPEU, Gerente de Bens e Patrimônio – Administração

88 – MICHELE PEREIRA DA SILVA, Gerente de Pessoal – Administração

89 – MARIA HELENA CARDOSO SILVA, Gerente de Gestão de Pessoas – Administração

90 – ANA ELISABETE BERGMANN DE AGUIAR, Gerente Administrativa – Administração

91 – NATANAEL SOARES DE CARVALHO, Gerente do Complexo Funerário – Administração

92 – ALYNE FERNANDA LEITE, Gerente de Medicina e Segurança no Trabalho – Administração

93 – GRAZIELA MARIA ZANOTTI, Gerente de Contabilidade – SMEF

94 – MICHELLE CRISTINA MOSCATO, Gerente de Controle Orçamentário – SMEF

95 – FERNANDA BRASIL BUENO RUBINI, Gerente de Cobrança e Dívida Ativa – SMEF

96 – ELDECI DA SILVA CHAVES, Gerente de Controle de Pagamentos – SMEF

97 – VICTOR LUIZ MARCHIORI, Gerente de Tributos – SMEF

98 – ANA PAULA GODOY DANTAS, Gerente de Fiscalização – SMEF

99 – CARLA BUENO GONÇALVES, Gerente de Protocolo – SMEF

100 – CAMILA FERNANDA FRANCO, Gerente de Obras e Serviços – SMEF

101 – MARCO ANTONIO GRAFF, Gerente de Divida Ativa – SMEF

102 – CAIQUE LUIS RISSA SAHION, Gerente de Rendas Mobiliárias/Imobiliárias – SMEF

103 – ELISABETE APARECIDA ANTONELLO VIEIRA, Gerente de Atendimento – SMEF

104 – MARCELA APARECIDA FRANÇA, Gerente de Rendas Mobiliárias e Imobiliárias – SMEF

105 – MARIA FERNANDA BACCI CARIO, Gerente de Logística – SMEF

106 – SERGIO LUIZ GARCIA JUNIOR, Gerente de Almoxarifado – SMEF

107 – ALINE GABRIELA CRESPO, Gerente de Gestão de Contratos – SMEF

108 – OSEIAS LOPES FERREIRA, Gerente de Compras – SMEF

109 – AMARILDO LUIS CRESCITELLI, Gerente de Controle de Processos – SMEF

110 – MICHELLE MOREIRA DA SILVA, Gerente de Licitações – SMEF

111 – EWERSON THALES SILVA CARNEIRO, Gerente de Suporte e Tecnologia da Informação – SMEF

112 – JOSE CESAR PEDRO, Gerente de Controle Jurídico e Financeiro das Prestações de Contas – SMNJ

113 – SUZIE CRISTINA GUSMAN PASCULLI, Gerente de Planejamento e Cadastro Único – Educação

114 – VINICIUS HEBLING RIBEIRO, Gerente de Engenharia – Educação

115 – MARTA REGINA BISSON TEIXEIRA, Gerente de Orçamento e Contabilidade – Educação

116 – FELIPE DA SILVA PITOLI, Gerente de Almoxarifado e Patrimônio – Educação

117 – RAFAELA APARECIDA GONÇALVES, Gerente de Transporte Escolar – Educação

118 – NIVALDO ANTONIO DIAS, Gerente de Agrimensura e Topografia – SMO

119 – DIEGO DA SILVA RIGO, Gerente de Projetos e Orçamentos – SMO

120 – ROBINSON FELICIANO G. CAMARGO, Gerente Operacional – SMO

121 – EDEMILSON VASQUES MACEDO, Gerente de Almoxarifado – SMO

122 – JAIME APARECIDO STOCCO, Gerente de Máquinas Leves e Pesadas – SMO

123 – LUANA BORTOLOTTI, Gerente de Transportes e Manutenção – SMO

124 – SUELI APARECIDA PITOLI DE PAULA LOPES, Gerente de Convênios – SMO

125 – DIOGENES JOSE PFISTER, Gerente de Fiscalização de Obras Públicas – SMO

126 – LUIZ MAURO DA ROCHA, Gerente Operacional – FACUA – SMO

127 – FABIANO RODRIGO LAZARO, Gerente de Almoxarifado – SMO

128 – SEBASTIÃO PAULO RIBEIRO, Gerente de Usina de Asfalto/Tapa Buraco/ Recap – SMO

129 – ROGERIO FERNANDO CONDE, Gerente de Fiscalização de Obras Particulares – SMO

130 – TANIA MARIA CIDADE CARRILLO, Gerente de Aprovação de Projetos e Construção – SMO

131 – MARLY RIGHI, Gerente Administrativa – Habitação

132 – RODNALDO DOMINGOS GODINHO PINTO, Gerente de Regularização – Habitação

133 – ARIONDINA MONICA FORTINI, Gerente de Cadastro – Habitação

134 – JOSIANE APARECIDA DA SILVA, Gerente Administrativa – Cultura

135 – ELIZAMA RAMOS DOS SANTOS COSTA, Gerente de Bibliotecas – Cultura

136 – VILSON PIRES DE ANDRADE JUNIOR, Gerente de Politicas Especiais – Cultura

137 – ROGERIO DOS SANTOS FELISBINO, Gerente de Controle de Resíduos – SMMA

138 – ELILSON DE SENA COROCHER, Gerente Operacional do Aterro – SMMA

139 – LEANDRO RODRIGO CASSIANO, Gerente Operacional do Ecoponto – SMMA

140 – LEONARDO RAFAEL DE ANDRADE, Gerente de Planejamento – SMMA

141 – CLARISSA FERREIRA DA COSTA TELLES, Gerente de Recursos Minerais – SMMA

142 – ALESSANDRO SONEGO DE ALMEIDA, Gerente de Identificação e Cadastramento Animal – SMMA

143 – MADYARA FAVERO DE LIMA, Gerente de Fiscalização e Resgate Animal – SMMA

144 – WALLACE DIEGO PEREIRA ALGISI, Gerente de Unidades de Conservação – SMMA

145 – DANILO CLEY TREVISAN, Gerente de Controle – SMDS

146 – TANIA REGINA GOIA SCHEICHER, Gerente Administrativa – SMDS

147 – VANESSA ABSALONSEN, Gerente Financeira – SMDS

148 – IRINEU SENTINELLA NETO, Gerente de Gestão de Proteção Básica – SMDS

149 – IONE HELENA BERNARDO, Gerente de Gestão de Proteção Especial – SMDS

150 – VERIDIANA DIONIZIO LEPTOKARYDIS, Gerente de Gestão de Programas Complementares – SMDS

151 – OSVALDO PEREIRA DOS SANTOS, Gerente de Alojamentos – SMET

152 – MARCELO ALEXANDRE DEZAN CUPIM, Gerente de Finanças e Recursos Humanos – SMET

153 – IURI DAVID ANTONIO, Gerente de Manutenção e Conservação – SMET

154 – JACKSON DA SILVA, Gerente de Matricula Estat. e Exame Médico – SMET

155 – NIURO LUIS RIBEIRO, Gerente de Defesa Civil – SMSDCMUSV

156 – JOAQUIM AFFONSO FRANCO DE NEGREIROS, Gerente de Operações – SMSDCMUSV

157 – FLAVIO ANTONIO MALLACO, Gerente de Administração e Gestão de Contratos – SMSDCMUSV

158 – LUIS CARLOS LUZ, Gerente de Planejamento Viário – SMSDCMUSV

159 – FRANCISCA ISABEL MONTEIRO DA SILVA, Gerente de Fiscalização de Trânsito e Transporte – SMSDCMUSV

160 – ALEXANDRE MARCELINO DOS SANTOS, Gerente de Equipamentos de Mobilidade Urbana – SMSDCMUSV

161 – SILVIO RODRIGUES PIMENTEL, Gerente de Operações – Agricultura

162 – EDILSON SOARES DE BRITO, Gerente de Planejamento e Abastecimento – Agricultura

163 – MARCIA APARECIDA GONÇALVES DA ROCHA FELIPPE, Gerente de Limpeza e Varrição – Agricultura

164 – VALDINEI CARDOSO, Gerente de Conservação de Áreas Verdes – Agricultura

165 – CLAUDINETE ANTONIO PASQUALINI, Gerente de Manutenção de Áreas Verdes – Agricultura

166 – RITA HELENA MAC KNIGHT MANÇO, Gerente Administrativa – FSS

167 – MARISA MATTOS BERBEL, Gerente Executiva – FSS

168 – ROBERTA CRISTINA AMARAL DE GODOY, Gerente de Compras – FSS

169 – BRIGIDA PINHATTI AMATTE, Assessora CV – Ouvidoria

170 – HEMANUELA APARECIDA SOARES PINTO, Assessora CV – Ouvidoria

171 – JOYCE CRISTIANE CORREIA FRESCHI, Assessora CV – Ouvidoria

172 – VALDIRA VELOZO GUIMARÃES AUGUSTO, Assessora CV – Gabinete

173 – MATHEUS STECCA F. PEZZOTTI, Assessor CV – Gabinete

174 – RHAYMORE ROBERTA MELLO PEREIRA DOS SANTOS, Assessora CV – Gabinete

175 – FABIANE PIZA PERES, Assessora CV – Gabinete

176 – ROGERIO HENRIQUE LEITE, Assessor CV – Gabinete

177 – IVAN DONIZETTI MARAFON, Assessor CV – Governo

178 – CAMILA FERNANDA KAPP – Assessora CV – SMEF

179 – RAPHAEL METZKER PEREIRA RIBEIRO, Assessor CV – Educação

180 – CLAUDINEI NELSON FERREIRA, Assessor CV – SMO

181 – ERICA FORMIGONI BENTO, Assessora CV – Cultura

182 – VITOR NARCISO MISSON, Assessor CV – Cultura

183 – JULIANA OLIVA DE SOUZA, Assessora CV – SMDS

184 – SIMONIA BARBOSA TELLES, Assessora CV – SMDS

185 – FLAVIA DOMINGOS DA SILVA, Assessora CV – SMDS

186 – LAFAIETE NAIDIG, Assessor CV – SMET

187 – ALAERCIO MANOCHIO JUNIOR, Assessor CV – SMET

188 – JOSÉ LUIZ RODRIGUES DE OLIVEIRA, Assessor CV – SMET

189 – LUCIA HELENA BRESCANSIN, Assessora CV – SMET

190 – VANDERLEI PEREIRA DA SILVA, Assessor CV – SMET

191 – ED FRANK LAHR SIMONATO, Assessor CV – SMET

192 – ERICA DOS SANTOS, Assessor CV – SMET

193 – WILLIAN SANCHES DA SILVA, Assessor CV – SMET

194 – NATHALIA CAIS COSTA, Assessor CV – SMET

195 – LEONARDO DE LIMA SILVA, Assessor CV – SMET

196 – VALERIA GOMES TAVARES, Assessor CV – SMET

197 – ANA FLAVIA PURCINI ALTARUGIO, Assessora CV – SMSDCMUSV

198 – ANGIELLI PALOMA SANCHES DA SILVA, Assessora CV – Agricultura

199 – ANTONIO STECCA NETO, Assessor CV – Agricultura

200 – OTAVIO FORTI PEREIRA DA SILVA, Assessor CV – Agricultura

201 – ODAIR MAIA JUNIOR, Assessor CV – Agricultura

202 – ALEXANDRE AUGUSTO RIBEIRO DA SILVA, Assessor CV – Agricultura

203 – PAULA SANDRONI DAL PRA, Assessora CVI – Gabinete

204 – JESSICA ALINE PINTO DE GODOY, Assessora CVI – Gabinete

205 – LUCINEIA DOS SANTOS MARTINS, Assessora CVI – Gabinete

206 – PAULA FERNANDES VICENTE, Assessora CVI – Gabinete

207 – MARCO ANTONIO DO NASCIMENTO, Assessor CVI – Governo

208 – LARISSA GARCIA CORREA, Assessora CVI – Governo

209 – SIRLEIA RAQUEL DOS SANTOS LIMA, Assessora CVI – Governo

210 – KATIA ROBERTA NUNES DE OLIVEIRA, Assessora CVI – Governo

211 – KATIUSCIA H. DO NASCIMENTO CARMINATTI, Assessora CVI – Administração

212 – JOSÉ CARLOS CALEGARI, Assessor CVI – SMEF

213 – JESSICA APARECIDA FUZARO PALOMBO, Assessora CVI – SMEF

214 – CHARLEANE PAMELA RAIMUNDO, Assessora CVI – SMEF

215 – TATHIANE SURIAN, Assessora CVI – SMEF

216 – GUSTAVO ORTIZ ARRAES, Assessor CVI – SMEF

217 – CAROLLINE BARROS CIRIACO CAMARGO, Assessora CVI – SMEF

218 – MICAEL RODRIGUES DE CASTRO, Assessor CVI – SMEF

219 – MARIA LAURA HARTUNG, Assessora CVI – SMEF

220 – DEISE TOMAZ DO NASCIMENTO, Assessora CVI – SMNJ

221 – DANIEL AUGUSTO PARENTE, Assessor CVI – SMO

222 – SIMONE CRISTINA PAOLI DIAS, Assessora CVI – Habitação

223 – THIAGO MATHEUS SOZZIA, Assessor CVI – Habitação

224 – MARIA JOSE FERNANDES, Assessora CVI – Habitação

225 – FRANCISCO JUNIOR PEREIRA RICARTE, Assessor CVI – SMMA

226 – MARIANA OLIVEIRA SILVA, Assessora CVI – SMDS

227 – JACIMELI APARECIDA BENDASOLI ESTEVES, Assessora CVI – SMDS

228 – PAMELA BARBOSA APARECIDA GARCIA DE OLIVEIRA, Assessora CVI – SMDS

229 – EDILAINE FELIPE PEREIRA, Assessora CVI – SMDS

230 – NATHAN ROSIN, Assessor CVI – SMDS

231 – GABRIELA CABRAL SAVAN, Assessora CVI – SMDS

232 – ARIANA FELICIO DE SOUZA ROSA DE OLIVEIRA, Assessora CVI – SMET

233 – RICHARD DA COSTA LUCHINI, Assessor CVI – SMET

234 – JORGE SZABO, Assessor CVI – SMET

235 – VALDIR RAIMUNDO, Assessor CVI – SMET

236 – VALDEMIR SILVA DE JESUS, Assessor CVI – SMET

237 – PRISCILA CRISTINA TEIXEIRA FERREIRA, Assessora CVI – SMET

238 – PEDRO LUIZ SIMONETTI, Assessor CVI – SMSDCMUSV

239 – CAMILA PEDRO DE LIMA, Assistente de Gabinete – Ouvidoria

240 – KAROLINY LEONARDO DE MELLO, Assistente de Gabinete – Gabinete

241 – GIOVANA SAQUES DOS SANTOS, Assistente de Gabinete – Gabinete

242 – VALDEMAR ADRIANO MARTINS, Assistente de Gabinete – Gabinete

243 – MARCIO JOSÉ GOMES FILHO, Assistente de Gabinete – Gabinete

244 – ELIZETE RIBEIRO DE OLIVEIRA, Assistente de Gabinete – Gabinete

245 – ANTONIO CESAR PEREIRA DOS SANTOS, Assistente de Gabinete – Gabinete

246 – RAFAEL RODRIGO DE MELLO DA SILVA, Assistente de Gabinete – Administração

247 – ANTONIO PINTO MARQUES, Assistente de Gabinete – Habitação

248 – MARCIA MARQUES FERNANDES BARBOSA, Assistente de Gabinete – Cultura

249 – LUCELIA FRATUCELLO BRASSOLOTO, Assistente de Gabinete – SMMA

250 – JENIPHER GABRIELA SOARES BREDA, Assistente de Gabinete – SMMA

251 – ADRIANA PARIZOTTO DE MIRANDA VIEIRA, Assistente de Gabinete – SMDS

252 – LILIAN ALTARUGIO, Assistente de Gabinete – SMDS

253 – NABYA GRAZIELLA FARIA DE OLIVEIRA, Assistente de Gabinete – SMDS

254 – ANA PAULA FORTE, Assistente de Gabinete – SMSDCMUSV

255 – JOSÉ DOS SANTOS, Assistente de Gabinete – Agricultura


13 de abril de 2020

Cartão clonado: saiba o que fazer e como se proteger


Teve a infeliz notícia que clonaram seu cartão e quer saber mais sobre o assunto? Ou seu tio contou a história de quanto dinheiro perdeu com cartão clonado e quer saber como evitar este problema? Com este texto, você vai saber mais. Mas, para começar a conversa, é preciso entender como é feita a clonagem.

 

SEU NOME PODE ESTAR NO LUGAR MAIS PERIGOSO DA INTERNET

 

O que é clonagem de cartão?

 

É quando todos os dados presentes no seu cartão são transferidos para outro cartão, facilitando a compra feita por terceiros, que usam também seu nome e demais informações bancárias.

 

Mesmo que a maioria dos cartões brasileiros tenham chip, o que reduz bastante o número de fraudes por dificultar a cópia dos dados, os criminosos deixam de insistir na clonagem física através de leitores alterados implantados em caixa eletrônicos e máquinas de pagamento, para atracar online em sites ou aplicativos.

 

Onde posso ser clonado?

 

É triste saber que isso pode acontecer mais fácil, rápido e de formas mais inocentes do que a gente imagina. Você pode ser clonado em qualquer lugar, veja exemplos:

 

  • Se seu cartão não possui chip, é ainda mais fácil de cloná-lo, você pode ser clonado em caixas eletrônicos de bancos ou 24horas. Basta um leitor adulterado e copiar a trilha magnética que existe atrás do cartão.
  • Cartões com chip são mais difíceis de clonar em locais físicos. Mas existem casos de quadrilhas que instalaram um sistema em máquinas de pagamento. Com isso, era possível ler as informações do chip e copiar os dados.
  • É possível ter seu cartão clonado em site de compras, ou aplicativos com cobranças internas. Os fraudadores não precisam mais ter o cartão físico para aplicar o golpe. Basta ter seu nome, data de validade e código de segurança.

Fui clonado e agora?

Se ao olhar o extrato da sua conta ou fatura do seu cartão, percebeu que teve cobranças de gastos que você não identifica. Saiba o que você precisa fazer:

 

  1. Primeiro passo é pedir bloqueio ou cancelamento imediato do cartão;
  2. Analisar e saber cada cobrança que você não reconhece;
  3. Faça um B.O. (boletim de ocorrência), pois se chegar qualquer protesto em seu nome, você tenha mais comprovantes de não era você usando o cartão;
  4. Faça um alerta de documentos roubados, furtados ou perdidos. Acesse o Alerta de Documentos Serasa.

 

Como me proteger?

 

Como a principal forma de clonar cartões hoje é através de compras online, a dica é: Use um cartão virtual para fazer as compras e evitar que sites usem seus dados.

 

Quer entender como o cartão virtual funciona? Confira a matéria!

 

Você também pode monitorar os dados do seu cartão na Dark Web e ser notificado caso vaze. Uma boa ideia, não? Acesse o Serasa Antifraude e saiba mais sobre o plano anual.

 

 

Serasa Consumidor

 

 


3 de abril de 2020

Últimas notícias sobre o coronavírus no Brasil e no mundo


Brasil registra 299 mortes e 7.910 casos confirmados. Mandetta nega falta de equipamentos de proteção. Bolsonaro cobra humildade do ministro. Mundo supera um milhão de infectados e 51.000 mortes

 

O Brasil registra 299 mortes pelo novo coronavírus e 7.910 casos confirmados, segundo o mais recente boletim do Ministério da Saúde. Nesta quinta-feira (2), foram contabilizados 1.074 novos registros confirmados da Covid-19. Os número correspondem ao casos que já tiveram resultado do exame, em um contexto de limitação de demora na testagem. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que não faltam equipamentos de proteção, como máscaras, luvas e respiradores, nos Estados brasileiros, apesar da dificuldade, relatada por ele na véspera, de compra desses produtos com fornecedores da China. “Todos os nossos Estados estão com um bom grau de abastecimento”, declarou em entrevista coletiva nesta quinta-feira o ministro, que foi cobrado pelo presidente Jair Bolsonaro em entrevista à rádio Jovem Pan: “Está faltando humildade”, disse o presidente, que gostaria de ser mais ouvido por Mandetta. Questionado por repórtes, o ministro disse que preferia trabalhar a responder. Não é só Brasil está sendo afetado pela corrida pelos suprimentos hospitalares diante do crescente fluxo de pacientes com o vírus. Nos Estados Unidos, o estoque de máscaras se esgotou nas farmácias e mercados. Em todo o mundo, já há mais de um milhão de pessoas infectadas pelo vírus Sars-Cov-2, e mais de 51.000 mortos.

 

 

Fonte: El País

Foto: Crianças com máscaras na favela de Paraisópolis, em São Paulo

Amanda Perobelli / Reuters


3 de abril de 2020

Enquanto o povo passa fome, Bolsonaro acha que vai curar o coronavírus com jejum coletivo


Alvo de panelaços diários, Jair Bolsonaro convoca jejum ao lado de pastores evangélicos que querem reabrir seus templos para voltar a arrecadar seus dízimos

 

O ponto mais grotesco da entrevista concedida por Jair Bolsonaro à rádio Joven Pan foi a proposta de jejum religioso para que o país “fique livre desse mal”, em referência à pandemia do novo coronavírus.

 

“A gente vai junto com pastores e religiosos anunciar para pedir um dia de jejum ao povo brasileiro em nome de que o Brasil fique livre desse mal o mais rápido possível”, disse ele na noite desta quinta-feira (2) em entrevista à rádio Jovem Pan.

 

O Brasil já registra ao menos 299 mortes pelo novo coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados nesta quinta-feira (2), mas muitos pastores querem reabrir seus templos para voltar a arrecadar seus dízimos.

 

Bolsonaro também tem feito campanha contra a quarentena, assim como tem sido alvo de panelaços quase diários.

 

 

Fonte: Brasil 247

Foto: Jair Bolsonaro

Adriano Machado / Reuters


30 de março de 2020

Mercado Virtual Anuncie Tudo Online


A Rio Claro Online integra parceria com o Mercado Virtual Anuncie Tudo Online em 2020 e disponibiliza a prestação de serviços de informação, vendas, e publicidade.

 

O Mercado Virtual Anuncie Tudo Online é um projeto desenvolvido pela Agência Interativa Nautilus Publicidade, e está voltado para anunciar produtos e serviços em geral.

 

O canal de comunicação, através da criação e gerenciamento de conteúdo, atendimento whatsapp, participação em mídias sociais, e muitos outros meios para a venda de ideias, atende o cliente para a sua expansão e crescimento.

 

O Mercado Virtual Anuncie Tudo Online desenvolve os serviços:

 

· Impressos em Geral
· Publicidade e Propaganda
· Criação Publicitária
· Criação de Identidade Visual/Logo
· Produção de Vídeos Institucionais e Vinhetas
· Consultoria e Assessoria Publicitária
· Planejamento Mercadológico
· Criação, Implantação e Gerenciamento de Site e E-commerce
· Veiculação de Mensagens (Mídia) de Campanhas Publicitárias
· Promoção de Vendas e Merchandising
· Lançamento de Produtos e Serviços
· E-mail Marketing · Redes sociais
· Comunicação digital
· Marketing de relacionamento
· Marketing de Expansão
· Treinamentos

 

Anuncie Tudo Online!
WhatsAPP (19) 9 9646.5260
Entre em contato conosco e
solicite a sua cotação agora mesmo!
Site: www.anuncietudoonline.com.br
Email: contato@anuncietudoonline.com.br


30 de março de 2020

Em manifesto, Ciro, Haddad, Boulos e Dino pedem renúncia de Bolsonaro


Os ex-presidenciáveis Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Guilherme Boulos (PSOL), além do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), pedem em manifesto a renúncia de Jair Bolsonaro por ser ser “um presidente da República irresponsável”, que agrava a crise do coronavírus pois “comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos”.

 

“Jair Bolsonaro é o maior obstáculo à tomada de decisões urgentes para reduzir a evolução do contágio, salvar vidas e garantir a renda das famílias, o emprego e as empresas. Atenta contra a saúde pública, desconsiderando determinações técnicas e as experiências de outros países”, diz o texto.

 

“Bolsonaro não tem condições de seguir governando o Brasil e de enfrentar essa crise, que compromete a saúde e a economia. Comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos, aproveitando-se do desespero da população mais vulnerável. Precisamos de união e entendimento para enfrentar a pandemia, não de um presidente que contraria as autoridades de Saúde Pública e submete a vida de todos aos seus interesses políticos autoritários”, continua.

 

Leia a íntegra:

 

O BRASIL NÃO PODE SER DESTRUÍDO POR BOLSONARO

 

O Brasil e o mundo enfrentam uma emergência sem precedentes na história moderna, a pandemia do coronavírus, de gravíssimas consequências para a vida humana, a saúde pública e a atividade econômica. Em nosso país a emergência é agravada por um presidente da República irresponsável. Jair Bolsonaro é o maior obstáculo à tomada de decisões urgentes para reduzir a evolução do contágio, salvar vidas e garantir a renda das famílias, o emprego e as empresas. Atenta contra a saúde pública, desconsiderando determinações técnicas e as experiências de outros países. Antes mesmo da chegada do vírus, os serviços públicos e a economia brasileira já estavam dramaticamente debilitados pela agenda neoliberal que vem sendo imposta ao país. Neste momento é preciso mobilizar, sem limites, todos os recursos públicos necessários para salvar vidas.

 

Bolsonaro não tem condições de seguir governando o Brasil e de enfrentar essa crise, que compromete a saúde e a economia. Comete crimes, frauda informações, mente e incentiva o caos, aproveitando-se do desespero da população mais vulnerável. Precisamos de união e entendimento para enfrentar a pandemia, não de um presidente que contraria as autoridades de Saúde Pública e submete a vida de todos aos seus interesses políticos autoritários. Basta! Bolsonaro é mais que um problema político, tornou-se um problema de saúde pública. Falta a Bolsonaro grandeza. Deveria renunciar, que seria o gesto menos custoso para permitir uma saída democrática ao país. Ele precisa ser urgentemente contido e responder pelos crimes que está cometendo contra nosso povo.

 

Ao mesmo tempo, ao contrário de seu governo – que anuncia medidas tardias e erráticas – temos compromisso com o Brasil. Por isso chamamos a unidade das forças políticas populares e democráticas em torno de um Plano de Emergência Nacional para implantar as seguintes ações:

 

-Manter e qualificar as medidas de redução do contato social enquanto forem necessárias, de acordo com critérios científicos;

 

-Criação de leitos de UTI provisórios e importação massiva de testes e equipamentos de proteção para profissionais e para a população;

 

-Implementação urgente da Renda Básica permanente para desempregados e trabalhadores informais, de acordo com o PL aprovado pela Câmara dos Deputados, e com olhar especial aos povos indígenas, quilombolas e aos sem-teto, que estão em maior vulnerabilidade;

 

-Suspensão da cobrança das tarifas de serviços básicos para os mais pobres enquanto dure a crise,

 

-Proibição de demissões, com auxílio do Estado no pagamento do salário aos setores mais afetados e socorro em forma de financiamento subsidiado, aos médios, pequenos e micro empresários;

 

-Regulamentação imediata de tributos sobre grandes fortunas, lucros e dividendos; empréstimo compulsório a ser pago pelos bancos privados e utilização do Tesouro Nacional para arcar com os gastos de saúde e seguro social, além da previsão de revisão seletiva e criteriosa das renunciais fiscais, quando a economia for normalizada.

 

Frente a um governo que aposta irresponsavelmente no caos social, econômico e político, é obrigação do Congresso Nacional legislar na emergência, para proteger o povo e o país da pandemia. É dever de governadores e prefeitos zelarem pela saúde pública, atuando de forma coordenada, como muitos têm feito de forma louvável. É também obrigação do Ministério Público e do Judiciário deter prontamente as iniciativas criminosas de um Executivo que transgride as garantias constitucionais à vida humana. É dever de todos atuar com responsabilidade e patriotismo.

 

ASSINAM (por ordem alfabética):

 

Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB.

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT.

Ciro Gomes, ex-candidato a Presidência pelo PDT.

Edmilson Costa, presidente nacional do PCB.

Fernando Haddad, ex-candidato à Presidência pelo PT.

Flavio Dino, governador do estado do Maranhão.

Guilherme Boulos, ex-candidato a Presidência pelo PSOL.

Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT.

Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL.

Luciana Santos, presidenta nacional do PC do B.

Manuela D’Avila, ex-candidata a Vice-presidência (PC do B).

Roberto Requião, ex-governador do Paraná.

Sonia Guajajara, ex-candidata à Vide-presidência (PSOL)

Tarso Genro, ex-governador do Rio Grande do Sul

 

 

Fonte: Brasil 247

Foto: Reuters | 247 | ABr


25 de março de 2020

Secretaria Estadual da Saúde registra um caso positivo de coronavírus em Rio Claro


A Secretaria de Estado da Saúde confirmou que o município de Rio Claro registra o primeiro caso positivo de coronavírus (Covid-19).

 

O Governo Estadual não relatou outros detalhes, apenas que o paciente possui registro na cidade de Rio Claro/SP.


22 de março de 2020

Coletivo afirma que 900 trabalhadores eventuais não vão receber salários no período de quarentena do Covid-19 por decisão da Prefeitura de Rio Claro/SP em meio à Pandemia


A denúncia que a Prefeitura de Rio Claro/SP não pagaria os salários de 900 trabalhadores eventuais na área da Educação veio por meio das redes sociais, em forma de protesto do Coletivo “Professores pela Educação” e de pessoas revoltadas com a situação em meio à Pandemia do Coronavírus.

 

O Coletivo Professores pela Educação publicou o seguinte texto na data de ontem (20):

 

REPÚDIO A DECLARAÇÃO DO PREFEITO JUNINHO E A DISPENSA NÃO REMUNERADA DOS TRABALHADORES EVENTUAIS !

 

O Coletivo Professores pela Educação posiciona-se frontalmente contra o corte de salário dos trabalhadores eventuais durante o período de suspensão das atividades escolares.

 

“AH, MAS ELES NÃO TEM VÍNCULO EMPREGATÍCIO… NÃO TEM COMO JUSTIFICAR O PAGAMENTO…”

E A PANDEMIA? E O DIREITO A SOBREVIVÊNCIA? NÃO SERIA UMA BOA JUSTIFICATIVA, PREFEITO?

educacao19 educacao17educacao16educacao13 educacao12  educacao21educacao11educacao10 educacao09 educacao08educacao07 educacao04 educacao03 educacao02educacao01

Todos sabemos que as escolas municipais de Rio Claro não estariam funcionando não fosse pelo trabalho de tantos trabalhadores em regime de informalidade e sem quaisquer direitos garantidos. Sabemos também que a ampla maioria desses que trabalham nas escolas seja como professores ou em outros cargos, são mulheres. Mulheres que com esse salário sustentam suas famílias, mulheres que já tem tanta dificuldade em conseguir empregos pelo simples fato de serem mães. Mulheres que não terão com quem deixar seus filhos durante a suspensão das aulas e tampouco poderão trabalhar em qualquer outro “bico” durante esse momento de pandemia.

 

Nós que trabalhamos nas escolas, sabemos que grande parte dessas trabalhadoras e trabalhadores, apesar de serem chamados “eventuais”, de eventual pouco ou nada tem. As escolas permanecem com essas pessoas por meses ou até anos inteiros. Essas pessoas aprendem o trabalho nas escolas e se dedicam tanto quanto qualquer efetivo. Não fosse isso, e a vida e o trabalho das escolas seria inviável, pois exige o mínimo de continuidade para que um trabalho educativo aconteça!

 

educacao05

 

E é por isso que nós do Coletivo Professores pela Educação queremos nos solidarizar, e para além disso reivindicar junto aos nossos colegas, o direito à sobrevivência durante essa pandemia.
E apresentamos à toda a comunidade escolar, famílias, alunos, bairros a situação em que nos encontramos: Serão cerca de 900 pessoas dispensadas sem garantia de qualquer meio para subexistir durante a suspensão das aulas.ISSO É INACEITÁVEL!

 

educacao18

 

EXIGIMOS RESPEITO. PELO DIREITO A SOBREVIVÊNCIA!

NÃO À INTERRUPÇÃO DOS SALÁRIO PARA OS EVENTUAIS DURANTE A SUSPENSÃO DAS AULAS!

 

O Coletivo também cobrou posicionamento do Sindicado SINDMUNI:

“E aí Sindicato? Qual vai ser?”

 

sindicato educacao20

Todos os envolvidos levantaram a #tag:

#somostodostrabalhadoresdaeducação

 

Trabalhadores eventuais se organizaram e criaram uma

Petição Pública também:  Petição – Clique aqui!

 

 

PSOL Rio Claro – SP também se posicionou:

 

educacao15

 

Senhor Prefeito, estamos em uma PANDEMIA! Momento que precisamos ter um olhar cuidadoso pelos nossos munícipes, principalmente o GESTOR. Teremos tempos difíceis, e abandonar a própria sorte os eventuais que trabalham no serviço público há, 5, 6, 7 anos é no mínimo desumano e covarde. São 900 pessoas, mas temos que ler que são 900 famílias! E uma questão jurídica, que pode ser analisada diante do atual momento, não poderá abandonar essas MULHERES, pois a maioria são mulheres, mães de famílias!


Mas enquanto o senhor, demite funcionários da área da educação, que cumprem um papel fundamental no nosso município, ao mesmo tempo quer manter cerca de 500 funcionários comissionados, que, segundo a justiça, já deveriam ter sido demitidos a tempos. Se o senhor prosseguir com tal decisão, acabará por entrar na história do município de pior maneira possível.


Agora resta ao senhor, tomar consciência de seus atos e tomar providências quanto ao bem estar desse 900 funcionários, garantido maneiras de que eles não fiquem desamparados em um momento tão instável da conjuntura nacional e internacional.

 

O debate se intensificou nas redes sociais nas últimas horas e ganhou mais adeptos favoráveis ao Coletivo “Professores pela Educação”. A gestão do Prefeito João Teixeira Junior, “Juninho da Padaria”, foi citada diversas vezes em comentários negativos.

 

A representante da Prefeitura de Rio Claro/SP, a Secretária de Cultura do município, Daniela Ferraz, se posicionou ontem também (20), através de um grupo no facebook denominado “Rio Claro Grupo”, a secretária foi contra o Coletivo e realizou críticas alegando que a movimentação nas redes sociais se tratava de “Fake News”:

 

daniela-ferraz-rioclaro-sp

a2

 

A reação da população a respeito do posicionamento da Secretária de Cultura foi imediata, inúmeros comentários surgiram e a indagaram mais a respeito sobre o assunto, Daniela Ferraz até tentou responder alguns, mas a grande maioria deles ficou sem respostas.

 

A Repórter da Rio Claro Online, Leila Pizzotti cobrou respostas da secretária e comentou a postagem também com os seguintes dizeres:

 

“Que maravilha Daniela, resolveu aparecer no meio do povo em vésperas de eleição? Eu acho PERFEITO! Vamos conversar PUBLICAMENTE sobre a corrupção que está rolando faz anos na SECRETARIA DE CULTURA DE RIO CLARO/SP a qual você está representando desde o início da gestão da Padaria? A conversa é somente entre você e eu, vamos lá Sra? SEM FAKES! Todos nós queremos ler as suas palavrinhas bonitinhas… e aí, vamos conversar a respeito?! #mostreasuacoragem #sejamulherdeverdade #vamosconversar #publicamenteok e obs.: No meio judicial a gente conversa em off e na frente do juiz também, fica tranquilinha.”

 

A secretária não respondeu mais os comentários, e no início dessa manhã (21) apagou a postagem.

 

A dúvida e a aflição de 900 trabalhadores ainda segue sem a devida resposta do poder público:

 

Será que todos vão conseguir sobreviver em meio à pandemia do coronavírus que se aproxima sem receber os seus salários? O Coletivo busca alternativas para essa questão e aguarda que a Prefeitura mude de ideia ainda.


23 de fevereiro de 2020

Operação combate pornografia infantil no Brasil e em mais quatro países


Busca é por arquivos com conteúdo de crimes de exploração sexual praticados contra menores de idade. Policiais tentam cumprir 112 mandados em 12 estados brasileiros e na Colômbia, nos Estados Unidos, no Paraguai e no Panamá.

 

38 pessoas são presas sob suspeita de exploração sexual de menores

 

Policiais de 12 estados do Brasil e de mais quatro países começaram a cumprir na manhã desta terça-feira (18) 112 mandados de busca e apreensão, na sexta fase da Operação Luz na Infância. O objetivo é combater a pornografia infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

 

Segundo o último balanço divulgado pela operação, no fim da tarde de quarta (19), 43 suspeitos haviam sido presos em flagrante no país e 187 mil arquivos foram levados para análise. Outras quatro pessoas foram detidas no exterior (veja abaixo detalhes por estado).

 

A força-tarefa, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, busca materiais com conteúdo relacionado ao crime de exploração sexual praticado contra menores de idade. Ao todo, 579 agentes estão nas ruas.

 

As agências de aplicação da lei da Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá também cumprem mandados de busca e apreensão.

 

A operação desta terça (18) é executada pela Polícia Civil dos seguintes estados:

Santa Catarina – 9 presos
São Paulo (Limeira) – 19 presos
Rio Grande do Sul – 1 preso
Rio de Janeiro
Piauí
Paraná – 6 presos
Mato Grosso do Sul – 4 presos
Mato Grosso – 1 preso
Goiás – 1 preso
Ceará – 2 presos
Acre
Alagoas

 
Além do Brasil, a realização foi realizada também nos seguintes países:

 

Colômbia – não houve prisão;
Equador – foi preso um cidadão norte-americano residente;
Panamá – foram presos um funcionário de operação de uma companhia aérea e um funcionário de agência do governo;
Paraguai – foi preso um cidadão argentino residente;
Estados Unidos – segue em diligências;

 

Em coletiva à imprensa, o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Luiz Pontel, explicou que o material apreendido na operação vai ajudar a aprofundar as apurações.

 

“Nas buscas, a gente acaba recolhendo mais material que vai ser objeto de análise e muito provavelmente ampliarão nosso leque. A partir daí, serão feitas novas investigações”, disse.

 

O coordenador do laboratório de operações cibernéticas da PF, Alesandro Barreto, destacou a importância das denúncias para o trabalho policial.

 

“A questão da denúncia é muito importante. Investigar hoje, vou usar o sentido figurativo, é um mosaico. É preciso juntar peças. Você pega informações em várias direções, você consegue juntar isso e atribuir autoria e materialidade delitiva. É importante. Denuncie nas delegacias de polícia mais próximas, aos canais de denúncias e plataformas”, afirmou.

 

As penas para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de 1 a 4 anos de prisão. Para quem compartilha, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. A punição para quem produz esse tipo de material é de 4 a 8 anos de prisão.

 

Veja os balanços das fases anteriores da Operação Luz na Infância:
Luz na Infância 1: Realizada em 20 de outubro de 2017, cumpriu 157 mandados de busca e apreensão. Foram presas 108 pessoas.
Luz na Infância 2: Realizada em 17 de maio de 2018, cumpriu 579 mandados de busca e apreensão. Foram presas 251 pessoas.
Luz na Infância 3: Realizada em 22 de novembro de 2018, cumpriu 110 mandados de busca e apreensão no Brasil e na Argentina. Foram presas 46 pessoas pela Polícia Civil.
Luz na Infância 4: Realizada em 28 de março de 2019, cumpriu 266 mandados de busca e apreensão. Foram presas 141 pessoas.
Luz na Infância 5: Realizada em 04 de setembro de 2019, cumpriu 105 mandados de busca e apreensão. Foram presas 51 pessoas. Além do Brasil, a operação foi realizada nos Estados Unidos, Equador, El Salvador, Panamá, Paraguai e Chile.

 

Como prevenir a exploração sexual contra crianças e adolescentes

 

Veja recomendações do Ministério da Justiça e Segurança Pública para a prevenção de crimes de pornografia infantil e de exploração sexual contra crianças e adolescentes:

 

Denúncia: diante da suspeita de algum comportamento inadequado, a família deve denunciar na polícia, procurar ajuda de profissionais da área e utilizar canais de denúncia das redes sociais para reportar eventuais crimes ou irregularidades.

 

Controle parental: acompanhar o que crianças e adolescentes fazem no ambiente online. Há aplicativos e programas que permitem controlar que tipo de sites as crianças acessam, e em qual horário.

 

Orientação em casa: saber e explicar como as ferramentas e as redes sociais funcionam, o tipo de informação que retêm e como as pessoas ficam expostas.

 

Privacidade: verificar configurações de privacidade de redes sociais, para não deixar crianças expostas com localização identificadora de residência e outras informações pessoais.

 

Atenção com estranhos: a preocupação para que as crianças não falem com estranhos na rua tem de ser estendida para a vida online, alerta o ministério.

 

 

Com informações do G1

Foto: Polícia Militar


23 de fevereiro de 2020

Polícia Militar localiza cadáver com vestimentas femininas em Rio Claro


Na tarde da última quinta-feira (20) na cidade de Rio Claro/SP, Policiais Militares da 1º Companhia do Trigésimo Sétimo Batalhão encontraram um corpo com vestimentas femininas no Bairro Figueira.

 

A decomposição já estava em estágio avançado.

 

Durante patrulhamento pelo Bairro um denunciante informou a equipe que havia encontrado uma ossada humana em uma área de mata.

 

No local os policiais constataram a ossada humana, não tendo condições de identificar o sexo com exatidão no momento.

 

A Polícia Técnica Científica compareceu no local para averiguação dos fatos.

 

Segundo informações de munícipies, uma moça estava desaparecida e a mãe estava a sua procura através das redes sociais.

 

Até o momento ninguém foi preso e não se tem maiores informações do caso.