Revista Colaborativa Rio Claro Online Contato WhatsApp: +55 19 9 9801.7240 | 3597.0881 contato@rioclaroonline.com.br


1
12 de novembro de 2018

Sem Diário Oficial, recurso garantiria recapeamento da vicinal RC-Ajapi


O valor total de impressão de cinco anos para a produção da versão impressa do Diário Oficial para a prefeitura de Rio Claro seria suficiente para recapear a vicinal Jácomo Bincoletto, que liga Rio Claro ao distrito de Ajapi.

 

A informação é do secretário de Obras, Paulo Roberto de Lima. “Daria para fazer o recapeamento da estrada de Ajapi”, disse ao Centenário.

 

Anualmente, a prefeitura gasta com a impressão do instrumento, que fica disponível para a população no Paço Municipal, R$ 385 mil, que totaliza no contrato de cinco anos R$ 1.925.000,00.

 

RECAPEAMENTO

 

Considerando apenas o valor anual, R$ 385 mil, o secretário declarou que seria possível realizar o recape de um quilomêtro e meio de ruas ou avenidas. “Dá uns 15 quarteirões. Ajudaria bastante se o recurso fosse aplicado na secretaria de Obras”, enfatizou.

 

TAPA-BURACO

 

Com grande parte do asfalto de Rio Claro apresentando problemas, conforme o próprio secretário relatou, já que em função do desgaste e o aparecimento de fissuras gera buracos, o recurso também poderia ser empregado na operação tapa-buraco. “Com o valor anual, seria possível concluir a operação Tapa Buraco em três bairros utilizando material de qualidade”, esclarece.

 

PREFEITURA

 

Em nota, a prefeitura de Rio Claro confirmou que iniciou processo para extinguir a versão impressa do Diário Oficial. “A prefeitura de Rio Claro confirma que iniciou providências técnicas e administrativas com o objetivo de suspender o Diário Oficial do Município em sua forma impressa, mantendo, exclusivamente, o formato digital a partir do término do atual contrato. A medida faz parte da proposta do governo municipal de redução de custos e modernização dos serviços públicos”, informou o poder público.

 

O contrato, que teve sua quarta e última renovação permitida por lei assinada no dia 27 de novembro de 2017, vence no dia 15 de novembro deste ano, conforme informou o secretário de economia e finanças, Gilmar Dietrich.

 

 

Fonte: Diário do Rio Claro