Revista Colaborativa Rio Claro Online Contato WhatsApp: +55 19 9 9801.7240 | 3597.0881 contato@rioclaroonline.com.br


feena
29 de julho de 2019

Gaema Piracicaba promove reuniões para prevenção e controle de incêndios florestais


Setores e órgãos públicos apresentaram propostas.

 

Nos últimos dias 25 e 26 de julho, foram realizadas em Piracicaba reuniões promovidas pelo Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (Gaema) sobre prevenção, monitoramento e combate a incêndios florestais, em lavouras de cana-de-açúcar e em rodovias. A iniciativa é coordenada pela promotora de Justiça Alexandra Facciolli Martins e pelo 16º Grupamento do Corpo de Bombeiros.

 

Diversos setores e órgão públicos foram chamados a colaborar, dentre eles a Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade (CFB/ Sima), Fundação Florestal, Instituto Florestal, Cetesb, Polícia Militar Ambiental e Escritório de Defesa Agropecuária de Piracicaba. Os encontros têm como objetivo a elaboração de estratégias regionais para a melhoria das medidas de prevenção, monitoramento e combate aos incêndios florestais e em lavouras de cana-de-açúcar na área de abrangência do Gaema Piracicaba.

 

Foram discutidas providências para a criação de redes de apoio regionais de prevenção e que possam prover respostas mais rápidas e eficientes. Pretende-se, ainda, por meio da articulação, otimizar recursos e aperfeiçoar a comunicação.

 

A primeira reunião, na manhã do dia 25 de julho, foi realizada com o setor sucroenergético. União da Agroindústria Canavieira (Unica), Associação dos Fornecedores de Cana de Piracicaba (Afocapi), Raízen, Grupo Furlan, Usina Ester, USJ Açúcar e Álcool, entre outras, apresentaram os compromissos assumidos pela indústria e associações de fornecedores de cana por meio do Protocolo Agroambiental Etanol Mais Verde, que prevê a eliminação da queima como método de colheita. Além disso, foram também expostos os esforços adotados para a manutenção de uma estrutura adequada de prevenção e de combate rápido aos incêndios.

 

Na mesma data, no período da tarde, o DER, a Artesp e as concessionárias de rodovias da região, como AutoBAn, Centrovias e Intervias, também compareceram para esclarecer sobre as ações adotadas, apresentando os dados de monitoramento e os procedimentos para atendimento e comunicação.

 

Em 26 de julho os encontros foram com as administrações municipais da região, com o objetivo de verificar a estrutura de atendimento pela Defesa Civil e a necessidade de sua adequação para viabilizar a formação das redes de apoio regionais coordenadas pelo Corpo de Bombeiros. Também está sendo estimulada a ampliação das adesões ao Sistema Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais – Operação Corta Fogo.

 

A educação ambiental e a comunicação com a sociedade sobre a eliminação do uso de fogo e sobre os riscos de incêndios florestais também foram apontadas por todos os participantes como imprescindíveis para o sucesso do projeto.

 

Nos dias 30 de julho e 1º de agosto acontecerão mais encontros. Fazem parte do Gaema Piracicaba os municípios de Águas de São Pedro, Americana, Analândia, Capivari, Charqueada, Cordeirópolis, Corumbataí, Ipeúna, Iracemápolis, Itirapina, Limeira, Mombuca, Piracicaba, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação Social
Ministério Público do Estado de São Paulo
Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br 
Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095

 

feena

Foto: Bom dia Cidade


lei8429.92-rioclaro-sp
23 de julho de 2019

Saiba mais sobre o Art. 9 da Lei de Improbidade Administrativa – Lei 8429/92


Lei nº 8.429 de 02 de Junho de 1992

 

Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências.

 

Art. 9° Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de cargo, mandato, função, emprego ou atividade nas entidades mencionadas no art. 1° desta lei, e notadamente:

 

I – receber, para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra vantagem econômica, direta ou indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou presente de quem tenha interesse, direto ou indireto, que possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições do agente público;

 

II – perceber vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a aquisição, permuta ou locação de bem móvel ou imóvel, ou a contratação de serviços pelas entidades referidas no art. 1° por preço superior ao valor de mercado;

 

III – perceber vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a alienação, permuta ou locação de bem público ou o fornecimento de serviço por ente estatal por preço inferior ao valor de mercado;

 

IV – utilizar, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades mencionadas no art. 1° desta lei, bem como o trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas entidades;

 

V – receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indireta, para tolerar a exploração ou a prática de jogos de azar, de lenocínio, de narcotráfico, de contrabando, de usura ou de qualquer outra atividade ilícita, ou aceitar promessa de tal vantagem;

 

VI – receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indireta, para fazer declaração falsa sobre medição ou avaliação em obras públicas ou qualquer outro serviço, ou sobre quantidade, peso, medida, qualidade ou característica de mercadorias ou bens fornecidos a qualquer das entidades mencionadas no art. 1º desta lei;

 

VII – adquirir, para si ou para outrem, no exercício de mandato, cargo, emprego ou função pública, bens de qualquer natureza cujo valor seja desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do agente público;

 

VIII – aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de consultoria ou assessoramento para pessoa física ou jurídica que tenha interesse suscetível de ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições do agente público, durante a atividade;

 

IX – perceber vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de qualquer natureza;

 

X – receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indiretamente, para omitir ato de ofício, providência ou declaração a que esteja obrigado;

 

XI – incorporar, por qualquer forma, ao seu patrimônio bens, rendas, verbas ou valores integrantes do acervo patrimonial das entidades mencionadas no art. 1° desta lei;

 

XII – usar, em proveito próprio, bens, rendas, verbas ou valores integrantes do acervo patrimonial das entidades mencionadas no art. 1° desta lei.


policia-civil-rioclaro-sp
23 de julho de 2019

Rio Claro tem déficit de 42 policiais civis


Faltam pelo menos 853 policiais, um déficit de 45%, maior que a média de todo o Estado. As cidades que compõem o Departamento de Polícia Judiciária do Interior Nove (Deinter 9), na região de Piracicaba, têm o maior déficit de policiais civis de todo Estado de São Paulo. Segundo a lei, a região precisa ter 1.897 profissionais para prestar um serviço adequado à população e oferecer boas condições de trabalho, mas faltam pelo menos 853 policiais, um déficit alarmante de 45%.

 

O índice é maior que a média de todo o Estado, que fica em 34%. A defasagem de cada região é calculada levando em consideração o número de policiais previsto em lei e o número de cargos ocupados. “Não podemos mais continuar trabalhando nessas condições. O governador precisa agir rápido para repor os quadros.

 

A Polícia Civil está adoecendo, os policiais estão prejudicando a própria saúde para não deixar a população desassistida”, afirma a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP), Raquel Kobashi Gallinati.

 

Atualmente, toda a região conta com 1.044 cargos ocupados, entre delegados, investigadores, escrivães, agentes policiais, agentes de telecomunicações, papiloscopistas e auxiliares de papiloscopista. Os dados para o cálculo são fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública e se referem ao número de policiais em atividade até dezembro de 2018.

 

Por isso, o déficit pode ser ainda maior, já que não estão contabilizadas as baixas provocadas por aposentadorias e exonerações que aconteceram desde 1º de janeiro deste ano até o momento.

 

Além do déficit de funcionários, outro problema enfrentado pela polícia são os baixos salários, as deficiências na estrutura e a falta de equipamentos básicos de segurança, como o colete à prova de balas. “Uma das promessas de campanha do governador era que a polícia paulista teria os melhores salários do Brasil até o final do seu mandato. Já se passaram seis meses e até o momento ele não definiu um índice, nem afirmou quando esse reajuste será aplicado”, completa Raquel.

 

Os reflexos desse sucateamento são sobrecarga de trabalho, acúmulo de funções e trabalho em escala de sobreaviso durante todo o mês, sem descanso.

 

RIO CLARO

 

 

 

Em Rio Claro, no total são 119 policiais civis atuando no município, porém, pela lei o número deveria ser de 161, ou seja, menos 42 profissionais.

 

REUNIÃO

 

A presidente do SINDPESP visita Piracicaba nesta segunda-feira (22) para ouvir dos policiais qual o impacto desse déficit nas condições de trabalho e no atendimento à população. “Um policial civil, por exemplo, é obrigado a cumprir a função de quatro ou cinco. Desta forma, normas do direito internacional do trabalho são frontalmente desrespeitadas, pois não se permite ao profissional o direito ao descanso. Ele fica 24 horas de sobreaviso o mês inteiro”, avalia a presidente.

 

Fonte: Diário do Rio Claro


senac
23 de julho de 2019

Evolução tecnológica gera alternativas econômicas às empresas e otimização de processos


Conceitos como Internet das Coisas e economia criativa digital modernizam funcionalidades corporativas e integram informações

 

A evolução tecnológica está fomentando a automação de serviços e sistemas que proporcionam alternativas administrativas mais econômicas às empresas, como a redução de custos e otimização de investimentos. Com isso, projetos integrados que conectam dispositivos fixos e móveis são grandes elementos dessa nova relação e já estão mais do que presentes no cotidiano corporativo.

 

Para Fernando de Souza Pereira, docente da área de tecnologia da informação do Senac Piracicaba, se pensarmos nossa rotina diária hoje, estamos completamente conectados por meio de aplicativos, seja pessoalmente ou profissionalmente. “Atualmente, conceitos como a Internet das Coisas, o avanço da linguagem de programação e até o fenômeno das redes sociais nos liga, mesmo que indiretamente, a um único ponto de conexão: a web”.

 

Segundo o docente, bons exemplos dessa integração são ferramentas básicas como o WhatsApp, Facebook e Instagram, que não são mais pensadas somente do ponto de vista social, mas como ações integrativas de capital. “Se a empresa conseguir aproveitar essa variedade de tecnologias e dispositivos, ela já terá uma predisposição a assumir a vanguarda econômica e administrativa perante a concorrência”.

 

Fundamentais à economia criativa digital, os dispositivos tecnológicos, aliados a ilimitada criatividade humana, possibilitam um avançado processamento e desempenho dos serviços empresariais. “Os exemplos vão desde um aplicativo de entrada e saída de despesas a grandes plataformas bancárias digitais”, pontua Fernando.

 

Um exemplo de sistema integrado capaz de beneficiar economicamente serviços empresariais foi desenvolvido por Tiago Félix, 32 anos, ex-aluno do curso Assistente de Desenvolvimento de Aplicativos Computacionais no Senac Piracicaba. Idealizada em 2018, a plataforma começou como um projeto prático das aulas, que unificaria informações de entrada e saída de carros para inspeção em empresas que lidam com a manutenção de automóveis.

 

Todo o processo de criação do sistema foi um período de novas experiências para Tiago, que trabalhou com linguagens tecnológicas e suas funções. “No total, foram três meses entre o desenvolvimento da plataforma até a entrega final, sempre recebendo orientação pedagógica da unidade. Hoje, ele já é utilizado no mercado e reúne mais de 10 mil cadastros. Pelo feedback que recebo constantemente, simplificou o trabalho dos responsáveis pelos caixas dos clientes no fechamento de cada mês”, explica o ex-aluno.

 

Internet das Coisas

 

Consequência da revolução tecnológica, a Internet das Coisas é parte fundamental desse processo. Derivada do termo em inglês Internet of Things, o conceito refere-se à total conexão de sistemas e pessoas com a rede mundial de computadores e abre amplas possibilidades administrativas e organizacionais.

 

Nas empresas, esses dispositivos podem monitorar temperaturas e velocidade de máquinas, índices de umidade, radiação e muito mais. No campo, podem controlar o crescimento de plantas, a incidência de pragas e coloração das frutas, por exemplo. Em casa, um simples controle de luzes é possível de ser feito pela internet.

 

“Por meio de sensores em objetos físicos ou orgânicos, conectados por meio de redes com e sem fio, é possível agilizar processos e descobrir efetividades e anomalias. Esses sistemas trazem inteligência e racionalidade ao planejamento público, privado e social, além, claro, de diminuir custos de operações”, diz Diego João de Ramos, docente da área de tecnologia da informação do Senac Rio Claro.

 

Serviço:

Senac Piracicaba

Endereço: Rua Santa Cruz, 1148 – Bairro Alto – Piracicaba/SP

 

Senac Rio Claro

Endereço: Avenida Dois, 720 – Centro – Rio Claro/SP


Rio_claro_sp
23 de julho de 2019

Cobrar ingresso em local público é legal?


A Rio Claro Online foi indagada nos últimos dias por várias pessoas sobre a cobrança de ingresso em evento realizado em local de domínio público, a equipe ficou um tanto curiosa em saber da real legalidade de ações como estas.

 

Não somos contra a realização de nenhum evento em lugar algum, principalmente eventos que trazem o benefício social e acima de tudo a descoberta de novos valores, artistas e produtores de eventos da cidade, que ora possa estar oculto, necessitando de se mostrar ao mundo.

 

Mas os leitores que nos indagam (diversos emails e mensagens via redes sociais), merecem no mínimo uma resposta fundamentada e embasada na legalidade.

 

Procuramos nas páginas da internet, uma resposta que possa no mínimo levar a uma interpretação da indagação sugerida como título desta postagem.

 

Em busca de respostas, determinamos em buscar soluções na interpretação do que virá a ser um “espaço público”.

 

A mais compreensível a aquele que se propõe a nos ajudar a uma fundamentação, foi na página da Wikipédia que é sempre bem didática e de simples explicação, que diz o seguinte:

 

“A caracterização de um espaço público é bastante variada:

  • Os espaços públicos livres podem se definir como espaços de circulação (como a rua ou a praça), espaços de lazer e recreação (como uma praça ou PARQUE URBANO), de contemplação (como um jardim público) ou de preservação ou conservação (como um grande parque ou mesmo uma reserva ecológica). Nestes locais, o direito de ir e vir é total.
  • Existem ainda os espaços que, ainda que possuam uma certa restrição ao acesso e à circulação, pertencem à esfera do público: portanto, nestes espaços, a presença do privado deve ser teoricamente controlada e, até mesmo, evitado. São, em geral, os edifícios e equipamentos públicos, como instituições de ensino, hospitais, centros de cultura etc.”

 

Ao entendimento da nossa equipe online, entendimento nestas fundamentadas explicações, entendemos que uma quadra esportiva ou mesmo um Centro Cultural, seja um espaço de “lazer e recreação”, sendo compreendido ser um local, onde o meu direito de ir e vir é total, até o momento em que eu, ou qualquer outra pessoa, fira o bem estar do convívio pessoal, e seja judicialmente proibido(a) o trânsito individual, por entendimento jurídico.

 

Então a Rio Claro Online interpreta, que não é adequado cobrar ingressos da população, essa que por sua vez, se encontra em situação de vulnerabilidade social e carente de cultura de base, não podendo dispor assim, de recursos e valores adicionais da sua renda para poder participar de eventos onde o Estado tem a obrigação de proporcionar uma gestão pública de qualidade e atividades de forma totalmente gratuita.


UPA-avenida-29
22 de julho de 2019

Prefeitura diz que justiça suspendeu pena a servidores da Saúde na morte de criança


Foi publicada no Diário Oficial Eletrônico (DO-e) portarias que puniam com afastamento dez profissionais da Saúde na tarde dessa quarta-feira (17). Questionada pela reportagem do Centenário sobre o motivo da punição, a prefeitura enviou nota oficial à imprensa informando que a medida foi “resultado da conclusão da sindicância e processo disciplinar para apurar o óbito de uma criança no dia 14 de março de 2018, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro do Estádio, na Avenida 29”.

 

Disse ainda que no mesmo dia da publicação das portarias, quarta-feira (17), a Fundação de Saúde de Rio Claro foi intimada pela Justiça, por decisão liminar da Vara da Fazenda Pública de Rio Claro, a suspender a punição imposta aos servidores municipais.

 

Com isso, a pena fica suspensa e os servidores não serão afastados. “A Fundação de Saúde acatou a decisão, porém, irá apresentar agravo de instrumento no Tribunal de Justiça de São Paulo com o intuito de revogar a liminar”, aponta a nota oficial.

 

PENA

 

A pena que seria aplicada pela secretaria de Saúde a quatro médicos plantonistas, quatro enfermeiros e dois técnicos de enfermagem foi afastamento das atividades, que variava entre 30 e 40 dias, além de suspensão dos direitos e vantagens do cargo

 

“A penalidade de afastamento interfere em benefícios trabalhistas dos servidores punidos, como licença prêmio, férias, não recebimento de salários e progressão na carreira. As escalas de trabalho não seriam prejudicadas, já que haveria preenchimento por outros profissionais”, que esclareceu que o departamento de Recursos Humanos notificou os servidores.

 

ARQUIVAMENTO

 

Sobre o óbito da criança, que ocorreu no dia 7 de março de 2018, a secretaria de Saúde informa que a sindicância foi arquivada. “Após a mais ampla análise jurídica, concluiu-se pela total ausência de qualquer ato de indisciplina funcional”, disse.

 

EM ABERTO

 

Já em relação ao óbito ocorrido no dia 10 de dezembro de 2017, a nota oficial explica que “o processo de apuração é mais amplo e continua em trâmite”. Portanto, ainda não foi concluído.

 

Defesa de servidores diz que processo possui nulidades

 

O advogado Filipe Brunelli Falcão, que defende seis dos profissionais que seriam afastados, destacou à reportagem em nota oficial que o processo possui nulidades e a penalidade foi injusta.

 

De acordo com ele, o grupo de servidores respondia a um processo administrativo junto à Fundação de Saúde de Rio Claro e, depois da instrução processual, foi proferida a decisão que determinou o imediato cumprimento da penalidade.

 

“Entendemos que o processo administrativo possui diversas nulidades e a penalidade foi imposta de forma absolutamente injusta, o que foi levado à apreciação da justiça”, destaca.

 

O advogado informou ainda que entrou com pedido de tutela antecipada para que o juiz suspendesse a pena. O resultado foi dado nessa terça-feira (16), e a liminar foi deferida. “Foi deferido liminarmente. Agora, o processo terá seu trâmite normal até decisão final”, finaliza.

 

Fonte: Diário do Rio Claro


rioclaro-sp
22 de julho de 2019

GCM prende indivíduo por tentativa de estupro e roubo em Rio Claro


Nesta madruga de domingo (21), após denúncia via 153, as viaturas 40972 e 45049, com os Guardas Civis Pedro e Cordeiro, Mauricio e De Paula, compareceram na Rua 10, no Bairro Boa Morte, onde a vítima relatou que um indivíduo invadiu sua casa pelo telhado exigindo que lhe desse dinheiro, como não tinha passou a agredí-la, só não a estuprou porque reagiu impedindo o ato. O indivíduo fugiu levando suas joias, bijuterias e outros objetos.

 

Com as características do autor, os Guardas Civis iniciaram patrulhamento pelas imediações e tiveram sucesso em encontrar o criminoso e os objetos roubados, na Avenida 19, próximo ao cemitério, sendo questionado, ele confessou as agressões e o roubo.

 

A vítima passou por avaliação médica na UPA da 29, e o médico solicitou que indivíduo também fosse avaliado, uma vez que a vítima na tentativa de se defender acabou mordendo o autor.

 

No Plantão Policial, a autoridade presente determinou a elaboração do Boletim de Ocorrência por tentativa de estupro e roubo, ratificando a prisão do criminoso.

 

Com informações da Guarda Civil Municipal – GCM


eduardo-bolsonaro
19 de julho de 2019

‘Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro sobre indicação de Eduardo para embaixada nos EUA


BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro reafirmou, em transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira, que pretende indicar o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada nos EUA. Bolsonaro disse que o filho só não irá para a embaixada se não quiser ou se não for aprovado pelo Senado.

 

— Lógico, que é filho meu, pretendo beneficiar filho meu, sim. Pretendo, se puder, dar filé mignon, eu dou, mas não tem nada a ver com filé mignon, nada a ver, é realmente, nós aprofundarmos um relacionamento com um país que é a maior potência econômica e militar do mundo — disse

 

Na defesa de seu filho, o presidente disse que, se quisesse, poderia até colocar o deputado como ministro de Relações Exteriores e mandar o atual ministro, Ernesto Araújo, para a embaixada em Washington.

 

— Se eu quiser hoje, eu não vou fazer isso jamais, chamo o Ernesto Araújo, falo: O Ernesto vai para Washington, que eu vou botar o Eduardo no Ministério da Relações Exteriores — afirmou.

 

Foi a terceira vez nesta quinta-feira que o presidente falou publicamente sobre o tema. Ele disse que o cargo de embaixador serve como um “cartão de visitas” e que há interesse americano em aprofundar relações com o Brasil. Além disso, citou a tarefa de “voltar à normalidade” na Venezuela.

 

— Mais importante que ajudarmos a Venezuela a voltar à normalidade é evitar que outros países entrem na linha da Venezuela.

 

Sobre a entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o chamado “clube dos ricos”, o presidente afirmou que faltam “poucos detalhes” e recordou o apoio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao pleito brasileiro. Bolsonaro também disse que todos os países-membros da organização, que são 34, concordam com o ingresso brasileira.

 

 

Foto: Paola De Orte / Agência Brasil / Agência O Globo

Fonte: O Globo


capa-festaemprol-paradalgbt-rioclaro-sp
19 de julho de 2019

Festa em Prol a Segunda Parada LGBT de Rio Claro/SP


O Movimento LGBT em parceria com o Joaquina Lounge Bar convida vocês para somar forças novamente pelos direitos LGBT na cidade de Rio Claro/SP.

 

A festa é para a arrecadação da Segunda Semana e Parada LGBT de Rio Claro/SP.

 

A Organização da Parada LGBT de Rio Claro/SP afirma que “O baileeeee prometeeeee nesse mês de Julho!!!”

 
O Movimento LGBT em parceria com a Loja Autoriza Oficial Rubi Moda Festa está realizando sorteios de bandeiras e lenços, assim como está disponibilizando os itens para venda na Loja Rubi Moda Festa. Participe da arrecadação!

 

VENDA BANDEIRA (1)

 

O Movimento LGBT também está fechando espaço para promoção no trio esse ano de 2019, entre em contato!

 

trio-2019-LGBT

 

ARTE FINAL 19.07 LGBT

 

Só chegar no Joaquina!!!

 

APRESENTADORA OFICIAL
DA SEGUNDA PARADA LGBT DE RIO CLARO/SP

 

BRENNAH SÁTIEZ – RIO CLARO/SP

 

SET FERVOOoOOOoO

 

DJ Lari Mori – PIRACICABA/SP

 

PERFORMANCE DRAG QUEEN

 

Thalita Petrovanni – PIRACICABA/SP
Alexandrite Moonsun – PIRACICABA/SP
Arabella Del Toria – RIO CLARO/SP

 

ENDEREÇO: Rua 14, 2486 Jd. São Paulo – Rio Claro/SP
ARRECADAÇÃO PARA A SEGUNDA PARADA LGBT DE RIO CLARO/SP

 

O Movimento LGBT nasceu no intuito de difundir e disseminar mais conhecimento sobre as lutas, causas e festas da comunidade LGBT, para que as novas e futuras gerações que ainda estão por vir, não passem o descaso e preconceito que nós passamos!

 

O Movimento LGBT visa o fomento do estudo, das atividades sadias e socioeducacionais, saúde e segurança, do culto ao saber, à humanidade, à família, do culto ao respeito que o indivíduo deve a si mesmo, ao que é seu, ao respeito que deve aos demais e à propriedade alheia, visando direitos LGBT’s, para assim, formar na juventude a consciência cabal de sua responsabilidade perante a vida, seus semelhantes, sua cultura e o seu mundo.

 

Acesse o Website 

Website Oficial do Movimento LGBT:
www.movimentolgbt.com.br  o/\o

 

QUER SER NOSSO PARCEIRO?
Entre em contato com a nossa
Assessoria de Comunicação e Imprensa:
Email:
contato@movimentolgbt.com.br
contato@rioclaroonline.com.br
contato@nautiluspublicidade.com.br
WhatsApp: (19) 9 9801.7240

 

Canal Online de Denúncias:

www.movimentolgbt.com.br/denuncie/

 
Participe, entre em contato conosco!


bloqueio
19 de julho de 2019

Como usar o Não Me Perturbe, cadastro nacional contra telemarketing


Empresas têm prazo de 30 dias para impedir novas ligações e mensagens indesejadas.

 

Não Me Perturbe é o nome do novo cadastro nacional com informações de consumidores que desejam bloquear ligações de telemarketing. A iniciativa começa a valer nesta terça-feira (16) com o objetivo de evitar o contato telefônico de empresas de telecomunicações (telefonia móvel, fixo, TV por assinatura e internet). O projeto abrange Claro/NET, Oi, TIM e Vivo, além de Algar, Nextel, Sercomtel e Sky. Após o cadastro, as empresas têm o prazo de 30 dias para cessar com as ligações.

 

No tutorial a seguir, confira como adicionar os seus números de telefone (fixo ou celular) à lista de bloqueio de ligações de telemarketing do Não Me Perturbe nacional. O procedimento foi realizado num iPhone 8 com iOS 12, mas as dicas também valem para usuários de Android.

 

Passo 1. Acesse o site do Não Me Perturbe (naomeperturbe.com.br) e toque em “Cadastro”. Em seguida, toque em “Solicitar Bloqueio”.

 

Passo 2. Você deverá realizar um cadastro gratuito no serviço. Para isso, toque em “Criar um login” e entre com os seus dados pessoais.

 

Passo 3. Após preencher nome completo, CPF, e-mail e criar uma senha, concorde com os termos de uso e toque em “Criar login”. Você será avisado sobre a necessidade de confirmar o seu endereço de e-mail clicando sobre o link recebido. Toque em “Continuar”.

 

Passo 4. Faça login na sua conta usando o seu e-mail e senha criada no passo anterior. Digite o seu número e, logo abaixo, selecione as empresas que serão proibidas de entrar em contato com você. Por fim, toque em “Cadastrar telefone”.

 

Passo 5. O comprovante de solicitação de bloqueio será exibido na tela. Caso queira, você tirar um print para guardar o comprovante ou tocar em “Imprimir”.

 

Aproveite as dicas para cadastrar os seus números de telefone no banco de dados do Não Me Perturbe nacional e evitar ligações de telemarketing. De acordo com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), nove em cada dez consumidores afirmam receber chamadas indesejadas de todo tipo, inclusive telecomunicações.

 

 

Fonte: Techtudo