1

Antes, divulgação da lista estava a cargo de área técnica do Ministério do Trabalho. Em nota, ministério afirmou que portaria ‘aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado’.

 

Uma portaria publicada pelo governo nesta segunda-feira (16) estabelece que a divulgação da chamada “lista suja“, que reúne as empresas e pessoas que usam trabalho escravo, passará a depender de uma “determinação expressa do ministro do Trabalho”.

 

A portaria anterior, de maio de 2016, não fazia menção à necessidade de aprovação pelo ministro. Ela definia que a organização e a divulgação do Cadastro ficaria “a cargo da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae)”.

 

De acordo com a nova portaria, assinada pelo ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho), “a organização do cadastro ficará a cargo da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), cuja divulgação será realizada por determinação expressa do Ministro do Trabalho”.

 

Em nota, o Ministério do Trabalho afirmou que mudança promovida pela portaria “aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado Brasileiro” (veja a íntegra da nota ao final desta reportagem).

 

A nova portaria também altera as regras para a inclusão de nomes de pessoas e empresas na lista suja de trabalho escravo e os conceitos sobre o que é trabalho forçado, degradante e trabalho em condição análoga à escravidão (veja mais abaixo, neste texto).

 

O QUE MUDOU NA FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO

 


ANTES AGORA
>> ‘Lista suja’ era organizada e divulgada pela Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae) >> Organização fica a cargo da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) e divulgação será realizada por “determinação expressa” do ministro do Trabalho.
>> Para a comprovação da condição análoga à escravidão o auditor fiscal deveria apenas elaborar um Relatório Circunstanciado de Ação Fiscal >> Exigência de anexar um boletim de ocorrência policial ao processo que pode levar à inclusão do empregador na “lista suja”.
>> Fiscais usavam conceitos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Código Penal para determinar o que é trabalho escravo. >> Portaria estabelece quatro pontos específicos para definir trabalho escravo: submissão sob ameaça de punição; restrição de transporte para reter trabalhador no local de trabalho; uso de segurança armada para reter trabalhador; retenção da documentação pessoal.

 

MPT critica mudanças

 

 

O texto foi duramente criticado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O vice-coordenador nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo, Maurício Ferreira Brito, afirmou que as mudanças “esvaziam a lista suja”.

 

“A divulgação deixa de ser feita por critérios jurídicos e passa a ser feita por critérios políticos do ministro do Trabalho”, afirmou.

 

Brito também criticou outra mudança promovida pela portaria publicada nesta segunda: a exigência de anexar um boletim de ocorrência policial ao processo que pode levar à inclusão do empregador na lista suja.

 

Segundo ele, é mais burocracia para dificultar o combate ao trabalho escravo.

 

Definição

 

A portaria também altera os conceitos que devem ser usados pelos fiscais para identificar um caso de trabalho escravo. Até então, os fiscais usavam conceitos da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do código penal.

 

De acordo com a portaria, será considerado trabalho análogo à escravidão:

 

  • a submissão do trabalhador a trabalho exigido sob ameaça de punição, com uso de coação, realizado de maneira involuntária;
  • o cerceamento do uso de qualquer meio de transporte por parte do trabalhador com o fim de retê-lo no local de trabalho em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto, caracterizando isolamento geográfico;
  • a manutenção de segurança armada com o fim de reter o trabalhador no local de trabalho em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto;
  • a retenção de documentação pessoal com o fim de reter o trabalhador no local de trabalho.

 

Brito, do MPT, criticou as restrições aos conceitos do que seria, ou não, condição de trabalho análogo à escravidão. Ele afirma que hoje o Código Penal traz conceitos amplos, mas a nova portaria atrela o trabalho análogo à escravidão à ideia de restrição de liberdade.

 

“É um conceito totalmente ultrapassado”, disse Brito.

 

Os conceitos definidos pela portaria serão usados na concessão de seguro-desemprego pago para quem é resgatado de regime forçado de trabalho ou em condição similar à escravidão. Mas o novo texto também norteará a atuação dos auditores do trabalho, que são os responsáveis pelas fiscalizações.

 

Veja a íntegra da nota do Ministério do Trabalho:

 

O Ministério do Trabalho publicou, na edição de hoje do Diário Oficial da União, Portaria nº 1.129, de 13 de outubro de 2017, que aprimora e dá segurança jurídica à atuação do Estado Brasileiro, ao dispor sobre os conceitos de trabalho forçado, jornada exaustiva e condições análogas à de escravo, para fins de concessão de seguro-desemprego ao trabalhador que vier a ser resgatado em fiscalização promovida por auditores fiscais do trabalho, bem como para inclusão do nome de empregadores no Cadastro de Empregadores que tenham submetido trabalhadores à condição análoga à de escravo, estabelecido pela PI MTPS/MMIRDH nº 4, de 15.05.2016.

 

O combate ao trabalho escravo é uma política pública permanente de Estado, que vem recebendo todo o apoio administrativo desta pasta, com resultados positivos concretos relativamente ao número de resgatados, e na inibição de práticas delituosas dessa natureza, que ofendem os mais básicos princípios da dignidade da pessoa humana.

 

Reitera-se, ainda, que o Cadastro de Empregadores que submeteram trabalhadores à condição análoga à de escravo é um valioso instrumento de coerção estatal e deve coexistir com os princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório.

  

Foto: BBC

Fonte: G1


1

Votos a favor de disciplinar o comércio e o porte de armas de fogo em território nacional são maioria, até a tarde desta segunda-feira

 

RIO – O Senado Federal abriu uma consulta pública em seu site para tratar do Estatuto do Desarmamento. A enquete coloca em discussão o projeto de lei 378/2017 – que sugere “disciplinar a fabricação, importação, comercialização, registro, posse e porte de armas de fogo e munição no território nacional”, perguntando ao internauta se ele concorda ou não com a proposta.

 

Até as 16h desta segunda-feira, mais de 4,5 mil pessoas já haviam votado a favor da ementa, enquanto cerca de 500 haviam se manifestado contra o projeto.

 

O projeto foi protocolado em 5 de outubro pelo senador Wilder Morais (PP-GO) e tem o objtivo de revogar o Estatuto do Desarmamento para criar o Estatuto do Armamento no Brasil. Entre outras mudanças, estabelece 18 anos como idade mínima para ter arma (hoje é 25 anos) e “validade mínima” de 10 anos para o registro (atualmente de cinco anos).

 

O texto vai na mesma linha que outro projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento da Câmara. Essa proposta já passou em comissão especial e aguarda ser pautada no plenário. Entre outras mudanças, amplia as categorias profissionais com acesso à arma, reduz a idade mínima para ter arma de 25 para 21 anos e torna a posse permanente (sem necessidade de revalidação).

 

O Senado e a Câmara dos Deputados têm sites voltados para a consulta pública de diferentes projetos de lei e outras medidas em discussão no Congresso. Os resultados não têm impacto direto na matéria em questão, a ideia é envolver a população nas propostas.

 

Mas as consultas não deixam de ser uma ferramenta para que os parlamentares conheçam a opinião da sociedade sobre um determinado assunto, como este que versa sobre a segurança pública.

 

 

Foto: Porte de arma diverge opiniões – Pedro Kirilos / Agencia O Globo

Fonte: O Globo


_DSC9628

O fotografo Rioclarense Renato Hoffmann participará  uma exibição fotográfica “The London Photo Show” de 18 a 22 de outubro e irá exibir 9 fotos de Rio Claro, com foco na Floresta Estaual Navarro de Andrade.

 

Renato  nascido em Rio Claro em 1978 é apaixonado por fotografia e já participou de palestras e workshop de fotografia em Rio Claro. Ele se considera um fotografo semi profissional, por ter a fotografia como um hobby e porque   utiliza principalmente uma camera semi profissional para fazer suas fotos.

 

Hoje Renato mora na Inglaterra, mas anualmente vem para Rio Claro para visitar sua familia e amigos e aproveita o tempo para atualizar suas fotos na região. Na Europa, ele procura viajar e registrar seus momentos em fotos. Todas as aventuras de Renato podem ser conferidos no site de viagem Viajario (www.viajar.io)

 

Renato recebeu com muito orgulho o convite para participar da exposição “The London Photo Show” que ocorre de 18 a 22 de outubro na Strand Gallery, 32 John Adam St, (WC2N 6BP) em Londres das 11h até as 18h. A Exposição é organizada por fotografos e conta com cerca de 30 expositores de todo o mundo e não possui um assunto específico a ser abordado. “Escolhi fotos de Rio CLaro, principalmente da Floresta Estadual, para mostrar as belezas da minha cidade natal  as pessoas da Europa. Assim como quando eu cheguei fiquei impressionado com muitas coisas aqui por serem diferentes,  desejo impressionar os Ingleses com a natureza do nosso país e da nossa cidade.”

 

_DSC9621


005

Em meio aos rumores de que a Coreia do Norte prepara o lançamento de múltiplos mísseis para as próximas semanas, dois bombardeiros supersônicos dos Estados Unidos sobrevoaram a península ao lado de caças da Coreia do Sul para dar uma demonstração de força ao regime de Pyongyang.

 

Os jatos partiram na tarde da última terça-feira (10) de Guam, território ultramarino norte-americano já ameaçado por Kim Jong-un, e entraram na chamada Zona de Identificação de Defesa Aérea Coreana (Kadiz) por volta de 20h50 (horário local).

 

Segundo o Comando do Estado-Maior de Seul, os bombardeiros B-1B dos EUA simularam ataques ar-terra no Mar do Japão com dois aviões militares sul-coreanos modelo F-15K. Em seguida, os jatos fizeram manobras na parte ocidental do Mar Amarelo. Os caças ficaram na região da península até 23h30.

 

Os mesmos bombardeiros já haviam realizado atividades similares com a Aeronáutica do Japão, em manobras definidas pelos EUA como “missões bilaterais nas proximidades da Coreia”. Além disso, em julho passado, os caças sobrevoaram a península após o disparo de um míssil intercontinental por Pyongyang.

 

Segundo a imprensa local, militares norte-americanos e sul-coreanos detectaram o transporte de 30 foguetes Scud para a cidade de Nampo, que abriga o maior porto da Coreia do Norte. A movimentação pode indicar a preparação para um possível lançamento múltiplo de mísseis de curto alcance.

 

Existe a expectativa de que Kim Jong-un ordene novos disparos em 18 de outubro, quando deve começar o 19º congresso do Partido Comunista da China. O lançamento simultâneo de foguetes seria incomum, mas não inédito. Em março de 2014, por exemplo, Pyongyang disparou 71 mísseis em uma única semana.

 

Essa seria uma forma de a Coreia do Norte mostrar que é capaz de diferentes tipos de ameaças, após o país ter passado os últimos meses concentrado em projéteis balísticos de longo alcance e testes nucleares.

 

005

 

Fonte: ANSA


004

Há cinco anos, o mundo conhecia a história da paquistanesa Malala Yousafzai, que em 2012 foi baleada na cabeça pelo Talibã e sobreviveu para se tornar um símbolo da luta pela defesa das mulheres à educação.

 

Malala começou a ganhar fama e ser perseguida em seu país pelo grupo fundamentalista quando tinha entre 11 e 12 anos, por escrever um blog para a emissora britânica “BBC” sobre seu cotidiano na cidade em que morava.

 

No dia 9 de outubro de 2012, na época com 15 anos, a jovem voltava para casa em um ônibus escolar quando um homem disparou três tiros contra ela, um deles atingindo sua cabeça. Malala chegou a ficar em estado crítico, mas conseguiu se salvar e desde então é uma ativista pelos direitos das mulheres.

 

Em 2014, aos 17 anos, Malala, que hoje vive no Reino Unido, venceu o Prêmio Nobel da Paz por causa de sua “luta contra a supressão das crianças e jovens e pelo direito de todos à educação” e se tornou a pessoa mais nova a receber a honraria.

 

004

 

Fonte: ANSA


002

Em 8 de outubro de 1967, o exército boliviano, com o apoio de agentes da CIA, capturou Ernesto Guevara de la Serna, o Che, num lugar chamado Quebrada del Churo.

 

Ferido numa perna, o guerrilheiro foi levado a uma escola abandonada do vilarejo de La Higuera, onde passou sua última noite. No dia seguinte, foi executado.

 

A imagem de seu cadáver, exibida aos jornalistas e curiosos, deu a volta ao mundo e lhe garantiu um lugar permanente na História, consolidando seu status de mito revolucionário.

 

002

 

Fonte: El Pais


001

O Brasil derrotou o Chile por 3 a 0 nesta terça-feira no Allianz Parque, em São Paulo, pela última rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo 2018. Com o resultado, os chilenos estão fora do Mundial na Rússia, já que o Peru empatou com a Colômbia e ficou com a quinta colocação. Na repescagem, os peruanos, graças ao gol salvador de Paolo Guerrero, enfrentarão a Nova Zelândia.

 

No início do segundo tempo, a seleção brasileira abriu o placar com Paulinho. De volta à antiga casa, o ex-palmeirense Gabriel Jesus marcou os outros dois gols. Enquanto isso, em Quito, a seleção argentina, comandada por Lionel Messi, que anotou um hat-trick, fez 3 a 1 no Equador e arrancou uma sofrida classificação.

 

Além de Brasil e Argentina, Colômbia e Uruguai, que bateu a Bolívia por 4 a 2, também conseguiram vaga direta no Mundial. O Paraguai, que precisava de uma vitória para tomar o lugar do Peru na repescagem, perdeu em casa para a Venezuela por 1 a 0.

 

001

 

Fonte: El País


marta-fischer

“Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ONTEM e o outro se chama AMANHÃ, portanto HOJE é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver”. (Dalai Lama) “

 

O Verso do Reverso do Não Fazer Escolhas

 

“Nossos fracassos são, às vezes, mais frutíferos que nossos êxitos” (Henry Ford)

 

“Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos” (Nietzche)

 

“De acordo com a Física, resiliência trata-se da capacidade de um ‘corpo’ voltar ao seu estado original, após ter submetido a algum tipo de deformação. O mesmo acontece, quando um indivíduo possui habilidades em adaptar-se às mudanças em qualquer tempo. Captura estratégias para encontrar resultados às questões que se apresentam, ainda que, convivendo com o problema. O autoconhecimento é norteador no processo de superação.

 

“Conhecer o homem – esta é a base de todo o sucesso”(Charles Chaplin)

 

As soluções para os enigmas exige muita resiliência, porque abarcam as relações interpessoais de toda ordem. Na atualidade, ser resiliente é exigência primeira para inserção no mundo corporativo, pois o mercado de trabalho preconiza o profissional que tem capacidade em adequar-se às situações-limite, sem deixar-se envolver, porquanto a aceitação é arbitrária de conformismo e falta de ação.

 

A pessoa com característica ‘resiliente’ é empreendedora e arrojada para assumir riscos e perdas. Reconhece seus pontos fortes e limitações; antecipa-se aos obstáculos, se necessário; também recua e receia diante dos problemas, mas não se detém, mantém o equilíbrio, sem desestruturar-se. Graças a sua plasticidade, enfrenta momentos adversos de crises e se fortalece com isso, porque centra nos recursos de que dispõe, sem lamentar as intercorrências; aprende com os exercícios, em vez de sentir-se derrotado durante o aprendizado.

 

“A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na capacidade de lidar com eles”

(Albert Einstein)

 

Conheça o Website da Dra Marta Fischer ;)

Sejam Bem Vindos!  – www.martafischer.com.br

 

1-2


pesquisainutil_01

Pênis Feminino e Gatos Líquidos: Conheça as Pesquisas Mais Inúteis Premiadas em Harvard

 

Por mais um ano, o histórico Teatro Sanders de Harvard ficou completamente lotado para a premiação mais louca da ciência, o Ig Nobel, a paródia dos prêmios suecos que “primeiro fazem rir e depois pensar”. E nesta edição há brasileiros nas equipes vencedoras. Rodrigo Ferreira, da Universidade Federal de Lavras, juntamente a uma equipe de cientistas brasileiros e suíços foi ganhador do prêmio de biologia com a descoberta em uma caverna brasileira de uma espécie de inseto em que as fêmeas têm pênis e os machos têm vagina. “Um descobrimento que deixa todos os dicionários defasados” por sua definição de pênis, como disseram os cientistas.

 

Já a pesquisadora brasileira Fernanda Ito, juntamente com o canadense Enrico Bernard e com o espanhol Rodrigo A. Torres, da Universidade Federal de Pernambuco, ganharam na categoria nutrição com a descoberta de morcegos da caatinga nordestina, que, diante da escassez de alimentos, tiveram que mudar seus hábitos e passaram a se alimentar de sangue humano.

 

O evento, do qual participaram como em todos os anos prêmios Nobel de verdade (Eric Maskin e Oliver Hart, de Economia e Roy Glauber, de Física), teve diversos momentos hilariantes enquanto eram entregues uma dezena de prêmios em outras tantas categorias científicas. E como em todos os anos, os premiados receberam uma astronômica premiação em espécie: uma nota de dez trilhões de dólares de Zimbábue, em homenagem ao vencedor do Ig Nobel de Economia de 2009, Gideon Gono, que como presidente da Reserva Federal do país emitiu essas notas para, supostamente, combater a hiperinflação.

 

A cerimônia, dirigida por Marc Abrahams (incentivador da premiação pela revista que reúne todos esses improváveis estudos: Annals of Improbable Research), incluiu a estreia de A Ópera da Incompetência, uma miniópera que consiste em “um encontro musical entre o Princípio de Peter e o efeito Dunning-Kruger”, de acordo com a organização. “Fala de como e por que pessoas incompetentes chegam ao topo… e o que isso significa a todos”.

 

Esses foram os premiados:

 

Ig Nobel de Biologia: Para uma equipe de cientistas brasileiros e japoneses que descobriram em uma caverna brasileira um inseto que arrepiaria os mais conservadores. Nessa espécie, as fêmeas têm pênis e os machos têm vagina. Publicado pela prestigiosa Current Biology, não sabemos se esse estudo fará com que ocorram protestos pelas cavernas do Brasil. Para maior escândalo, a fêmea penetra o macho de 40 a 70 horas até recolher todo o seu esperma.

 

Ig Nobel de Nutrição: Também viaja ao Brasil, para cientistas que encontraram o primeiro vampiro de uma espécie de morcego que efetivamente se alimenta de sangue humano. O estudo se chama: “O que temos para o almoço?”.

 

Ig Nobel de Física: A um pesquisador francês por um ensaio em que reflete sobre a possibilidade de que um gato se encontre ao mesmo tempo em estado sólido e líquido, mostrando numerosas fotos de felinos enchendo com seu corpo recipientes como vasilhas e copos. Escrito com humor, o autor utiliza a física de fluidos para descrever essa capacidade felina e afirma que nenhum animal sofreu maus-tratos durante sua redação. “O gato se adapta ao seu recipiente”, defendeu o autor na cerimônia.

 

Ig Nobel da Paz: Para uma equipe internacional de pesquisadores por demonstrar que o uso do didgeridoo australiano pode ajudar a melhorar a apneia do sono e os roncos. De acordo com o estudo, assinado pelo primeiro homem a experimentar em si próprio essa ideia, são necessários quatro meses de treinamento, cinco vezes por semana, com esse instrumento bem pouco prático para se levar à cama.

 

Ig Nobel de Economia: Esse prêmio vai para a Austrália, onde um casal de estudiosos quis comprovar como o contato prévio com crocodilos afetava os riscos que tomavam em jogos eletrônicos. Concretamente, os sujeitos do estudo seguravam durante um minuto um crocodilo jovem em suas mãos antes de apostarem.

 

Ig Nobel de Anatomia: Dessa vez, como no Prêmio Nobel, um avanço científico conquistado há décadas foi reconhecido. Concretamente, o trabalho publicado em 1993 por um médico britânico que se perguntava “Por que os idosos têm as orelhas grandes?”. Segundo seus dados, isso ocorre pois crescem 0,2 milímetros por ano.

 

Ig Nobel de Dinâmica de Fluidos: Para um cientista sul-coreano que estudou a melhor forma para se caminhar com uma xícara de café sem que o balanço interno provoque um derramamento do líquido. De acordo com seu trabalho, caminhar de costas reduz esse balanço na xícara. “Talvez isso se deva ao fato de que não estamos acostumados a caminhar de costas”, afirma Jiwon Han, que admite em seu estudo que “caminhar de costas pode ser um método menos prático para se evitar o derramamento de café”. Han reconhece que caminhar de costas “aumenta drasticamente as possibilidades de se tropeçar em uma pedra e se chocar em um colega que também pode estar caminhando da mesma forma (isso definitivamente causaria um derramamento)”.

 

Ig Nobel de Medicina: Para um grupo de neurocientistas britânicos e franceses que estudaram no escâner cerebral a resposta da matéria cinzenta das pessoas que têm nojo de queijo.

 

Ig Nobel de Cognição: Para pesquisadores italianos que estudaram detalhadamente se os gêmeos idênticos são capazes de diferenciarem a si mesmos de seus irmãos por fotos. De fato, em imagens nas quais só eram vistos seus traços faciais, os gêmeos idênticos não conseguiam se reconhecer. O autor principal desse trabalho, Matteo Martini, é ligado à Universidade de Barcelona.

 

Ig Nobel de Obstetrícia: É a primeira vez que esse prêmio, após vinte e seis edições, dá uma premiação nessa categoria. A vencedora é uma equipe espanhola, comandada por Marisa López-Teijón, por descobrir que os fetos escutam melhor a música se o aparelho musical for colocado dentro da vagina de sua mãe do que se colocado em sua barriga. Concretamente, graças a esse aparelho, os pesquisadores do Instituto Marquès descobriram que o feto reage a esse estímulo auditivo a partir da 16° semana de gestação, dez semanas antes do descrito pela ciência até hoje, segundo sua explicação.


1

O ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte afirmou, nesta segunda-feira (25), que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou guerra ao país.

 

Segundo Ri Yong Ho, diante da fala de Trump, Pyongyang se reserva ao direito de tomar medidas, inclusive de abater bombardeiros norte-americanos, mesmo que eles não estejam sobrevoando a Coreia do Norte.

 

“O mundo inteiro deve claramente se lembrar que foram os Estados Unidos que primeiro declararam guerra ao nosso país”, disse Ri a repórteres em Nova York, segundo a agência Reuters.

 

“Considerando que os Estados Unidos declararam guerra ao nosso país, temos todo o direito de adotar contramedidas, incluindo o direito de derrubar bombardeiros estratégicos dos Estados Unidos, mesmo que eles não estejam dentro do espaço aéreo do nosso país”, ameaçou.

 

Ri conversou com a imprensa pouco antes de deixar Nova York, onde participou da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, na semana passada. “Considerando a declaração de guerra de Trump, todas as possibilidades estão na mesa da liderança supresa da RPDC [República Popular Democrática da Coreia]”.

 

Sua declaração coincide com a postura da administração da Trump, que já afirmou trabalhar com múltiplas possibilidades para lidar com o desenvolvimento de mísseis e armas nucleares por parte da Coreia do Norte, que já garantiu ter armamento capaz de atingir a parte continental dos EUA.

 

Insultos

 

O final de semana foi marcado pela troca de insultos entre Trump e Ri. No sábado (23), o norte-coreano atacou duramente o mandatário americano, chamando-o de “um trastornado mental que está repleto de megalomania”, em fala na Assembleia Geral da ONU.

 

Na madrugada de domingo (24), Trump reagiu à fala de Ri. “Acabei de ouvir o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte falar nas Nações Unidas. Se ele faz eco dos pensamentos do homenzinho do foguete [referindo-se a Kim Jong Un], eles não estarão por aí por muito mais tempo!”

 

 

Just heard Foreign Minister of North Korea speak at U.N. If he echoes thoughts of Little Rocket Man, they won’t be around much longer!

 

Também no sábado, milhares de norte-coreanos participaram neste sábado (23) de uma grande manifestação antiamericana convocada pelo regime em Pyongyang para encenar o apoio ao líder Kim Jong-un, em um momento marcado pela troca de insultos com Donald Trump, informou hoje a agência “KCNA”.

 

Segundo o texto divulgado pela agência estatal de notícias da Coreia do Norte, mais de 100 mil pessoas participaram da concentração na praça Kim Il-sung de Pyongyang.

 

Manifestação antiamericana em Pyongyang (Foto: Reuters)

Manifestação antiamericana em Pyongyang (Foto: Reuters)

 

Fonte: G1


OAB-HOMOFOBIA

Compreendendo a cultura como práxis de valores e crenças de uma sociedade, marcada por seu próprio tempo na produção do ideal de sujeito; grupos em vulnerabilidade social não “cabem” às exigências do Instituído. Torna-se incompreensível, e não nos compete estabelecer modos de SER, pois o que caracteriza uma sociedade democrática não égarantir o direito entre os cidadãos, para uma convivência sustentável?Amar não é prerrogativa para designar o amor entre as pessoas. Há homens que amam homens, mulheres que amam mulheres, também, há quem ame igualmente gente do seu sexo e do outro. Ora, se você não gosta de negros por algum motivo, está atribuindo um valor, ao concluir que só pessoas da raça branca é gente e vice-versa. Ou, se você julga que as mulheres não são inteligentes, implica que todos os homens são inteligentes pelo fato de serem homens. O mesmo ocorre com a diferença de gêneros, se interpreta, que LGBTT são imorais, está supondo que só se pode ser moral praticando a heterossexualidade, como se não houvesse a possibilidade de ser heterossexual e imoral.

 

À representação de Jung, cada um de nós representa socialmente um papel, que ele chamava de “persona”. O papel de gênero funciona como uma personagem, criada pela sociedade, que muitas vezes escamoteia a verdadeira identidade de gênero.

 

[…] “a pessoa é masculina e feminina, não é só homem ou só mulher. De tua alma não sabes dizer de que gênero ela é. Mas se prestares bem atenção, verás que o homem mais masculino tem alma feminina, e que a mulher mais feminina tem alma masculina. Quanto mais homem és, tanto mais afastado de ti o que a mulher realmente é, pois o feminino em ti mesmo te é estranho e desprezível” (C.G.Jung)

 

As convicções político-religiosas extremadas incidem no imaginário social e funcionam como gatilho para a violência.

 

A homofobia é subjacente à produção cultural imposta ao sujeito, com inegáveis repercussões dos interesses de grupos dominantes, arbitrada em significações reproduzidas para “fazer valer” o modelo hegemônico “heteronormatividade”, hoje considerado falido e sua base ideológica desmistificada.

 

Texto editado por Dra. Marta Fischer – Psicóloga Clínica. Idealizadora do Movimento LGBTT – envolvida nas discussões acerca da Cidadania e Justiça Social, em defesa aos direitos e liberdade da população LGBTT à convivência na diversidade de gêneros.

 

OAB-HOMOFOBIA


1

Equipe de reportagem da TV Claret encontra rio Corumbataí nestas condições pela manhã.

Não foi possível identificar origem do descarte.

 

Confira o vídeo:


1

Regime asiático eleva tensões após realizar seu teste nuclear mais poderoso até hoje

 

WASHINGTON — A Coreia do Norte evoluiu de uma ameaça regional para uma ameaça global, disse o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, organização autônoma das Nações Unidas. As tensões aumentam ainda mais na Península Coreana após o governo norte-coreano ter realizado seu teste nuclear mais poderoso até hoje no domingo. A comunidade internacional já condenou repetidas vezes os seus lançamentos de mísseis que ameaçam, sobretudo, os Estados Unidos.

 

— Eu acho que a ameaça norte-coreana é global. No passado, as pessoas acreditaram que era regional, mas não é mais assim. É uma ameaça global e combina armas nucleares e mísseis — disse o diretor à CNN.

 

A AIEA, que tem como objetivo a promoção do uso pacífico da energia nuclear, afirmou que o teste da Coreia do Norte desencadeou um dos maiores tremores já registrados pelo seu sistema de monitoramento internacional. No domingo, foi registrado um abalo sísmico de magnitude 6,3 após a explosão.

 

— Estamos falamos sobre uma magnitude de seis, esse é o maior número que registramos e é uma clara indicação que o programa de armas nucleares da Coreia do Norte está alcançando um nível completamente diferente — disse a secretária-executiva da AIEA, Lassina Zerbo, à CNN.

 

Embora a organização não possa confirmar se a explosão veio de uma bomba de hidrogênio como a Coreia do Norte afirmou, Amano também disse que a realização do teste significa que está claro que o país está progredindo em seu programa de armas nucleares. NORSAR, um grupo baseado na Noruega que monitora testes nucleares, estimou uma explosão de 120 kilotons, que significa o poder de 120 mil toneladas de TNT. As autoridades sul-coreanas deram uma estimativa mais modesta de 50 kilotons.

 

 

8 de outubro de 2006

 

O primeiro teste nuclear da Coreia do Norte provocou um terremoto de 4,3 graus de magnitude. De acordo com funcionários dos EUA, a arma usava plutônio e teria alcançado menos de um quiloton (unidade de energia liberada).

 

NOVAS SANÇÕES

 

O Conselho de Segurança da ONU se reuniu nesta segunda-feira para buscar uma resposta ao sexto teste nuclear da Coreia do Norte. Diversos países, principalmente os vizinhos Japão e Coreia do Sul e os Estados Unidos, pediram mais sanções contra o regime norte-coreano, que serão votadas na próxima semana. Depois do teste, o presidente sul-coreano pediu que se aplicasse o castigo mais duro” contra Pyongyang, em particular com novas sanções no âmbito da ONU para “isolar completamente a Coreia do Norte”.

 

— Não podemos perder mais tempo — declarou o embaixador japonês Koro Bessho aos jornalistas antes de uma reunião de emergência do Conselho, acrescentando esperar que Moscou e Pequim apoiem novas sanções. — Necessitamos que a Coreia do Norte sinta a pressão, que se seguir por este caminho haverá consequências. Esperamos que ao final da reunião haja um sentimento geral de que devemos trabalhar em conjunto sobre uma nova resolução.

 

A embaixadora americana Nikki Haley também pediu por novas medidas em resposta ao teste nuclear e afirmou que as ações o regime norte-coreano está pedindo por uma guerra:

 

— Somente sanções fortes nos permitirão resolver este problema através da diplomacia — disse Haley durante a reunião.

 

Já a China voltou a defender o diálogo com Pyongyang e afirmou que não permitirá o caos, nem uma guerra na península coreana.

 

— A situação na península se deteriora constantemente enquanto falamos, entrando em um círculo vicioso — disse o embaixador chinês, Liu Jieyi. — O tema da península deve se resolver pacificamente. A China nunca permitirá o caos, nem a guerra na península.

 

O sexto teste atômico de Pyongyang coincidiu com a abertura da cúpula do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) na China. Os cinco países reagiram de maneira inédita ao teste dizendo deplorar fortemente à explosão conduzida no domingo. No jargão diplomático, trata-se de uma expressão alguns tons acima do tradicional “condenar”, que vinha sendo usado por vários países do mundo, inclusive parceiros do Brics.

 
  
Fonte: O Globo
Foto: O lider norte-coreano, Kim Jong-un, participa de um encontro com um comitê do partido dos trabalhadores sobre o teste nuclear realizado pelo país – STR / AFP


1

Cursos de programação e empreendedorismo pretendem incentivar a criação de novos negócios

 

SÃO PAULO – O Facebook quer colaborar para o “desenvolvimento do ecossistema Econômico e de tecnologia no Brasil”. Esse é o conceito da iniciativa lançada na manhã desta segunda-feira, voltada a jovens da periferia de São Paulo.

 

O programa, batizado de “Estação Hack São Paulo”, ainda em fase de elaboração, promete oferecer bolsas de estudo a 7.400 jovens por ano nas áreas de programação, planejamento de carreira e gestão de empresas, em convênios firmados com parceiros da rede social. Os cursos devem começar em dezembro, em um prédio na Avenida Paulista, região central da capital.

 

O vice-presidente do Facebook para a América Latina, Diego Dzodan, disse que a empresa espera reforçar o comprometimento com o Brasil com o novo investimento.

 

— Vamos ajudar a formar o jovem brasileiro para algumas das profissões do futuro, dentro de um ambiente de estímulo à inovação — afirmou.

 

A companhia cita dados do estudo Networking Skills in Latin América, que aponta um déficit em torno de 160 mil profissionais nas áreas de tecnologia até 2019 apenas no Brasil.

 

As vagas serão divididas em cursos de tecnologia, entre eles o de desenvolvimento de aplicativos para adolescentes, por meio de bolsas para alunos matriculados no ensino médio de escolas da rede pública.

 

Na área de empreendedorismo, uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) vai oferecer workshops de administração de empresas e marketing digital.

 

— Essas oportunidades são particularmente importantes para o jovem entrar no mercado de trabalho. A Estação Hack vai oferecer milhares de bolsas com parceiros que já têm uma trajetória nos cursos oferecidos — disse Dzodan ao citar empresas parceiras do projeto.

 

Os critérios de seleção dos alunos não foi especificado pelo Facebook.

 

Segundo Dzodan, será o maior investimento da empresa na América Latina. No entanto, em entrevista ao GLOBO, o executivo não revelou o valor destinado ao projeto.

 

— Somos uma companhia de capital aberto e com várias restrições. A gente não divulga números, mas claramente já tem recursos definidos. Por isso, daqui até o fim do ano, esse espaço que você está vendo aqui vai estar terminado — justificou Dzodan.

 

Márcio França, vice-governador de São Paulo e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, festejou a iniciativa do Facebook, que considerou uma alternativa às ofertas formais de educação.

 

— São Paulo tem tudo a ver com tecnologia e inovação e a gente fica muito contente de ter vocês aqui em São Paulo. O estado oferece hoje 420 mil vagas de ensino universitário gratuito, a maior do mundo. Mas a gente sabe que ainda é limitado. Milhões de pessoas queriam ter acesso a essas vagas e não conseguem. E o Facebook permite, entre outras coisas, esse acesso — resumiu.

 

Fonte: O Globo


1

Acusado de matar policial, Vorayuth Yoovidhya pode ser detido em 190 países

 

BANGCOC — Após acionada por autoridades na Tailândia, a Polícia Internacional (Interpol) emitiu uma ordem de prisão contra o neto e herdeiro de um dos criadores do energético Red Bull. O bilionário Vorayuth Yoovidhya, de 32 anos, conhecido como “Boss” (Chefe), é o principal suspeito de atropelar e matar um policial, sem parar para prestar socorro.

 

O crime aconteceu há cinco anos. Yoovidhya já era considerado foragido no país asiático. Com a nova ordem de prisão, ele se torna um foragido internacional.

 

Porta-voz da polícia tailandesa, Krissana Pattanacharoen informou nesta segunda-feira que o departamento foi notificado pela rede internacional de polícia sobre o pedido. Com o nome na relação da Interpol chamada de difusão vermelha, o indíviduo passa a ser procurado e pode ser detido provisoriamente, com extradição pendente, em 190 países.

 

Yoovidhya fugiu da Tailândia no fim de abril, pouco antes de as autoridades emitirem uma ordem de prisão por repetidas ausências do herdeiro em audiências com os procuradores. Ele viajou para Cingapura em um jatinho particular da família. Desde então, não há notícias sobre o paradeiro do acusado. Um mês depois, o passaporte dele foi cancelado.

 

“Nós temos trabalhado neste caso com todos os meios, e este Alerta Vermelho é o que podemos fazer quando acreditamos ser possível que ele esteja escondido em outro país”, explicou a porta-voz.

 

“Boss” é neto do co-fundador da marca Reb Bull, Chaleo Yoovidhya. Trata-se da bebida energética mais popular do mundo.

 

As autoridades acreditam que ele estava o volante do carro que atropelou um policial, que patrulhava a vida central de Bangcoc de motocicleta. A vítima teria sido arrastada por baixo do veículo. O motorista acelerou e deixou o homem no local, onde não resistiu. A polícia encontrou vestígios de óleo e fluido de freio na propriedade de Yoovidhya.

 

Fonte: O Globo


1

O Facebook está apresentando instabilidades neste sábado, 26, segundo internautas.

 

Eles estão utilizando o Twitter para reclamar que as redes sociais estão fora do ar em diversos momentos desta manhã.

 

O Facebook ficou instável para brasileiros e pessoas no exterior. De acordo com alguns internautas, o Instagram também ficou indisponível para acesso.

 

As mensagens de erro aparecem tanto no momento de acesso à página quanto para quem já está logado na rede social ou tenta acessar páginas ou o chat.

 

Fonte: Catraca Livre


1

Decreto de Temer acaba com a Reserva Nacional de Cobre entre o Pará e o Amapá. WWF Brasil fala em ‘catástrofe anunciada’

 

BRASÍLIA — Depois de mais de 30 anos fechada à atividade de mineração, uma imensa área da Amazônia rica em ouro poderá ser explorada pela iniciativa privada. Por meio de um decreto publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União, o governo federal extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), criada em 1984, ainda durante a ditadura militar. Com isso, uma área de cerca de 47 mil quilômetros quadrados entre o Pará e o Amapá está liberada para extração de ouro e outros minerais nobres. A área fechada tem o tamanho equivalente ao do estado do Espírito Santo, ou oito vezes a dimensão do Distrito Federal.

 

A expectativa do governo é, agora, iniciar os leilões das áreas para as empresas interessadas em explorar a área. No decreto, assinado pelo presidente Michel Temer, o governo destaca que a extinção da Renca “não afasta a aplicação de legislação específica sobre proteção da vegetação nativa, unidades de conservação da natureza, terras indígenas e áreas em faixa de fronteira”.

 

Apesar de ter cobre no nome, a reserva é rica sobretudo em ouro, mas também em tântalo, minério de ferro, níquel, manganês e outros minerais. Não há informações sobre o tamanho dos depósitos. Mas a avaliação do Ministério de Minas e Energia é que a área poderá se tornar algo de relevância mundial e despertar a atenção de mineradoras de todo o planeta.

 

A reserva do cobre foi criada por meio de um decreto assinado pelo presidente militar João Figueiredo, que impediu a exploração mineral na mata. A área fechada tem o tamanho equivalente ao do estado do Espírito Santo, ou oito vezes a dimensão do Distrito Federal. O plano dos militares era explorar, por meio de uma estatal, grandes jazidas de cobre na região. Essa intenção, no entanto, não saiu do papel.

 

Sem mineração, a área reúne florestas protegidas e terras indígenas. Por isso, a liberação da região para as mineradoras preocupa ambientalistas. O governo federal ainda não detalhou como será a entrada de mineradoras na região.

 

Área da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca),
agora liberada para mineração – WWF Brasil

 

‘CATÁSTROFE ANUNCIADA’

 

A extinção da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca) por meio de decreto nesta quarta-feira foi classificada como “catástrofe anunciada” pelo coordenador de políticas públicas do WWF Brasil, Michel de Souza. Ele vê com preocupação a decisão do governo e diz que coloca em risco as nove áreas protegidas que estão dentro dos limites da reserva — como o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, que é o maior parque de florestas tropicais do mundo:

 

— A Floresta Amazônica é nosso maior ativo. Nesse momento de desespero e de crise, estão colocando em risco as áreas protegidas que se encontram dentro da reserva — destaca Souza.

 

O coordenador da WWF Brasil reconhece a importância da atividade de mineração para a economia brasileira, mas diz é fundamental avaliar o risco envolvido:

 

— É um risco tremendo dar esse tipo de sinalização por decreto, sem discutir com a sociedade. Abrir a reserva sem transparência nos preocupa muito. É uma catástrofe anunciada. Temos vários exemplos de contaminação mineral. Pode haver uma corrida para a região. E como garantir que as grandes empresas de mineração vão seguir acordos de cooperação dos quais o Brasil não é signatário?

 

Fonte: O Globo

Foto: Vista aérea da Amazônia – Marcelo Sayão / Agência O Globo/07-02-1998


1

Veja o que foi destaque nessa Semana

 

RIO — Boa noite! A barbárie volta à cena, desta vez em Barcelona, onde terroristas em uma van atropelaram e mataram pelo menos 13 pessoas, além de ferir mais de cem outras. Imagens de pânico tomaram a famosa Rambla. Esta é a sexta vez que grupos como o Estado Islâmico, que reivindicou o ataque, usam veículos em atentados. O terror parece não ter fim.

 

Barcelona sob ataque

Policiais e médicos na área do atentado em Barcelona - Foto: JOSEP LAGO / AFP

Atentado com uma van em Barcelona, reivindicado pelo Estado Islâmico, deixou ao menos 13 mortos e mais de 100 feridos, levando o terrorismo a um dos principais pontos turísticos da Espanha.

 

O que sabemos

Pessoas fugiram correndo da cena – PAU BARRENA / AFP

Veja o que se sabe até agora sobre o atentado, em informações atualizadas a todo momento.

Registros do terror

Homem foge da cena com criança no colo – Giannis Papanikos / AP

Vídeos e fotos mostram momentos de pânico e desespero em La Rambla.

Solidariedade às vítimas

Nas redes, internautas ofereceram ajuda aos atingidos, enquanto outros deixam ameaças no perfil do suspeito.

 

Brasileiros no local da tragédia

Pessoas ajudam ferido após atentado terrorista em Barcelona nesta quinta-feira – Oriol Duran / AP

Em Barcelona, multiplicam-se relatos de brasileiros, contando momentos de solidariedade e medo.

Nova tática da jihad

Relembre outros cinco ataques em que veículos foram usados como armas.

Quanto vale?

Primeiros bens apreendidos na Lava-Jato do Rio são arrematados em leilão. Veja fotos.

 

‘Podem até mudar o presidente, mas o programa não muda’

O Senador Tasso Jereissati, presidente do PSDB - ANDRE COELHO / Agência O Globo

— Tasso Jereissatti, presidente interino do PSDB, defendendo programa do partido na TV que critica o presidencialismo “de cooptação”.

 

Série sobre transplantes

Ana Júlia Aleixo recebeu um novo coração após série de reportagens do GLOBO 
Foto: Michel Filho/Agência O Globo

Repórter do GLOBO ganha o prêmio GDA de jornalismo. Leia a reportagem e assista aos vídeos.

 

Crise

A fachada do Palácio Guanabara, sede do governo do Rio - Alexandre Cassiano / Agência O Globo

Enquanto o Rio se mantém na lanterna das contas públicas do país, desemprego no estado registra taxa recorde no segundo trimestre do ano.

 

Crescimento

 

Economia cresceu 0,25% no segundo trimestre. País está em processo de recuperação lenta e gradual.

Míriam Leitão

O governo pretende incluir 800 mil famílias no Bolsa Família e zerar a fila para o programa.

 

Fórmula mágica

Garrafas de Coca-Cola em loja de Kentucky, nos Estados Unidos – Luke Sharrett / Bloomberg

Coca-Cola oferece prêmio de US$ 1 milhão para quem encontrar substituto para o açúcar.

Guerra no Rio

Policiais na UPA de Manguinhos, para onde um dos baleados no Jacarezinho foi levado – Guilherme Pinto / Agência O Globo

Sétimo dia seguido de confrontos no Jacarezinho deixa um morto e um ferido.

 

Depois do fuzil

Foto mostra estátua com boné da PM – Reprodução

Estátua de Michael Jackson no Dona Marta agora aparece com boné da PM.

 

Ator na cadeia

Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia – Márcio Alves / Agência O Globo

Dado Dolabella foi preso na tarde desta quinta por dívida de R$ 190 mil em pensão alimentícia.

 

Repúdio ao racismo

Presidente do Botafogo condena atitude de torcedor e diz que não teme punição ao clube.

 

Rock In Rio, a escala

Rock in Rio – Ariel Martini

Já dá para se programar: festival divulga horário dos shows e lança aplicativo.

Os personagens ficam

O ator Paulo Silvino – Divulgação

adeus ao ator Paulo Silvino, morto em decorrência de um câncer aos 78 anos; humorista foi celebrizado por personagens como o policial Fonseca e o porteiro Severino.

 

Para pular da cadeira

Cena de ‘Annabelle: a criação do mal’ – Divulgação

O terror “Annabelle: a criação do mal” chega às telonas sob aplausos do Bonequinho. Confira salas e horários de todas as outras estreias da semana.

 

Riqueza açoriana

O farol na Ponta do Arnel, na ilha de São Miguel, nos Açores, é um bom lugar para ver o nascer do Sol – Faber/Azoresphotos/Visit Azores / Divulgação

Ilha de São Miguel reserva roteiro com lagoas, trilhas, mergulho e gastronomia em meio ao Oceano Atlântico.

 

 

Fonte: O Globo

POR PAULO MOTTA, EDITOR EXECUTIVO


1

Saiba o que querem os diferentes segmentos da direita radical americana

WASHINGTON – A cidade de Charlottesville, no estado da Virgínia nos Estados Unidos, foi o epicentro de um protesto da extrema direita americana organizado por grupos de ideologia supremacista branca no fim de semana. Homens carregando bandeiras dos Estados Confederados da América, que representa os estados sulistas nos EUA na época da Guerra Civil, caminharam lado a lado com simpatizantes neonazistas e da Ku Klux Klan contra a retirada de uma estátua do general Robert E. Lee, herói de movimentos escravocratas, de um parque da cidade.

 

O evento foi nomeado pelos participantes de “Unir a direita”, como uma tentativa de reunir conservadores radicais contra o avanço de ideais progressistas. As manifestações foram tomadas por violência, e o governador do estado, Terry McAuliffe, declarou estado de emergência. Mas quem são os nacionalistas brancos e o que querem?

 

O QUE É NACIONALISMO BRANCO?

 

O termo surgiu como um eufemismo para supremacia branca: a crença de que pessoas brancas são superior a outras etnias e, portanto, deveriam dominar a sociedade, segundo Oren Segal, diretor da Centro sobre Extremismo da Liga Antidifamação. Os apoiadores da ideia também atuam sob outros nomes, como “alt-right” (direita alternativa), identitarianos e realistas raciais — as nominações são apenas “um novo nome para esse velho ódio”, afirma.

 

Richard Spencer, presidente do Instituto de Política Nacional, é conhecido por conceber o termo “alt-right”.

 

— Não uso o termo nacionalista branco para me descrever — esclarece. — Gosto do termo “alt-right”. Há uma abertura a isso, e é imediatamente compreensível. Viemos de uma nova perspectiva.

 

Outros grupos supremacistas brancos incluem a Ku Klux Klan e neonazistas. Mas a maioria dos supremacistas não são afiliados a grupos organizados, indica Segal. Alguns evitam se distanciar de associações reconhecidas como grupos de ódio, como a KKK. Segundo o especialista, isso dificulta o rastreamento desses indivíduos e indica uma tendência a flexibilidade desses grupos extremistas.

 

Apesar das diferenças, o objetivo é o mesmo: construir um Estado branco onde haja separação étnica, já que, para eles, a diversidade é uma ameaça. Especialistas destacam a vitimização como elemento-chave dos movimentos supremacistas:

 

— Há uma sensação de que os brancos estão sob cerco e sendo deliberadamente despojados por elites hostis que esperam guiar uma nova ordem multicultural — indica George Hawley, cientista político da Universidade de Alabama.

 

QUE IDEAIS DEFENDEM?

 

Segundo Heidi Beirich, diretora do Projeto de Inteligência do Southern Poverty Law Center, que monitora grupos de ódio e extremistas, supremacistas brancos defendem genocídio e limpeza étnica sob um sistema de governo tirânico. Para ela, a visão de futuro desses indivíduos para os Estados Unidos se parece com o que o país era por volta de 1600, ou até antes.

 

— Todos os direitos civis para não-brancos seriam removidos — indica a especialista em entrevista à CNN. — Todo poder político estaria nas mãos de pessoas brancas, em particular homens brancos porque esse movimento é extremamente masculino e, muitos diriam que é um movimento toxicamente masculino. Eles têm visões bem retrógradas sobre o que as mulheres devem fazer.

 

Segundo especialistas, a possibilidade de uma sociedade assim realmente se desenvolver é extremamente remota:

 

— Uma liderança política real está tão longe da realidade que não se encontra muito na maneira como documentos de políticas da “alt-right” detalham instruções sobre diferentes agências governamentais — avalia Hawley.

 

QUE TIPO DE AMEAÇA REPRESENTAM?

 

Como muitos não se afiliam a grupos organizados, é difícil mensurar a dimensão da ameaça que os supremacistas representam. A direita alternativa, por exemplo, não tem organização formal, e muitos atuam de maneira anônima e virtual, segundo Hawley. Já Segal indica que o movimento parece crescer, com mais adesões ao engajamento na internet que resultam na promoção de eventos como a marcha em Charlottesville. De acordo com Beirich, há mais de 900 grupos de ódio nos Estados Unidos, ante 600 em 2000.

 

— Eles querem ganhar vantagem no atual clima político, que sentem que é sem precedentes para dar boas vindas a suas visões de mundo — indica Segal. — O resultado da marcha de Charlottesville e outros eventos este ano vão dar uma ideia clara do quão bem recebidas essas visões são, e vão, sem dúvida, ajudar a moldar os planos para os próximos meses.

 

E AINDA: Democratas e republicanos criticam Trump sobre protesto na Virgínia

 

Filha de Trump denuncia ‘supremacia branca e neonazistas’

 

Charlottesville: campanha levanta US$ 100 mil para família de vítima

 

Ele afirma que extremistas de todos os tipos são sempre uma ameça, “mas quando qualquer grupo extremista se sente encorajado, isso é um sério motivo para preocupação. Muitos dos participantes do “Unir a direita” se sentem representados pelos comentários controversos do presidente americano Donald Trump sobre imigrantes, muçulmanos e mexicanos. Os supremacistas se sentem validados e de que podem fazer parte do sistema político.

 

— A história das últimas décadas de supremacia branca no país é de que eles viam tanto republicanos como democratas como uma perda de tempo. Em outras palavras, a política era um fim morto para eles. Mas tudo mudou com Trump — afirma Beirich.

 

O presidente fez comentários sobre a violência em Virgínia que foram alvos de críticas, pois ele não condenou especificamente os ataques supremacistas:

 

“Nós condenamos nos termos mais fortes possíveis essa escandalosa demonstração de ódio, intolerância e violência de muitos lados, muitos lados” disse o presidente no sábado.

 

Fonte: O Globo

Foto: Mykal McEldowney


joaquina

Sábado é dia de Joaquina Lounge, um barzinho novo e cheio de badalações na cidade, venham conferir!

 

Rua 14, N° 2486 Jd. São Paulo – Rio Claro / SP :)

 

Venha tomar aquela cerveja bem gelada e ainda ouvir o melhor do Funk, Pop e Trash.

 

Ah … Já experimentou o Joaquina Drink?! Experimente! ;)

 

E vem muitas novidades por aí! #joaquinaloungebar #sabadonojoaquina #rioclarosp

O Joaquina vai abrir suas portas novamente e convida você para fazer parte desta festa!

Estamos preparando algumas surpresas para esta noite!

 

Sábado 12 de Agosto de 2017 a partir das 19:00 hrs

Rua 14, 2486 Jd São Paulo, Rio Claro (São Paulo)

Clique aqui e Saiba mais… ;)

joaquina


Revista Colaborativa

O seu maior objetivo é diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vidas para um caminho mais rápido ao alcance do conhecimento, divulgar ideias, movimentos, e ações através de uma nova mídia colaborativa na cidade, com informações de causa social, uma revista eletrônica que tem como público alvo internautas com médio e alto potencial ideológico e de consumo para interagir e desenvolver a sua própria subsistência em diversas esferas da comunidade para o bem comum.