Revista Colaborativa Rio Claro Online Contato WhatsApp: +55 19 9 9801.7240 | 3597.0881 contato@rioclaroonline.com.br


conselho-saude-rioclaro-sp
18 de maio de 2019

Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro/SP – Ata do Mês de Abril/2019 – 02.04


Aos dois dias do mês de Abril de dois mil e dezenove, deu-se inicio a reunião extraordinária do Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro, às 19h00 na sala de reuniões da Fundação Municipal de Saúde, Rua 06, 2572 entre avenidas 30 e 32 – Centro. Estiveram presentes na reunião, os seguintes conselheiros: Maria Helena Betanho Romualdo, Hilda de Lourdes Uhlmann, Dr. Gustavo Roberto Fink e Leila M. Duckur Pizzotti representando Associação de Moradores e Movimento Popular; José Domingos de Almeida, representando os Conselhos Gestores Locais; Eliana Cristina Vaz da Silva, representando Portadores de Patologia; Maria Clélia Bauer e Amanda da Silva Servidoni, representando a Fundação Municipal de Saúde; Eduardo Kokubun, representando Entidade Formadora de Ensino Superior; Diego Reis, representando Outras Secretarias ou órgãos da Prefeitura; Ariane Cristina Arruda Zamariola, representando Prestadores privados contratados ou conviados do SUS; Nadia Maria Augusta de Oliveira Joaquim, Milena Di Grazia Zanfelice e Marta Teresa Gueldini Linardi Bianchi, representando os Trabalhadores da Fundação Municipal de Saúde. Dr. Alvaro Salvio Bastos Camarinha e Talita Camargo Claro Pedroso, representando Sindicatos e ou de Conselho de Profissionais. Estiveram presentes ainda, Karla Pereira, secretária executiva do CMS; José Ricardo Naitzke; Tiago Caetano, Marco Sartori e Eleny de Almeida.

 

Assuntos de pauta: I – Ordem do Dia: 1. Deliberação do Plano Municipal de Leishmaniose Visceral; 2. Apresentação do RAG – Relatório Anual de Gestão – 2018.

 

O presidente, Sr. José Domingos saúda a todos e informa que visitou o CAPS e na ocasião foi informado sobre a retirada de uns aparelhos de ar condicionado que foram para revisão e até o momento não retornaram. Será enviado ofício solicitando esclarecimentos. Na oportunidade solicita que a nova Presidente da Fundação Municipal de Saúde Sr.ª Maria Clélia Bauer se apresente, e a mesma agradece a presença de todos e se coloca a disposição sempre que necessário.

 

I – 1. O Sr. José Domingos coloca o Plano Municipal de Leishmaniose Visceral em regime de votação, sendo aprovado por unanimidade dos presentes

 

2. A Sr.ª Eleny, Diretora no Departamento de Gestão do SUS informa as mudanças ocorridas no Ministério da Saúde, pois até 2018, o sistema utilizado para elaboração do RAG – Relatório Anual de Gestão era o SARGSUS, no entanto, a plataforma esta indisponível desde Janeiro, como vários outros sistema. Foi informado que seria utilizado a partir de então, o DIGISUS, mas não é possível acessar o sistema e, portanto o relatório deveria ser elaborado manualmente, com todas as informações determinadas na Lei Complementar 141/2012.

 

O Sr. Tiago informa que o departamento recebeu em 09/03 um e-mail informando que o sistema de preenchimento do RAG iria mudar. Em 19/03 foi encaminhada uma nota técnica que informava que não estaria disponível em tempo hábil para preenchimento, mas que deveria ser respeitado o tempo para apresentação ao Conselho. Em 27/03 foi encaminhado um modelo, sendo esclarecido que poderia ser utilizado como uma orientação e não padronização do relatório.

 

O Sr. Tiago ressalta que pelo sistema estava disponível todos os dados e com o trabalho manual não são possíveis compilar todos dados, pois foi necessário fazer um levantamento individualmente levando muito tempo para o departamento concluir. No primeiro momento é necessário informar os dados de identificação do município. É necessário apresentar ainda, os dados financeiros, porém não foi possível exportar os dados dos SIOPS, portanto incluiu os dados referentes às prestações de contas quadrimestrais. Foi inserido no relatório, a Programação Anual de Saúde, todavia, não foi possível incluir os comentários e avaliações em cada meta, devido ao tempo que teve de conclusão.

 

Sobre os dados lançados na Atenção Básica, o Sr. Tiago informa que teve dificuldade, pois os dados estavam inconsistentes, isto porque usam mais que um sistema para lançamento dos dados e a Sr.ª Nadia destaca que muitas vezes a Unidade está sem internet, sem sistema e que fica difícil lançar os dados. Sobre o trabalho desenvolvido pela Vigilância em Saúde, é destacado o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo CCZ, com mutirões, que visam a cotenção das epidemias.

 

A Sr.ª Maria Clélia expõe sobre os grandes desafios para conscientização das pessoas, pois os Planos de Contenção de Epidemias foram pensados para traçar estratégias, todavia a grande dificuldade é garantir a mudança de comportamento da população, por isso é importante ação programada com participação da mídia.

 

O Sr. Diego informa que sempre é divulgada, a realização dos mutirões, os bairros que os agentes estão diariamente, mas ainda encontram dificuldades.

 

A Sr.ª Leila questiona em que mídia é divulgada, pois não vê essas divulgações, e o Sr. Diego esclarece que usa o facebook, whatsapp, notas da imprensa e muitas vezes até na TV, que sempre acompanha os trabalhos realizados.

 

O Sr. Ricardo destaca o aumento da equipe, que iniciou com 19 e passou para 48 agentes de Endemias, que contribuiu para o trabalho do CCZ. O Sr. Tiago informa que o município aplicou 29,78% em Saúde em 2018 e o Sr. Alvaro questiona a aplicação que sempre é maior para Urgência e Emergência, sendo que deveria ser para Atenção Básica.

 

O Sr. Domingos ressalta o trabalho desenvolvido pela Atenção Básica e lembra que em alguns territórios não existem Unidades, o que acaba sobrecarregando as Urgências, cabe ressaltar ainda, que o uso incorreto dos equipamentos também gera um aumento na urgência e emergência.

 

O Sr. Eduardo destaca que sente a necessidade de conseguir avaliar na apresentação do Relatório Anual de Gestão se houve melhoria ou não, pois não é possível identificar com os dados apresentados.

 

A Sr.ª Eleny considera que no momento em que não vivenciam uma epidemia, já é um ganho, pois em 2015 foram R$ 1.500.000,00 destinados a uma tenda para garantir atendimento.

 

O Sr. Eduardo destaca que no instrumento não é possível avaliar a evolução e cita o exemplo de dados relacionados à mortalidade, pois até 01 ano de idade, diminuiu a 50% e acima de 19 anos, aumentou 10%, sendo esses, dados importantes para construção de um planejamento.

 

O Sr. Tiago informa que o DIGISUS prevê a inserção desses dados, que facilitará para a apresentação ao Conselho.

 

A Sr.ª Maria Clélia informa que no MAPA da Saúde possui essas informações, ficando como tema de pauta da próxima reunião e ressalta sobre a fragmentação das redes, destacando que as que melhor funcionam é a rede psicossocial e a rede cegonha. Após apresentação, sugestões e esclarecimentos, o RAG que foi enviado no e-mail de todos, será deliberado na próxima reunião.

 

A Sr.ª Maria Clélia informa que receberam da Santa Casa, a informação de uma proposta de emenda, para aquisição de equipamentos, a qual solicita apreciação do Conselho e posteriormente aprovação.

 

Nada mais a ser tratado, o Presidente, Sr. José Domingos encerra a presente reunião.

 

Para constar, eu Karla Pereira, lavrei a presente ata que após lida e aprovada, será assinada por mim e pelos presentes.


enen2019
11 de maio de 2019

Enem 2019 já tem 3 milhões de inscritos


Enem 2019 já supera os 3 milhões de inscritos. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira divulgou em suas redes sociais que o Exame Nacional do Ensino Médio já alcançou os três milhões de inscritos. O número foi alcançado às 21h56min desta quinta (9). Destes 3 milhões, 65% deles são isentos.

 

Conforme o balanço de dois milhões, o estado com maior índice de inscrições foi em São Paulo, eventualmente com 15,72% dos cadastrados. A autarquia também destaca os municípios de Minas Gerais (9,72%), Bahia (8,55%), Rio de Janeiro (7,05%) e Ceará (6,67%). Já o menor número de registros se encontra no estado de Roraima com 0,27%, além de Acre (0,75%), Amapá (0,84%) e Tocantins (0,84%).

 

O prazo se encerra às 23h59min (horário de Brasília) do dia 17, e os participantes terão mais 7 dias para poder se cadastrar.

 

Passo a Passo de como fazer sua inscrição para o Enem 2019

 

As inscrições do Enem 2019 poderão ser feitas através de computadores, celulares e tablets. Assim sendo, basta acessar o https://enem.inep.gov.br ou pelo aplicativo disponível para IOS e Android. Contudo, indicamos que tente fazer seu cadastro através do computador.

 

Após acessar o portal do Inep clique em “página do participante“. Abrirá um tipo de bate papo onde o estudante precisa informar figura exigida, número do Cadastro de Pessoa Física e data de nascimento. Para quem solicitou isenção é preciso informar apenas CPF e senha. Em seguida, basta seguir o seguinte passo a passo para fazer a sua inscrição para o Enem 2019:

 

  1. Dados Pessoais: Sexo, cor/raça, estado civil, número de identidade (Registro Geral – RG) e nacionalidade. O estudante terá a opção de informar o nome do pai, todavia, não é obrigatório;
  2. Endereço: CEP – Código de Endereço Postal (poderá ser visualizado em conta de luz, água, telefone ou site dos correios), número e complemento (casa ou apartamento);
  3. Atendimentos: Esta etapa é para estudantes que precisam de atendimentos especializados ou específicos, conforme o edital do Enem 2019. Deverá ser enviada uma documentação em formato PDF que comprove deficiência ou atendimento;
  4. Língua Estrangeira: Basta optar entre inglês ou espanhol. Vale lembrar que esta opção será para responder somente 5 questões no dia da prova;
  5. Município de Prova: Informe o município e cidade mais próximo para fazer a prova. Todavia, vale lembrar que as provas só serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. Assim sendo, informe aquele concelho que se encontrará neste período, pois a alteração poderá ser feita somente no prazo das inscrições;
  6. Ensino Médio: Situação de conclusão do ensino médio;
  7. Concluir: Por fim, responderá um questionário socioeconômico, criará uma senha que dará acesso a página do participante. Desse modo, confirme todos os dados e conclua a sua inscrição do Enem 2019.

 

Taxa de Inscrição do Enem 2019

 

Após concluir a inscrição para o Enem 2019 voltará para a página do participante onde terá a mensagem de bem-vindo! Para poder imprimir o Guia de Recolhimento da União – GRU basta clicar em “pagamentos/isenção“. Contudo, muitos estudantes estão reclamando em suas redes sociais que não conseguem gerar a taxa. Desse modo, feche o navegador e abra novamente a página do participante e tente mais uma vez. Caso não consiga tente durante a madrugada ou pela manhã, pois o site poderá esta sofrendo sobrecarga de acesso.

 

Mesmo após seguir este procedimento não tenha obtido sucesso para gerar a taxa de inscrição do Enem 2019, entre em contato com o Inep pelo 0800 616161. O valor atual é de R$85,00 e pode ser paga em qualquer agência bancária, casas lotéricas e agências dos correios. Todavia, o prazo máximo para pagamento é até dia 23, caso contrário não terá a inscrição confirmada. Caso faça a contribuição após o prazo determinado, não terá o valor reembolsado.

 

Indicamos a todos que guardem o comprovante, pois caso ocorra alguma eventualidade o estudante terá em mãos. Após três dias úteis, retorne a página do participante e confira se sua inscrição foi confirmada.

 

Local de Prova do Enem 2019

 

Conforme o edital do Enem 2019, o local de prova será divulgado no mês de outubro juntamente com o cartão de confirmação de inscrição. Para visualizar basta acessar o portal do Inep e informar o número do CPF e senha.

 

Os portões estarão abertos às 12h00min com o fechamento às 13h00min de acordo com o horário de Brasília. Ao identificar sua sala é importante que apresente seu cartão de confirmação de inscrição do Enem 2019 e um documento oficial com foto reconhecível. Conforme o edital serão aceitos somente:

 

  • Identidade – RG: Seja original e expedida por Secretarias de Segurança Pública, forças armadas, polícia militar e polícia federal;
  • Carteira de Registro Nacional de Migratório;
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório;
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenham validade como documento de identidade;
  • Carteira de trabalho;
  • Certificado de Dispensa de Incorporação;
  • Certificado de Reservista;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação: A mesma deverá respeitar a lei nº 9.503 de 23 de setembro de 1997;
  • Identidade funcional em consonância com o Decreto nº 5.703, de 15 de fevereiro de 2006.

 

Em caso de perda ou roubo, basta acionar a polícia da cidade registrando um Boletim de Ocorrência. Serão aceitos aqueles boletins registrados no prazo máximo de 90 dias até o primeiro dia de prova, ou seja, dia 3 de novembro. Desse modo, o candidato passará por um reconhecimento especial, coleta de dado biométrico e assinará em formulário próprio. Isto também valerá para estudantes com documentos danificado, ilegível, com foto infantil ou com fisionomia diferente, assim não permitindo o reconhecimento.

 

Venha conhecer nossa página do Instagram Guia do Enem (clique e veja). Saia na frente e conheça agora a apostila digital do Enem 2019, na qual te ajudará nas provas, no seu conhecimento e o preparo para o dia do exame. Desde já, desejamos a todos boa sorte!

 

 

Fonte: Foco no Enem


prefeitura-rc
24 de abril de 2019

Prefeitura de Rio Claro é apontada pelo Tribunal de Contas em lista de irregularidades


O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo notificou 427 municípios paulistas que estão em estado de alerta quanto às suas contas. Além da cidade, o nome dos prefeitos responsáveis em colocar a cidade em risco de descumprimento da meta fiscal, também é destacado pelo TCE.

 

A cidade de Rio Claro esta na lista, o TCE-SP aponta o prefeito João Teixeira Junior em indícios de irregularidades na gestão orçamentária.

 

A relação com os nomes dos municípios e dos Prefeitos responsáveis foi publicada no Caderno Legislativo do Diário Oficial do Estado.

 

Em nossa região de atuação, estão no estado de alerta as cidades de Campinas, Americana, Arthur Nogueira, Holambra, Hortolândia, Louveira, Monte mor, Nova Odessa, Piracicaba, Sumaré e Valinhos. Em situação pior, estão os municípios de Elias Fausto, Indaiatuba, Santa Bárbara d’Oeste e Vinhedo, que integram a chamada lista crítica.

 

O maior número de falhas entre todas as cidades paulistas está relacionado ao descumprimento de metas fiscais, ao déficit/desiquilíbrio financeiro, à incompatibilidade de metas diante do orçamento e falhas na arrecadação e no investimento previdenciário.

 

VEJA A LISTA CLIQUE AQUI


joaquim-ribeiro
17 de abril de 2019

Busto de bronze de patrono da Escola Estadual Joaquim Ribeiro é furtado em Rio Claro


Na madrugada dessa terça-feira (16), o busto do patrono da Escola Estadual Joaquim Ribeiro, esculpido em bronze pelo escultor Vilmo Rosada, foi furtado do hall de entrada do colégio.

 

Boletim de ocorrência foi feito pela direção da escola, que enviou imagens de segurança para a polícia para auxiliar nas investigações.

 

O local foi invadido pelo portão da frente e teve uma das vidraças da porta de entrada quebrada. Informações sugerem que o invasor teria se ferido, já que marcas de sangue estariam espalhadas por todo o local.

 

HISTÓRICO

 

Joaquim Ribeiro, patrono da escola, faleceu em janeiro de 1954. No mesmo ano, em novembro, aconteceu a cerimônia de inauguração de seu busto esculpido por Vilmo Rosada, da Fundição A Monumental. O busto permanecia no hall de entrada da escola, que já sofreu um incêndio no passado.

 

PATRIMÔNIO

 

Este não é o primeiro furto de monumentos históricos de Rio Claro. De acordo com a Revista do Arquivo, um busto de Plínio Salgado também foi furtado há anos atrás.

 

Outro item produto de furto foi o busto de Ulysses Guimarães, que ficava na Praça da Liberdade. Nova peça foi colocada no local para substituir a homenagem.

 

A estátua da Diana, na praça Central, trambém foi alvo da ação de criminosos. O objeto foi substituído e também sofreu a ação de vandalismo.

 

Fonte: Diário do Rio Claro


neuropsicologo-rioclaroonline
17 de abril de 2019

Neuropsicólogo afirma: a base de um cérebro saudável é a bondade


A base de um cérebro saudável é a bondade!

 

Richard Davidson é um cientista americano PhD em neuropsicologia e pesquisador na área de neurociência afetiva. Ele abandonou a faculdade de Harvard no segundo ano para ir à Índia, aprender sobre a meditação e aprender a como treinar a própria mente.“A política deve basear-se naquilo que nos une. Só assim poderemos reduzir o sofrimento no mundo. Acredito na gentileza, na ternura e na bondade, mas temos que nos treinar nisso.” – Richard Davidson

 

Em sua jornada, Richard aprendeu que uma mente calma é capaz de projetar bem-estar em qualquer tipo de situação. Ele pesquisou, através da neurociência, as bases para as emoções, e descobriu que as estruturas de nossos cérebros podem mudar rapidamente, em cerca de duas horas.Após fazer a medição da expressão dos genes, antes e depois da meditação, ele descobriu que os genes mudam consideravelmente e que as zonas com inflamação ou com tendência à inflamação sofrem uma grande redução.

 

“A vida é só uma sequência de momentos. Se encadearmos essas sequências, a vida muda.”

 

Em 1992, Richard conheceu o Dalai Lama, que o aconselhou a focar suas pesquisas na gentileza, ternura e compaixão, ao invés de apenas no estresse, depressão e ansiedade.

 

Seguindo o conselho de Dalai Lama, focou suas pesquisas em temas mais amplos e descobriu que empatia e compaixão são diferentes uma da outra. Empatia é habilidade de sentir o que outras pessoas sentem. Já a compaixão é um estado superior, que consiste em possuir os elementos ideais para aliviar o sofrimento. Os circuitos neurológicos que levam à empatia ou à compaixão são diferentes.

 

Sobre a ternura, Richard descobriu que faz parte do circuito da compaixão, e que pode ser incorporada em qualquer idade. Crianças que são educadas em direção à ternura possuem uma melhor saúde mental e emocional e se saem melhor dos estudos.

 

“Uma das coisas mais interessantes que tenho visto nos circuitos neurais da compaixão é que a área motora do cérebro é ativada: a compaixão nos capacita a agir, para aliviar o sofrimento.”

 

Fonte: O segredo


conselho-saude-rioclaro-sp
17 de abril de 2019

Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro/SP – Ata do Mês de Março/2019


Aos dezenove dias do mês de março de dois mil e dezenove, deu-se inicio a reunião ordinária do Conselho Municipal de Saúde de Rio Claro, às 19h00 na sala de reuniões da Fundação Municipal de Saúde, Rua 06, 2572 entre avenidas 30 e 32 – Centro.

 

Estiveram presentes na reunião, os seguintes conselheiros: Cacilda Lopes, Maria Helena Betanho Romualdo, Hilda de Lourdes Uhlmann, Dr. Gustavo Roberto Fink e Leila M. Duckur Pizzotti representando Associação de Moradores e Movimento Popular; José Domingos de Almeida e José Elieser Barbosa Andrade, representando os Conselhos Gestores Locais; José Ricardo Naitzke, representando a Fundação Municipal de Saúde; Luiz Carlos Lauriano Jardim e Diego Reis, representando Outras Secretarias ou órgãos da Prefeitura; Nadia Maria Augusta de Oliveira Joaquim, Milena Di Grazia Zanfelice e Marta Teresa Gueldini Linardi Bianchi, representando os Trabalhadores da Fundação Municipal de Saúde.

 

Justificou ausência: Aretuza Maria Ferreira Nagata, representando Associação de Moradores e Movimento Popular; Selma Varzeloni Beccaro e Aguinaldo Cesar Fiório, representando Conselho Gestores Locais; Eliana Cristina Vaz da Silva, representando Portadores de Patologia; Eduardo Kokobun, representando Entidade Formadora de Ensino Superior; Ariane Cristina Arruda Zamariola, representando Prestadores Privados contratados ou Conveniados do SUS; e Dr. Álvaro Salvio Bastos Camarinha e Talita Camargo Claro Pedroso, representando Sindicatos e ou Conselho de Profissionais.

 

Estiveram presentes ainda, Karla Pereira, secretária executiva do CMS; Antonio Roberto da Silva e Thaline Ruy de Camargo.

 

Assuntos de pauta: I – Assuntos Gerais; II – Expediente: 1. Aprovação da ata de 19 de Fevereiro de 2019; III – Ordem do Dia: 1. Deliberação do SISPACTO – 2019; 2. Informe sobre a 14ª Conferência Municipal de Saúde de Rio Claro – Aprovação do regimento Interno; 3. Esclarecimentos sobre Assistência Farmacêutica; 4 – Apresentação do Plano Municipal de Leishmaniose Visceral e 5. Apresentação do Plano do Pronto Atendimento Infantil (Comissão).

 

O presidente, Sr. José Domingos saúda a todos e  informa que a pauta Apresentação do Plano do Pronto Atendimento Infantil não será discutida nesta reunião, pois o Projeto não foi apresentado para a comissão. I – 1.  Karla informa que o prazo para apresentação do RAG – Relatório Anual de Gestão é 30 de Março, no entanto, o sistema SARGSUS foi desativado e o novo sistema DIGISUS ainda não esta em funcionamento.

 

A Sr.ª Eleny, responsável pelo Departamento de Gestão do SUS enviou para conhecimento do Conselho, a orientação que recebeu nesta semana, para que seja elaborado o Relatório Físico, constando as informações previstas na Lei Complementar 141, portanto solicitou uma reunião extraordinária para conseguir atender o prazo. Assim sendo e com as justificativas a reunião extraordinária foi agendada para 26 de março de 2019.

 

A Sr.ª Leila informou que foi procurada pela população e também pelo Sr. Bem Hur, pai de uma das 3 crianças que faleceu no ano passado na UPA 29, pedindo uma explicação sobre os processos administrativos que até o momento não teve nenhum esclarecimento das providências tomadas pela Fundação Municipal de Saúde.

 

A Sr.ª Leila falou também sobre o vídeo feito pela vereadora Maria do Carmo Guilherme, no qual informa que desde janeiro do ano passado não teve respostas da Fundação Municipal de Saúde sobre alguns pacientes e a conselheira esteve no gabinete da Vereadora onde constatou que as devolutivas não foram dadas. Sobre a solicitação de devolutivas referente aos casos, foi colocado em votação, sendo aprovado por unanimidade dos presentes.

 

O Sr. Elieser informa que o Sr. Bem Hur deve procurar o Ministério Publico, e a Sr.ª Leila informa que ele já procurou.

 

II – 1 O Sr. José Domingos coloca a ata de 19 de Fevereiro em regime de votação, sendo aprovada por unanimidade dos presentes.

 

III – 1. O Sr. José Domingos coloca o SISPACTO em regime de votação. A Sr.ª Leila votou contra, o Sr. Elieser se absteve e os demais membros aprovaram.

 

2. Karla informou que as pré-conferências se encerraram em 08 de Março e teve poucas propostas, as quais foram enviadas para os conselheiros, no entanto, a comissão ainda irá sentar para compilar as propostas para ser discutidas no dia da Conferência.

 

A Sr.ª Marta questiona se no dia da Conferência poderão ser feitas novas propostas e Karla sugere que a comissão analise primeiro a quantidade de proposta das pré-conferências e ressalta que os casos omissos no Regimento poderão ser decidido pela comissão.

 

O Sr. José Domingos reforça que as Pré-conferências foram abertas para que os segmentos agendassem e que fora o cronograma determinado, só houve a da Pastoral da Saúde. Pede um esforço dos conselheiros na participação da Conferência, para que levem seus segmentos, pois todos serão delegados com direito a voz e voto. Karla esclareceu que o numero de delegados não é paritário no município e por isso no regimento determina sete pessoas, porém a paridade é na CIR e que tem municípios com apenas um participante e para que se tenha a paridade na Regional, foi agendada reunião no DRS Piracicaba para distribuição das vagas.

 

Após as discussões, o presidente Sr. José Domingos colocou o regimento interno da 14ª Conferência Municipal de Saúde em regime de votação, o qual foi aprovado por unanimidade.

 

3. A Sr.ª Thaline, responsável pela Assistência Farmacêutica informou que desde o ano passado tem ausência de alguns medicamentos. Informa que assumiu a gestão em Agosto e o pregão estava vencido e foi feito todo levantamento e encerrado em Dezembro, pois para a realização de pregão existem vários critérios e prazos. Ocorreu que foi finalizado em Dezembro, sendo um mês de recesso de fornecedores e laboratórios e por isso houve dificuldades em regularizar brevemente, porém o departamento enviou notificações e conseguiu uma grande quantidade. Ocorreu também à falta de matéria prima e nesse sentido, foi feita uma notificação aos médicos da rede, orientando-os para a indicação de remédios que poderiam substituir e disponíveis na rede.

 

A Sr.ª Thaline reforça que quando o fornecedor não entrega, são emitidas notificações que geram multas, mas ocorre de não entregar dentro da programação e isso é constante, porem tudo é documentado e na ocasião mostra os documentos que ela guarda no departamento. Quando a FURP não encaminha o medicamento, eles emitem boletim, o que também é passado para rede e arquivado no departamento. Ressalta que a programação é feita para não faltar, mas existem fatores alheios.

 

A Sr.ª Leila questiona a falta de AS, pois considera que não tenha sido a falta de matéria prima e A Sr.ª Thaline informa que foi atraso no fornecimento.

 

A Sr.ª Cacilda informa que o AS estava em falta até para comprar, pois não estava encontrando.

 

O Sr. Elieser questiona se os medicamentos de Alto Custo também atrasam entrega e a Sr.ª Thaline informa que sim, sendo essa uma responsabilidade do Estado, pois o município só recebe documentos e medicamentos, mas a falta ocorre.

 

O Sr. Gustavo questiona qual a validade do Pregão e se é sabido da demora nos tramites, o porquê não é feito com antecedência.

 

A Sr.ª Thaline informa que o pregão é valido por um ano e que estará se organizando para respeitar o prazo no próximo.

 

O Sr. Domingos questiona como é feito o pedido e entrega na Unidade, se isso ocorre no mesmo dia.

 

A Sr.ª Thaline informa que existe uma programação, pois cada unidade tem dia para o pedido e dia de entrega e caso não tenha recebido algum medicamento solicitado, na troca do mês deverá enviar o pedido novamente.

 

A Sr.ª Nadia informou que a orientação era de não pedir novamente e a Sr.ª Thaline reforça que os pedidos ficam todos arquivados, mas para organização é melhor que os pedidos sejam mensais e se não foi entregue, que se faça novamente.

 

A Sr.ª Maria Helena questiona sobre o vídeo feito no dispensário e a Sr.ª Thaline informa que realmente existe medicamentos vencidos e que normalmente recebidos da FURP, pois a mesma, embora seja feita uma programação, envia o que tem disponível e em grande quantidade e infelizmente isso dificulta a distribuição, pois nem sempre é um medicamento com saída e os municípios da região se conversam e trocam conforme as necessidades e mesmo assim não é suficiente. Informa que os medicamentos filmados não eram segregados.

 

O Sr. Elieser questiona sobre o destino dos medicamentos e é informado que após o vencimento é incinerados e no Brasil ainda não existe o descarte reverso. Após apresentação e esclarecimentos o Sr. Domingos agradece a presença da Sr.ª Thaline que se coloca a disposição sempre que necessário.

 

4. O Sr Diego inicia a apresentação do Plano Municipal de Leishmaniose Visceral. Na oportunidade o Sr. José Ricardo parabeniza o Sr. Diego pelo trabalho que vem sendo realizado pelo Centro de Controle de Zoonoses. O Sr. Diego informa que tem intensificado os mutirões aos sábados, no qual são retiradas toneladas de entulhos. Em 2017 eram 19 funcionários e atualmente conta com 49 agentes de endemias e estão em processo de contratação de mais, no entanto, a equipe tem se qualificado, feito mutirões, mas a conscientização da população é o mais difícil.

 

A Sr.ª Leila questiona se diminuiu o numero de escorpiões e o Sr. Diego informa que a estratégia é a dedetização para acabar com as baratas.

 

O Sr. Diego informa que no município de Rio Claro são 204.797 habitantes/humanos e 36.000 animais.

 

A Sr.ª Leila questiona sobre o funcionamento do castra móvel e o Sr. Diego esclarece que foi recebido, porém não houve o aval do Conselho Regional de Veterinária e o mesmo fez uma série de apontamentos para funcionamento do equipamento e está em processo de adequação.

 

O Sr. Diego informa que a leishmaniose visceral é transmitida pela picada do mosquito-palha. O Dr. Gustavo questiona se o horto é uma região de mosquito e o Sr. Diego esclarece que sim, porem não encontrou ainda o mosquito palha naquela região.

 

O plano estabelece o protocolo de atendimento, inclusive envolve as clinicas particulares, que deverão notificar o CCZ, sempre que atender um caso suspeito ou diagnosticado. Sobre o tratamento, é possível, mas a indicação é a eutanásia, uma vez que o animal apresenta riscos e continuará sofrendo.

 

O Sr. Diego informa ainda, que é possível utilizar a coleira de repelente aos animais diagnosticados. O Sr. Diego ressalta a importância dos Agentes de Combates à Endemias, Agentes Comunitários de Saúde e Agente de Controle de Vetores, para o desenvolvimento do projeto, pois são os profissionais que fazem o casa a casa diariamente.

 

O Sr. Domingos ressalta que Rio Claro só não está enfrentando uma epidemia, devido ao trabalho realizado pelo departamento e ressalta que em Ajapi existe a coleta de reciclagem e conscientização da população.

 

O Sr. Diego informa que são 91 mil imóveis cadastrados para fiscalização e no mutirão da semana passada, foram retirados 78 pneus, enviados para o aterro sanitário. Após apresentação e esclarecimentos, o Sr. Diego se coloca a disposição e a deliberação do Plano será na próxima reunião.

 

Nada mais a ser tratado, o Presidente, Sr. José Domingos encerra a presente reunião.

 

Para constar, eu Karla Pereira, lavrei a presente ata que após lida e aprovada, será assinada por mim e pelos presentes.


jardim-publico-rioclaro
16 de abril de 2019

Falta de iluminação no Jardim Público é questionada


Não é de hoje que o local é alvo de reclamações, e por diversos fatores.

 

Há algum tempo, uma onda de furtos de fios de energia comprometeu a iluminação do Jardim Público e prejudicou até os comerciantes da área. Um deles precisou arcar com o prejuízo para reestabelecer a fiação elétrica e continuar trabalhando.

 

Andando pela praça, é possível constatar fios soltos e desencapados, com risco visível, além da falta de lâmpadas em vários postes. “Eu já acho complicado passar durante o dia, à noite evito porque tem vários pontos sem luz”, disse a vendedora Monalisa Cristina.

 

 

A publicitária Roberta Faria diz que sempre passa pelo centro à noite por ser seu trajeto e fica atenta. “Tem bastante árvore e sem iluminação fica complicado”, alegou.

 

O Jardim Público, que fica na região central, possui uma média de espécies de árvores. É utilizado para eventos culturais e, desde 2014, se tornou patrimônio histórico do estado. “O local é bonito, é gostoso ficar por aqui, mas merece mais atenção e iluminação é primordial”, avaliou o aposentado José Cristaldo.

 

PREFEITURA

 

A prefeitura, procurada pela reportagem, através de nota afirma que com relação ao Jardim Público, está fazendo levantamento de custos e de recursos para melhorar a iluminação. “Desde que assumiu a prefeitura em 2017, o governo municipal tem dado grande atenção à iluminação nas praças da cidade. Exemplos recentes são a praça Dalva, o Lago Azul, a praça da Vila Olinda, localizada nas ruas 14 e 15 com a Rua Jacutinga, e Avenida 52”, afiança.

 

A nota diz ainda que serviço semelhante foi feito na Vila Alemã, em trecho da Rua 3-A, entre as avenidas 32-A e 24-A, na praça Silvério Scatolin, na entrada da cidade pela Avenida Tancredo Neves, entre muitas outras.

 

PRAÇA DA LIBERDADE

 

O conteúdo encaminhado ao Centenário enfatiza que, tendo em vista uma parceria entre a Udam, Poder Judiciário e prefeitura, a Praça da Liberdade está recebendo ações de revitalização, que incluem melhorias na iluminação a partir de programa de eficiência energética com o uso de lâmpadas de led.

 

Esse investimento, de aproximadamente R$ 25 mil, é fruto de convênio entre a Udam e o Judiciário. “Já a prefeitura está realizando serviços de manutenção, como poda de árvores, reforço na pintura de faixas de sinalização no entorno da praça, limpeza e outros”, finaliza.

 

ADOTE UMA PRAÇA

 

Desde outubro do ano passado, a prefeitura lançou o Programa Adote uma Praça e já realizou algumas parcerias com empresas para manutenção e cuidado de algumas áreas. As empresas Álcool Safra e Indústria Barthmann foram duas das primeiras a aderirem. Recentemente, a BRK Ambiental adotou a praça São Benedito, uma das mais antigas e tradicionais de Rio Claro.

 

Rio Claro conta com 146 praças. As empresas, instituições e munícipes interessadas em adotar uma delas devem procurar, em horário comercial, a Secretaria Municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, que fica no paço municipal. O adotante recebe permissão de uso para instalar placa publicitária na praça, respeitando a padronização definida pela prefeitura.

 

Fonte: Diário do Rio Claro

 


libras
16 de abril de 2019

Vereadores aprovam projeto que obriga profissional de libras em estabelecimentos


Em sessão sem grandes arroubos, os vereadores votaram nessa segunda-feira (15) três projetos.

 

O primeiro, de autoria de José Pereira, o Pereirinha (PTB) e Hernani Leonhardt (MDB), institui o Dia Municipal do Médico Veterinário, que deverá ser comemorado no dia 9 de setembro.

 

Já o PL 17/2019, de autoria dos vereadores Hernani Leonhardt, Pereirinha e Maria do Carmo Guilherme (MDB), estabelece a obrigatoriedade de agências bancárias, shoppings e supermercados do município disponibilizarem um profissional capacitado em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

O projeto prevê que o não cumprimento da futura legislação resultará em multa de R$ 1 mil na primeira ocorrência, R$ 2 mil na reincidência, R$ 3 mil e suspensão de 60 dias do alvará de funcionamento na terceira vez e, por fim, cassação definitiva do alvará na quarta ocorrência. O PL segue para segunda discussão na próxima sessão.

 

REVOGADO

 

Por fim, em discussão única, foi aprovado o Projeto de Resolução 3/2019, de autoria de André Godoy (Democratas) e que trata sobre bolsas de estudos para funcionários.

 

A matéria revoga o benefício concedido em março e que estendia as bolsas para cursos de mestrado, pós-graduação e MBA. Com isso, somente terão bolsas os funcionários que optarem pela graduação. O benefício poderá ser utilizado por qualquer funcionário, independente do valor de seu salário.

 

Fonte: Diário do Rio Claro


Camara
8 de abril de 2019

Bate-Papo da Rio Claro Online na Câmara Municipal: Vereadores que não retornaram a Revista


A Revista Digital Rio Claro Online apresentou uma série de entrevistas rápidas em forma de bate-papo com os vereadores da Câmara Municipal de Rio Claro/SP, e como de costume, todo começo de ano a ideia é abordar assuntos que são de interesse público para a população rioclarense, comentar sobre os projetos apresentados no começo de cada ano vigente da cidade é muito importante, visando dessa forma contribuir sempre para uma sociedade mais justa e democrática.

 

Foram questionadas no mês de março/2019 três perguntas simples para os vereadores(as):

1- ) Pergunta: O que você achou do Projeto de empréstimo no valor de R$ 60 milhões de autoria do Poder Executivo, do Prefeito João Teixeira Júnior? Lembrando que o Projeto foi retirado para adequações.

2- ) Pergunta: O que você achou do Pedido de Cassação representado pelo Partido Psol contra o vereador Paulo Guedes?

3-) Pergunta: Você apoia o projeto de lei que institui a data da Semana e Parada LGBT do Movimento LGBT no município de Rio Claro/SP? Projeto LGBT que visa o fomento do estudo, das atividades sadias e socioeducacionais, saúde e segurança, do culto ao saber, à humanidade, à família, do culto ao respeito que o indivíduo deve a si mesmo, ao que é seu, ao respeito que deve aos demais e à propriedade alheia, visando direitos LGBT’s, para assim, formar na juventude a consciência cabal de sua responsabilidade perante a vida, seus semelhantes, sua cultura e o seu mundo.

 

Dos 19 vereadores da câmara municipal, 14 vereadores (as)  receberam e responderam a equipe da Rio Claro Online, e 5 vereadores (as) não quiseram se posicionar para a Revista. Os vereadores que não quiseram opinar e não retornaram até o fechamento dessa série de entrevistas da Rio Claro Online são: Paulo Guedes (PSDB), Andre Godoy (DEM), Pereira (PTB), Carol Gomes (PSDB), e Geraldo Voluntario (DEM). Todos os vereadores foram solicitados mais de três vezes no período de três semanas, para que pudessem informar sobre os questionamentos da população e se tinham interesse em participar da série de entrevistas.

 

 

Veja a lista de vereadores eleitos:

 

Paulo Guedes (PSDB) – 3.376 votos

Luciano Bonsucesso (PR) – 1.977 votos

Maria do Carmo (PMDB) – 1.963 votos

Val Demarchi (DEM) – 1.898 votos

Seron Do Proerd (DEM) – 1.770 votos

Andre Godoy (DEM) – 1.709 votos

Pereira (PTB) – 1.584 votos

Hernani Leonhardt (PMDB) – 1.352 votos

Pastor Christofoletti (PMDB) – 1.291 votos

Rogerio Guedes (PSB) – 1.240 votos

Carol Gomes (PSDB) – 1.204 votos

Geraldo Voluntario (DEM) – 1.177 votos

Julinho Lopes (PP) – 1.085 votos

Irander Augusto (PRB) – 1.072 votos

Adriano La Torre (PP) – 1.053 votos

Rafael Andreeta (PTB) – 936 votos

Thiago Japonês (PSB) – 934 votos

Ney Paiva (DEM) – 901 votos

Yves Carbinatti (PPS) – 865 votos

 

 

A Rio Claro Online encerra com exclusividade assim, para você algumas respostas e posicionamentos dos nossos representantes, na data 08/04/2019, nobres vereadores da cidade de Rio Claro/SP, a equipe da Rio Claro Online agradece a colaboração e participação novamente dos entrevistados(as).

 

Foto/Divulgação Câmara Municipal de Rio Claro


yves_carbinatti
30 de março de 2019

Bate-Papo da Rio Claro Online na Câmara Municipal: Vereador Yves Carbinatti


A Rio Claro Online traz com exclusividade para você algumas respostas e posicionamentos dos nossos representantes, a população rioclarense no geral quer saber a opinião de cada um deles, nobres vereadores, a Rio Claro Online agradece a colaboração e participação dos entrevistados (as).

 

O entrevistado da vez é o Vereador Yves Carbinatti.

 

Yves Carbinatti é Atleta Profissional, Técnico Em Desportos e Vereador pelo Partido Popular Socialista, nasceu em 09/02/1987.
Contato: (19) 3526-1329 | (19) 3526-1347 | (19) 3526-1379
E-mail: yves.carbinatti@rioclaro.sp.leg.br
Facebook: https://www.facebook.com/Yves-Carbinatti-Official-621951314630217/

 

1- ) Pergunta: O que você achou do Projeto de empréstimo no valor de R$ 60 milhões de autoria do Poder Executivo, do Prefeito João Teixeira Júnior? Lembrando que o Projeto foi retirado para adequações.

Resposta: Sou contra o projeto de empréstimo de R$ 60 milhões. Acredito que a Prefeitura tenha outras formas de realizar melhorias em nossa cidade sem ter que pegar dinheiro emprestado com juros. Como eu disse na sessão, no próprio documento para justificar o empréstimo que foi enviado aos Vereadores, a Prefeitura informou que tem condições de arcar com mais de R$ 1 milhão de parcelas por mês. Se esse dinheiro fosse investido corretamente não seria necessário o empréstimo.

 

2- ) Pergunta: O que você achou do Pedido de Cassação representado pelo Partido Psol contra o vereador Paulo Guedes?

Resposta: Qualquer pedido protocolado nesse sentido é primeiro analisado pelo jurídico da Câmara e pelo Presidente, não tive acesso ao documento protocolado e portanto não posso me manifestar sobre esse documento.

 

3-) Pergunta: Você apoia o projeto de lei que institui a data da Semana e Parada LGBT do Movimento LGBT no município de Rio Claro/SP? Projeto LGBT que visa o fomento do estudo, das atividades sadias e socioeducacionais, saúde e segurança, do culto ao saber, à humanidade, à família, do culto ao respeito que o indivíduo deve a si mesmo, ao que é seu, ao respeito que deve aos demais e à propriedade alheia, visando direitos LGBT’s, para assim, formar na juventude a consciência cabal de sua responsabilidade perante a vida, seus semelhantes, sua cultura e o seu mundo.

Resposta: Não me oponho, pois acredito que a população rioclarense tem que ter mais conscientização e acesso participativo nos serviços de saúde, cultura, turismo e segurança pública da cidade, sem distinção de qualquer espécie, sou a favor da proteção à vida, sempre.